Devoção às Chagas e ao Sangue de Jesus e a Misericórdia Divina

“Carregou os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro para que, mortos aos nossos pecados, vivamos para a justiça. Por fim, por suas chagas fomos curados” (1 Pedro 2,24).

 

Devoção ao Preciosíssimo Sangue

Julho é o mês dedicado ao Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo, Nosso Senhor e redentor. “Quereis conhecer o poder do Sangue de Cristo? Repara de onde começou a correr e de que fonte brotou”, disse São João Crisóstomo, grande propagador dessa devoção.

São João XXIII foi também devoto e propagador da devoção ao Sangue de Jesus. Inclusive, foi o santo papa que escreveu a Carta Apostólica “Inde a Primis”, sobre o culto do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor.

No documento, São João XXIII descreve o bonito caminho que foi trilhado nessa devoção:

“Mas também a devoção ao Preciosíssimo Sangue de Jesus, da qual foi propagador admirável no século passado o sacerdote romano s. Gaspar del Bufalo, teve o merecido consentimento e o favor desta Sé Apostólica. Com efeito, importa recordar que, por ordem de Bento XIV, foram compostos a missa e o ofício em honra do Sangue adorável do divino Salvador; e que Pio IX, em cumprimento de um voto feito em Gaeta, quis que a festa litúrgica fosse estendida à Igreja universal. Finalmente, foi Pio XI, de feliz memória, quem, em lembrança do 19° centenário da redenção, elevou a sobredita festa a rito duplo de primeira classe, a fim de que, pela acrescida solenidade litúrgica, mais intensa se tornasse a própria devoção, e mais copiosos se entornassem sobre os homens os frutos do Sangue redentor” (Inde a Primis, 7).

 

Devoção às Cinco Chagas de Cristo

A devoção às Cinco Chagas de Cristo está presente na tradição da Igreja desde os primeiros séculos, mas foi nos séculos XII e XIII que ela ganhou uma força especial.

Nesse período, os Cristãos passaram a meditar mais sobre a Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, com as incursões à Terra Santa.

São Bernardo de Claraval afirma sobre a devoção as Chagas: “Onde podem os fracos encontrar firme segurança e paz a não ser nas chagas do Salvador?”.

As Cinco Chagas de Cristo consistem em: Suas mãos e pés pregados na Cruz e Seu lado aberto, de onde jorraram sangue e água.

Fazer memória

Na Vigília Pascal, quando o Padre coloca os 5 grãos de incenso no Círio Pascal, a Igreja toda é convidada e fazer memória das 5 chagas de Cristo.

Quando rezamos o Santo terço, cada um dos 5 Pai Nossos, são em memória das Cinco Chagas do Senhor.

Uma grande divulgadora da devoção às 5 chagas de Jesus foi Santa Gertrudes. Em uma de suas visões, o próprio Jesus lhe falou:

Percebe com quanta glória Eu te apareço agora. De igual maneira te aparecerei à hora de morreres; cobrirei todas as manchas dos teus pecados e também as daqueles que saudarem as minhas chagas com a mesma devoção”.

As Cinco Chagas de Cristo são uma grande devoção da Igreja. Pensar no sofrimento de Nosso Senhor por amor a cada um de nós, Sua entrega definitiva em expiação por nossos pecados nos faz desejar a santidade e unir nossos sofrimentos aos dEle.

As Cinco Chagas e a Misericórdia

A devoção às Cinco Chagas de Cristo tem uma forte ligação com a devoção à Divina Misericórdia. Foi por Suas chagas que fomos salvos, pelas Suas feridas fomos libertados.

Foi do lado aberto de Cristo que jorrou sangue e água, fonte de misericórdia para a humanidade.

O lado aberto de Jesus nos mostra sua infinita misericórdia, que tudo derramou por amor a nós, e contemplar suas 5 chagas nos faz ver com profundidade a imensidão dessa misericórdia que toca nossas vidas.

Papa Francisco e as Cinco Chagas

O Papa Francisco, é um devoto fervoroso das 5 chagas de Cristo e da fonte de misericórdia que brota do coração de Jesus. O Santo Padre nos exorta:

“Não se esqueçam disto: olhem para o crucifixo, mas para dentro dele. Existe a linda devoção de rezar um Pai-nosso para cada uma das cinco chagas: enquanto rezamos esse Pai-nosso, procuramos ir entrando pelas feridas de Jesus até bem profundamente no Seu coração. E lá conheceremos a grande sabedoria do mistério de Cristo, a grande sabedoria da cruz”.

Pedimos que, pela misericórdia de Deus, sejam perdoados todos os nossos pecados.

Terço das Cinco Chagas de Jesus Cristo

Sinal da Cruz
Creio.

Oh! Jesus, Divino Redentor, tende Misericórdia de nós e do mundo inteiro.

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.

Graça, Misericórdia, Meu Jesus; nos perigos presentes, cobri-nos com Vosso preciosíssimo Sangue.

Eterno Pai, tende Misericórdia de nós, pelo Sangue de Jesus Cristo, Vosso Filho Unigênito, tende Misericórdia de nós, Vos suplicamos. Amém.

Contas grandes:

Eterno Pai, eu Vos ofereço as santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo para curar as de nossas almas.

Contas pequenas:

Meu Jesus, perdão e misericórdia: Pelos méritos de Vossas Santas Chagas.

Terminando o rosário, deve-se rezar três vezes:

Eterno Pai, eu Vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo para curar as de nossas almas. Amém.

Curados pelo Sangue de Jesus

 

Para bem celebrarmos este mês dedicado ao Preciosíssimo Sangue de Jesus, a missionária Eveline Barbosa realizará uma série de lives no perfil oficial da Aliança de Misericórdia no Instagram.

Nas segundas-feiras de julho às 20h, Eveline receberá outros irmãos para partilhas e momentos de oração, clamando pela cura do corpo e da alma, pelo poder do Sangue Redentor de Jesus. Participe conosco!

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password