Jonas saindo do Peixe-min

Podemos fugir da vontade de Deus?

A partir da vida do profeta Jonas queremos propor uma reflexão sobre a realização da vontade de Deus e a sua aceitação.

Jonas fugiu da “face do Senhor”

O autor, ao descrever a fuga de Jonas do chamado profético, mostra até onde podemos ir quando não queremos fazer algo.

Jonas ouve a Deus pedindo para que ele vá para Nínive, mas toma a direção de Társis, fugindo da face do Senhor. A partir daí, Jonas faz um caminho de descida.

A palavra diz que ele “desceu para Jafa”, desceu a um porto e entra num navio, depois desce para o fundo da embarcação e dorme. Quando se inicia a tempestade, os marinheiros jogam-no no fundo do mar. Lá ele vai para o ventre de um grande peixe sem perspectiva de sair (Jn 1, 1-3).

O autor sagrado é muito sagaz quando escreve desta forma, pois quer passar a mensagem de que quando fugimos de Deus não há outro caminho a não ser o de descida e morte.

Podemos dizer que o profeta naufragou a sua alma, sua vida e missão. E ainda vivo, sem saber o que fazer, ele justamente encontra Aquele de quem tanto havia fugido.

Assista ao Primeiro Módulo do Estudo Bíblico do Livro de Jonas

“Jonas fez esta oração ao Senhor, seu Deus, do ventre do peixe: ‘Na minha aflição invoquei o Senhor, e Ele ouviu-me…” (Jn 2, 2-4).

Naquela “fossa”, Deus o esperava, fazendo-o logo depois, subir para a “terra firme”.

Nosso Deus nos espera

Nosso Deus é assim: nos espera sempre, e nós, como Jonas, fugimos de diversas maneiras, usando vários argumentos para esconder-nos da face deste Senhor. Ele porém, é único e vai nos esperar no ponto certo, vai nos encontrar.

E ao contrário da reação humana, Deus, quando nos encontra, nos pega e levanta-nos das profundezas; Ele não afunda mais quem está na lama.

Ah, o nosso Deus! Que capacidade Ele tem de realizar o ser humano plenamente e reerguê-lo de onde ele está. Ao contrário de nós que, quando vemos alguém lá na “raiz da montanhas”, fazemos questão de deixá-lo lá ou afundá-lo ainda mais.

Assista ao Segundo Módulo do Estudo Bíblico do Livro de Jonas

A iniciativa de fugir é de Jonas, a iniciativa de encontrar é de Deus.

Ao final podemos nos perguntar: por que fugir de um Deus tão bom? Por que evitar ver o Seu rosto? Temos medo da transformação de vida?

Cada um pode responder pessoalmente de que forma tem fugido de Deus, mas, é importante ter conhecimento de que, não importa o quão fundo você está, Ele estará lá para te tomar nos braços e erguer novamente.

<

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password