Estrutura do Movimento

A nossa missão irradia os raios da Divina Misericórdia como um arco-íris da Nova Aliança de Deus.

Da mesma forma que a luz se decompõe nas diversificadas “cores” do arco-íris, sinal da Nova Aliança da Misericórdia de Deus, entre o céu e a terra (cf. Gn 9,8-17), assim seu amor reluz nas diferentes obras de Misericórdia, materiais e espirituais, que somos chamados a realizar, pela diversidade dos carismas (cf. 1Pd 4,7-11; 1Cor 12,4-11) com que o Espírito Santo nos capacita.

A criatividade do amor no nosso carisma se expressa nas várias modalidades da nossa entrega e do nosso anúncio, chamamos de cores da Misericórdia:

As cores da Misericórdia

Vermelho – Servos

Evangelização de rua
Missionários abordam morador de rua.

O fim específico dos Servos da Misericórdia é o anúncio da Boa Nova (cf. Lc 7,22) aos mais pobres dos pobres (cf. Lc 6,20-22), fazendo com que nasça Jesus no meio deles, encarnando-Se e tornando-Se semelhante a eles (cf. Fl 2,6-11), para dar vida a Palavra que diz: “e o Verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1,14).

O eixo de sua ação são os encontrados em favelas, cortiços, embaixo das pontes, cadeias, ruas, em qualquer situação que esteja tirando a dignidade dos Filhos de Deus, a fim de proclamar a estes escravos de hoje a libertação. A capacidade de amar, vibrar, deixar-se penetrar pela vida dos irmãos mais pobres jorra diretamente da Trindade.

Laranja – Artistas

Apresentação do Ministério Aliança de Misericórdia
Foto: Will de Oliveira. Ministério Aliança de Misericórdia

“Deus disse: que as águas que estão sob o céu se reúnam num só lugar… e Deus viu que isso era bom”(Gn 1,9-10).

Tudo na natureza é uma arte perene do dedo de Deus, e Ele, Artista dos artistas, deu ao homem o anseio de ser artista para louvá-Lo.

Os Artistas da Misericórdia expressam através da música, teatro, poesia, dança, pintura, escultura e artesanato o Amor e a Misericórdia de Deus. Ser Artista da Misericórdia é ultrapassar os limites do palco, luz, aplausos e multidões e entrar com humildade em todos os lugares onde há ovelhas que precisam ser cuidadas e resgatadas.

Amarelo – Adoradores

Ostensório com o Santíssimo
A Igreja da Boa Morte mantém adoração 24h no centro de São Paulo.

Pela contemplação, cobrimos com a Misericórdia do Pai a miséria dos homens.”

O brilho da vida contemplativa resplandece com uma força particular na experiência dos membros da família Aliança de Misericórdia. A Eucaristia celebrada e adorada diariamente é, para nós, fonte e cume da nossa ação apostólica.

Para expressar a centralidade da oração e a prioridade da contemplação no nosso carisma, alguns dedicam suas vidas à oração como Adoradores da Divina Misericórdia.

São chamados a expressar a Misericórdia do Pai através da nossa entrega na adoração e na intercessão pela Igreja, pela conversão dos pecadores e pela purificação das almas do purgatório. Dentre estes, alguns, sentido um desejo de uma vida ainda mais intensa de silêncio e oração, vivem uma vida de clausura.

Verde – Pastores

Reunião dos Pastores da Misericórdia
Encontro com padre e líderes que se identificam com o carisma da Misericórdia.

Os Pastores da Divina Misericórdia: clérigos, religiosos, leigos e outros líderes cristãos que se tornam mensageiros da Misericórdia de Deus, nas ações evangelizadoras, Movimentos e Comunidades, numa atenção privilegiada às ovelhas desgarradas.

Por convite de Dom Gil Antônio Moreira, nosso pai espiritual, queremos que o Movimento tenha uma abrangência ecumênica.

Os irmãos evangélicos são unidos a nós no anúncio do Cristo Jesus como único Senhor e Salvador dos que estão perdidos e vivem nas trevas e na sombra da morte.

Focando no que nos une, queremos construir com eles pontes de fraternidade e de unidade, para que as obras concretas de Misericórdia se tornem ponto de convergência entre os cristãos.

Azul – Anunciadores

Anunciadora da misericórdia prega em retiro
Os anunciadores da misericórdia levam a misericórdia através da Palavra de Deus/Foto: Acervo da Aliança.

“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou pela unção para evangelizar os pobres…” (Lc 4,18-19).

Os Anunciadores da Misericórdia são evangelizadores, missionários itinerantes, livres para irem pregar e irradiar a Misericórdia de Deus até os últimos confins da terra:

“Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16,15). São caracterizados pelo ardente desejo de buscar sempre a experiência dos discípulos à espera da vinda do Espírito Santo (cf. At 1,13-14), para evangelizar com ardor e com todos os dons e carismas do Espírito.

São os membros da Comunidade de Vida e de Aliança, movidos pelo Espírito Santo, que sentem continuamente impelidos a anunciar aos pobres, espiritual e materialmente, a Boa Nova que transforma.

Os Anunciadores desejam tornar Jesus mais conhecido e amado por cada homem, gritando à humanidade para que todos possam experimentar o Pentecostes que nasce da Misericórdia do Senhor.

Rosa – Construtores de Paz

Câmara Municipal de São Paulo com manifestantes a favor da família
Acervo da Aliança. Manifestação pela família na Câmara Municipal de São Paulo.

Os Construtores de Paz são pessoas que buscam viver o Amor evangélico com gestos concretos. Conscientes de sua pequenez sabem que não podem ficar omissos diante da indiferença e manipulação do mundo atual.

Eles encontram na própria vida um instrumento de transformação da realidade.

O lema “Evangelizar para Transformar”, que sintetiza o chamado da Aliança de Misericórdia, deve ser também uma experiência viva na cultura, na economia e na política. Percebemos a pobreza espiritual como raiz de todas as outras pobrezas, e também que o anúncio do Evangelho pode e quer transformar as estruturas sociais, além dos indivíduos.

 Violeta – Vítimas

Paulo Roberto com os rosto desfigurado ao lado de Padre João Henrique
As vítimas da misericórdia oferecem o próprio sofrimento, junto o Cristo Crucificado.

“os sofrimentos da presente vida não têm proporção alguma com a glória futura que nos deve ser manifestada. (Rm 8,18)

Quando a Aliança de Misericórdia estava nascendo, em 2000, Deus nos deu um grande presente. Certo dia, um dos nossos Fundadores foi procurado para visitar um jovem chamado Paulo Roberto, de 19 anos, com câncer de pele desde um ano de idade.

Ele disse ao padre que seu sonho era oferecer a Deus seu sofrimento pela conversão dos pecadores, em especial dos jovens. Sabia que muitos trocavam a vida pelo pouco prazer que as drogas e os vícios oferecem. Sentiu que devia dar-se todo a Deus, consagrando-se para a salvação destes.

Ficou claro então para o Pe. João Henrique que Deus confirmava este chamado para a nossa Família. Nasceram assim as Vítimas da Misericórdia, que oferecem seu sofrimento como entrega de amor para a salvação de todos.

As Vítimas sentem-se, no profundo do coração, chamados a participar das dores, das chagas redentoras de Jesus. Vivem isso como um chamado único, particular, pois a oferenda de si mesmos torna-se um holocausto vivo.

Elos

Os membros da Aliança de Misericórdia constituem a única família dos filhos e filhas da Divina Misericórdia segundo diferentes elos:

Comunidade de Vida

Missionário de vida meditam o evangelho sobre uma árvore
Os missionários de vida deixam sua casa e trabalho para dedicar-se totalmente ao anuncio da misericórdia/ Foto: Acervo da Aliança.

A Comunidade de Vida Imaculada do Espírito Santo forma o primeiro elo do Movimento.

É composta por Missionários Consagrados, Casais Missionários e Missionários no Mundo que, unidos por um laço que supera o natural, vivem como verdadeiros irmãos e são articulados em fraternidades.

  1. a) Missionários Consagrados: são irmãos e irmãs, que movidos pelo Espírito Santo, entregam-se totalmente a Deus por meio do Vínculo de Holocausto, assumindo os compromissos da vida celibatária para mais ardentemente amar o Senhor e mais livremente servir aos irmãos. Podem ser também clérigos e candidatos ao sacerdócio.
  2. b) Casais Missionários: são casais e vocacionados ao matrimônio, que se entregam a Deus por meio do Vínculo de Oblação, sendo testemunhas evangélicas da santidade no matrimônio e de sua missão para a santificação do mundo. Assumem a vida em comunidade e são totalmente disponíveis para a realização da única missão da família Aliança de Misericórdia.
  3. c) Missionários no Mundo: são leigos, casados, solteiros ou celibatários, que inseridos no mundo entregam-se a Deus testemunhando a Boa-Nova do Evangelho e a mensagem da Misericórdia no seu cotidiano e na sua realidade familiar, social e profissional.Assumem o Vínculo de Oblação e fazem referência a uma fraternidade da Comunidade de Vida.

Comunidade de Aliança

Coordenadores da Comunidade de Aliança
Coordenadores da Comunidade de Aliança/ Foto: Acervo da Aliança.

A Comunidade de Aliança forma o segundo elo do Movimento.

É composta pelos Missionários de Aliança que, vivendo integralmente a espiritualidade do carisma, formam os “Arco-Íris de Misericórdia”, expressão concreta do Amor Misericordioso do Senhor, nas próprias cidades e paróquias em comunhão com os Pastores locais.

Entregam-se a Deus por meio do Vínculo de Comunhão, assumindo como compromissos: a formação, a oração, a partilha do próprio dízimo e a evangelização.

Vivem a unidade e a obediência com todo o Movimento por meio dos coordenadores, conforme as orientações da Presidência.

Para saber como iniciar a Comunidade de Aliança na sua cidade entre em contato com a Coordenação Geral.

Email: arcoirisgeral@aliancademisericordia.com.br

Amigos missionários

amigos da Aliança no Ceará
Amigos do Movimento /Fotos: Aliança Ceará.

Amigos Missionários: formam o terceiro elo do Movimento. Assumem o compromisso de sustentar a obra partilhando voluntariamente tempo, forças, bens econômicos e espirituais, na medida das suas possibilidades, entregam-se a Deus por meio do Vínculo de Participação.

Os amigos são convidados a participar do GAMI (Grupo de Amigos da Misericórdia).

Os Amigos se sentem unidos à Obra pela própria livre partilha como contribuição para o sustento da mesma se comprometendo a uma partilha fiel e constante na oração, no serviço voluntário ou nos bens, lembrando-se dos sacrifícios e ofertas bíblicas: o dízimo (cf. Lv 27,30-34) e as primícias (cf. Lv 2,14-16)

Estes Amigos do Movimento não apenas contribuem, mas também partilham como membros efetivos, da riqueza espiritual da Obra. Jesus chama de amigos, aqueles que servem e partilham da intimidade da família trinitária: “Chamo-vos amigos porque tudo o que ouvi do meu Pai, vos dei a conhecer” (Jo 15,15).

Filhos da Aliança e Participantes

Acolhida pinta um cerca enquanto sorri para a foto
Filho acolhido em Piracicaba/ Foto: Acervo da Aliança.

A irradiação do carisma da obra alcança outros irmãos que não assumem vínculos específicos, mas partilham da espiritualidade da Aliança de Misericórdia. Eles são os Filhos da Aliança e os Participantes.

Os Filhos da Aliança são os irmãos acolhidos na Aliança de Misericórdia que, como verdadeiros filhos, integram plenamente a família. Não assumem necessariamente algum vínculo, mas podem livremente aderir à obra em todos os elos da mesma.

Os Participantes estão ao redor da obra. São todas as pessoas e grupos que de várias formas entram em contato com o Movimento sem assumir vínculos específicos.

Os participantes partilham do carisma e podem sustentar as atividades da Aliança de Misericórdia com a oração e contribuições espontâneas, participando também de suas atividades.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password