Congresso de Artes – Dom de anunciar através da beleza

músicos oram de mãos dadas

“O artista vive uma relação peculiar com a beleza. Num sentido muito real pode dizer-se que a beleza é a vocação à que o Criador o chama com o dom do talento artístico.” (São João Paulo II)

O mundo precisa Beleza

Nos dias 29 e 30 de setembro aconteceu o Congresso de Artes que abordou o tema “Tornai vossas vidas lugares de beleza“, inspirado em dos temas preferidos de Bento XVI.

Cada palestra reforçava aos artistas que compareceram a importância de transmitir esperança e vida através de sua arte.

Foi um evento de muita alegria e comunhão dos corações, renovando no coração de cada artista presente, o desejo de continuar nesta bela missão de evangelizar com a arte.

Uma jovem que esteve presente no Congresso compartilhou em suas redes sociais alguns pontos muito importantes abordados no evento, e nos baseando nesta percepção individual queremos propor certas reflexões.

Reflexo de Deus

As obras artísticas são um pouco da expressão do que estamos vivendo, a maneira como enxergamos o mundo. Se alguém tem uma visão positiva, trágica, ou melancólica, isto ficará refletido. Imagine se a vida do artista fosse permeada de Deus?

Ele é o Grande Artista, que criou o universo e a nós com harmonia e beleza impressionantes, é a fonte de inspiração para mostrar ao mundo que a vida vale a pena. A vida de cada um é uma obra de arte e tem sua mensagem para o mundo.

Somos belos, tudo em nós reflete a Beleza de Deus. Transmiti-la, eis a missão!

O maior desafio para um artista é se fazer entender, ainda mais um artista para Deus que deve estar sempre inquieto com a pergunta: “Como transmitir a Palavra do Reino através da minha arte?“.

O primeiro passo é examinar-se e ver se há coerência entre a sua vida e aquilo que prega, ou expressa. Você acredita realmente na canção que canta, na coreografia de louvor, na mensagem de esperança que interpreta?

Se isso for sua base, então, haverá beleza, pois é ela que frutifica a alegria no coração de quem vê a sua apresentação.

Discernir o que é bom

Logo depois ficará fácil separar o que bom do que mau; nem toda expressão artística é de bom gosto, vale aqui uma regra de ouro: tudo me é permitido, mas nem tudo me convém.

Acredite, a arte sacra tem o poder de transformar profundamente a vida de alguém e por isso mesmo, é necessário agir com muita seriedade. Por fim, é importante como terceiro passo, desenvolver o dom que você recebeu de Deus.

Sabe fotografar, pintar, desenhar, dançar, cantar, interpretar? Então faça-o multiplicar, aplique-se no seu desenvolvimento para que seja transmissor de beleza, consolo e esperança. O talento é dado por Deus para o serviço do próximo e não é para ficar enterrado num canto.

Quer aprofundar um pouco mais sobre a beleza da arte no mundo e na Igreja?

Texto do Papa Bento XVI, sobre Arte e Oração

Livro, O Espírito da Música, Papa Bento XVI – Sobre a música litúrgica

Documentário da BBC – “Por que a Beleza importa?” do filósofo Roger Scruton

Todo grande artista molda a arte a sua imagem e semelhança de Deus.”

Com informações do texto de Isabela Cambiati Oliveira

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password