• Uma Palavra do Fundador a todos os que nos ajudaram

    Uma Palavra do Fundador a todos os que nos ajudaram

Acompanhemos as palavras do fundador, padre João Henrique, que traz para nós um testemunho fruto da generosidade de todos os que nos ajudaram.

O “Sim” de cada um gera a vida

Queridos e queridas,

Só o Senhor sabe o quanto é fecundo o bem que brota do seu coração.
Milhares de irmãos são cuidados a cada dia apesar de nossa pobreza, graças a sua ajuda e dedicação com esta obra.

O milagre da Providência Divina nos concede de distribuir milhões de refeições por ano, de atender tantas crianças e irmãos abandonados, de levar o pão da Palavra que alimenta, cura e salva dezena de milhões de irmãos.

Hoje queria apenas agradecer, juntamente com o Pe. Antonello com as palavras de um destes nossos pequenos que foi restaurado graças ao seu sim, nesta obra Aliança de Misericórdia.

Fui tratado como filho pródigo

“Em uma época em que eu estava despojado de toda a minha esperança de viver, estava em situação de rua, usava crack, estava distante de minha família e pensava que morreria daquela forma. Neste tempo conheci a Casa Restaura-me.

Em toda minha vida eu jamais pude imaginar que pudesse existir uma expressão tão grande de amor e cuidado de um ser humano para outro.

Eu tinha abrigo, roupas novas, cuidados médicos, e toda atenção que precisava. Fui tratado como o filho pródigo, e vivi de uma forma plena o amor e a misericórdia de Deus.

Das muitas boas experiências que tive, destaco o quanto foi importante ter feito catequese e primeira comunhão, auxiliado pela missionária Clélia e também de ter participado ativamente do Thalita Kum Missão.

Fui durante toda a semana ao C.D.P. de Pinheiros e pude até pregar em uma de nossas visitas. Foi um tempo muito especial em minha vida.

Hoje moro aqui em Belo Horizonte e Deus me agraciou em ter permitido que eu encontrasse irmãos da Aliança aqui. Tenho sido abençoado ter contato com pessoas fantásticas como missionário Josuel.

Hoje estou casado, voltei a ser um pai para meu filho, voltei a ser um filho para minha mãe.

Renato Mendonça Aoyama”

Os abençoo de coração,

Padre João Henrique

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password