missionário prega em praça pública

Manaus vive Missão TK às vésperas do Natal

Entre os dias 19 e 23 de dezembro de 2018 em Manaus/AM foi realizada a Missão Thalita Kum. Foram dias intensos de muita oração, louvor, adoração, formação, partilha e evangelização.

Anunciar o evangelho a todos

missionário prega em praça pública
Missionário prega em praça pública.

Participaram conosco aproximadamente 50 pessoas, dentre elas, aquelas que fazem parte do Movimento e outras que, ao terem ciência da missão, desejaram somar com esse time de evangelizadores.

Após as formações práticas de evangelização, os integrantes foram enviados em grupos diversos pontos de evangelização como à “casa dos menores infratores”, e os ônibus, porém, devido à greve local não foi possível. Logo foi pensado em outra estratégia, e a equipe se dirigiu às embarcações do porto da cidade.

Vale ressaltar que outros auxiliaram no atendimento aos irmãos em situação de rua na Casa Restaura-me, que nesse mesmo tempo celebrava o Natal dos Pobres: uma semana com uma programação diferenciada para os que frequentam a casa.

No primeiro dia teve apresentação da cantora da região Mara Lima, além de show de calouros na terça cultural.

Na quarta o dia foi dedicado à saúde com consultas médicas e odontológicas, na quinta houve torneio de dama e dominó e sexta-feira foi o dia de beleza com cabeleireiro e manicure, além das outras atividades comuns já oferecidas pela casa, como banho e almoço.

A tensão não espantou os missionários

No dia 22, houve a concentração na Praça do Relógio, na região central da capital amazonense. Através da música, dança, teatro, tu-a-tu, pregação e adoração, as pessoas que lá trafegavam puderam experimentar o verdadeiro sentido do Natal: Jesus.

Apesar do tumulto causado pelo arrastão de assaltos que houve em algumas lojas, permanecemos e não nos deixamos acovardar por aquele momento de tensão, mas exercendo assim, a confiança n’Aquele que nos convidou para anunciar a Sua misericórdia.

Já no último dia (23), após o louvor matinal, realizamos as partilhas das experiências da missão, como relatou a jovem Carina:

“Estava na praça, observei que um homem de camisa amarela estava próximo, então o convidei para participar. Percebi que durante a oração ele chorava muito, após esse momento, o conduzi à capela do Santíssimo para que ele pudesse receber oração. Algum tempo depois, eu o encontrei totalmente diferente, estava feliz, cantando, dançando e convidando outras pessoas para participar daquele momento conosco”.

E por fim, com o sentimento de gratidão à Deus por tudo o que Ele realizou tanto em nós quanto nas pessoas que encontramos, a Missão foi encerrada com a celebração da Santa Missa.

por Camilo Martins.

<

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password