Vista da Igreja de São Marcos em Zeitoun

Saiba onde fica o lugar onde milhares de pessoas viram a Virgem Maria

É praticamente impossível saber de todas as aparições marianas que aconteceram ao redor do mundo, porém vale a pena trazer ao conhecimento dos fiéis algumas com sinais marcantes.

Um milagre no seio da Igreja Ortodoxa

Vista da Igreja de São Marcos em Zeitoun
Vista da Igreja de São Marcos em Zeitoun.

Queremos falar hoje das aparições de Nossa Senhora em Zeitoun, no Cairo (Egito) entre os anos de 1968 e 1970. Por que ela é tão diferente?

Primeiro porque este título é reconhecido pela Igreja Ortodoxa. Como alguns sabem a igreja ortodoxa tem uma doutrina semelhante da igreja romana, mas não segue o mesmo modo de governança, ou seja, ela não está sob a administração da Sé de Roma na pessoa do Papa.

Tal separação aconteceu em 1054 depois de várias divergências doutrinais e políticas, todavia há grande correspondência de dons espirituais entre as duas igrejas.

À época dos eventos marianos no Egito, a Igreja Católica não investigou o fato por entender que a igreja estava sob a jurisdição da igreja ortodoxa e por este motivo boa parte dos católicos ocidentais desconhecem tal aparição.Pode interessar: Como saber se uma aparição de Maria é autêntica

O evento

Maria apareceu na cúpula da igreja copta de São Marcos pela primeira vez no dia 2 de abril de 1968 por volta das 20h30 e desde então era vista pelo menos 3 vezes na semana no mesmo local por três anos. Milhares de pessoas testemunharam o fenômenos e pela primeira vez cristãos, muçulmanos e judeus rezaram juntos.

Foto de Nossa Senhora sobre a cúpula da igreja-Zeitoun
Foto de Nossa Senhora sobre a cúpula da igreja-Zeitoun.

Em árabe Zeitoun significa olivas, por isso associam a aparição ao diálogo de Paz entre os povos.

Segundo a Tradição neste lugar Maria, José e Jesus se refugiaram por cinco anos para se esconder da fúria do rei Herodes. Ao longo do tempo no local da casa da Sagrada Família, foram construídas diversas capelas em forma de memorial; eram erguidas, e destruídas ao longo do tempo.

Foi então que um empresário, Tawfiq Khalil Bey, no ano de 1924 planejou a construção de um edifício naquele lugar, mas Maria em sonho lhe dirigiu uma mensagem dizendo que honraria o local se construísse uma igreja lá. Anos se passaram e finalmente Maria cumpriu sua promessa.

Uma jovem na cúpula

A primeira testemunha se chamava Faruk Nohammend Ata, um operário, relatou que a princípio viu uma jovem que ele acreditava ter seus 17 anos, na cúpula da igreja e pensou que ela queria de matar. Ela vestia uma vestido branco e convidava-o a ficar de joelhos e rezar.

Ele testemunhou no dia seguinte ao ocorrido que estava curado de uma gangrena. A partir daí Nossa Senhora não cessou de aparecer e se deixar contemplar. Vários relataram que viam uma nuvem branca que aos poucos se transformava na Virgem Maria, outros a viam na cúpula ajoelhada e voltada para a cruz em forma de adoração, sempre cercada de forte luminosidade. Às vezes ela abençoava a multidão.

A duração das aparições variavam de minutos a horas em especial no dia 8 de junho de 1968, Nossa Senhora foi vista das 21h às 4h30 da madrugada. Ela nunca transmitiu nenhuma mensagem; andava ao redor da cúpula e saudava a multidão.

Outros sinais como presença de pombas brancas, forte luminosidade das estrelas, suave odor de incenso, cruzes luminosas também estavam presentes. A imagem é muito parecida com a da Imaculada Conceição vista pela vidente Catherine Labouré na França.

Vários repórteres de diversas agências internacionais registraram as imagens com máquinas profissionais e até uma emissora de TV fez uma cobertura ao vivo.

Quer visitar Zeitun? Saiba mais detalhes da Peregrinação da Aliança de Misericórdia

Veracidade

Kyrillos VI, o patriarca ortodoxo, criou uma comissão cujo objetivo era conduzir pesquisas sobre as aparições. Alguns dos membros da comissão descreveram uma fumaça perfumada de cor roxa que saía da igreja durante as aparições desta mulher envolvida em uma esfera de luz, que podia ser observada por todos os presentes, cristãos e muçulmanos.

Investigações oficiais foram levadas a cabo, e como resultado foi considerado um fato inegável: a Virgem Maria tem aparecido na Igreja Católica Ortodoxa Copta de Zeitun em um corpo luminoso, claro e com feições definidas, visto na parte frontal (do templo) por todos os presentes da igreja, seja cristãos ou muçulmanos ” – Relatório do Departamento Geral de Informações de Zeitun, Egito 1968.

Pessoas atônitas observa a aparição de Nossa Senhora em Zeitoun.

Grupos de muçulmanos que assistiam às aparições cantavam do Alcorão: “Maria, Deus te escolheu. E purificou-te; Ele escolheu-te acima de todas as mulheres“.

Muitas outras pessoas foram curadas fisicamente de modo milagroso; tudo comprovado por médicos e cientistas. Certo dia centenas de pessoas viram Maria descer da cúpula da igreja, fazer o sinal da cruz nos olhos de uma mulher cega e ela ficar completamente curada.

O presidente egípcio na época também foi ao local e testemunhou a veracidade dos fatos, católicos e protestantes também. A polícia fez uma varredura num raio de 15 km em busca de projetores que poderiam estar provocando estas imagens, mas nada encontraram.

Por que não ganhou projeção no Ocidente?

O mundo ocidental estava ocupado acompanhando a Guerra do Vietnã e o escândalo Watergate do presidente americano Richard Nixon e não se preocupava com outros fatos.

Na época o Egito havia amargado uma derrota contra Israel depois da Guerra dos Seis dias. Além disso, o país enfrentava um grave conflito religioso entre cristãos de várias denominações e muçulmanos; as casas de todos os cristãos eram marcadas com uma cruz vermelha, como um sinal de que ali havia inimigos a serem massacrados.

Nesse contexto de desolação para os cristãos, a Mãe de Deus começou a aparecer para milhares de pessoas na terra das pirâmides em uma igreja copta construída para relembrar a provável passagem da Sagrada Família por aquela região quando em fuga de Herodes.

As aparições da Virgem em Zeitun foram as maiores de todos os tempos em número de testemunhas, mais de 1 milhão de pessoas. Até hoje não há paralelo na história das aparições que se possa comparar às aparições no Egito.

Nossa Senhora conseguiu pacificar dois povos quase em guerra sem a necessidade de nenhuma mensagem específica, bastou a sua presença para que tanto muçulmanos quanto cristãos observassem que aquilo que aparentemente os separava, se vista sob a ótica do amor era justamente o que os unia, a fé.

Com informações de Universo Católico

<

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password