fbpx

Por que devemos honrar São José?

Amanhã, dia 19 de março, a Igreja celebra o dia de São José. Durante todo o ano passado, fomos convidados pelo Papa Francisco a meditar sobre essa figura no mistério da Salvação, mas você pode estar em dúvida, por que honra-lo?

Afinal, ele aparece pouquíssimo nos Evangelhos, e para quem olha superficialmente ele não aparenta ser importante para a história da redenção humana. Então, neste texto, vamos tentar mostrar um pouco a importância de dele, o motivo pelo qual devemos honrá-lo e o da Igreja ter o exaltado como Patrono.

  • Era um homem justo

A Sagrada Escritura nos diz, no começo do Evangelho de São Mateus (1, 19), que José era um homem justo. O que isso significa? Para a tradição judaica, um Justo é como um Santo, uma pessoa que busca direcionar sua vida em conformidade com a Vontade de Deus.

Portanto, São José era justo, um homem santo, que foi elevado por Deus a honra de ser o Pai adotivo do Verbo Encarnado.

O que isso significa? Significa que ele carregou o menino Jesus no colo, pôde ensinar-lhe seu ofício e foi seu guardião durante toda a infância. Deus deixaria a Salvação do mundo aos cuidados de um homem qualquer?

  • É o pai adotivo de Jesus

O segundo ponto de atenção é que José é o Pai adotivo de Jesus. Deus quis escolhe-lo dentre todos os homens, para ser o Pai adotivo de Jesus.

Ele era da descendência de Davi, e por isso ele é o Pai Davídico de Jesus. Sua família era de Belém, cumprindo a promessa de que o Messias viria de Belém. Foi escolhido por Deus para que as escrituras se cumprissem.

  • É o esposo da Virgem Maria.

Deus permitiria que a mãe do salvador desposasse um homem comum? Claro que não! O Papa Leão XIII, sobre o tema afirma: “Através do matrimônio, os dois se tornam uma só carne, é a mais perfeita união, portanto no matrimônio de São José e Maria, de uma forma que somos incapazes de compreender,  José passa a participar das graças que Maria recebeu de Deus, aumentando ainda mais a santidade de José”.

A comunhão espiritual entre os dois era mais forte que o laço humano (pois ambos morreram virgens, como afirma a tradição católica). Jesus quis que o casamento, uma realidade natural, fosse elevado ao nível da comunhão sacramental, assim como é as núpcias de Cristo e da Igreja.

  • É venerado por uma multidão de Santos.

São centenas de relatos de santos que amavam e veneravam José como patrono e protetor, temos um texto aprofundando sobre isso.

Clique aqui para ler: Os santos e José

Santa Teresa de Ávila, Santo Afonso Maria Ligório e tantos outros que o honraram e amaram  e que sempre que necessitavam pediam sua intercessão.

  • A Igreja o honra e conta com sua proteção.

São José foi proclamado como Padroeiro da Igreja pelo Papa Pio IX. Na ocasião, o Papa fez um paralelo com José do Egito, pois José do Egito, de certa forma, prefigurou a figura do Pai adotivo de Cristo.

Num tempo de fome do povo de Israel, José do Egito foi o Protetor, o Padroeiro, a figura paterna que não deixou faltar o alimento.

Ide a José”, foi o que o faraó disse aos filhos de Jacó no Egito. “Ide a São José”, é o que o Papa Pio IX disse a toda a Igreja Católica.

Se Cristo é a cabeça, o a Igreja seu corpo místico, José é também protetor de toda a Igreja. Como Pai adotivo, foi confiada a ele a missão de proteger e guardar o Messias Menino.

O Papa S. João Paulo II diz que José é o Redemptoris custos, o Guardião do Redentor e também o nosso.

  • Foi escolhido pelo próprio Deus.

Se José foi escolhido por Deus, separado desde a infância, preservado do pecado pela GRAÇA SANTIFICANTE de Cristo, se Deus o escolheu e o honrou, quem somos nós para não o honrarmos e invocarmos como nosso patrono e protetor?

Oração a São José:

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amem.

(Papa Francisco, Patris Corde)

 

Acesse aqui a série sobre José:

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password