Como saber se uma aparição de Maria é verdadeira?

Entenda um pouco como a Igreja vê e avalia as revelações marianas ao longo da história.

A Prudência da Igreja

A Igreja, como mãe amorosa, usa de prudência quando o assunto é a vida de fé de seus filhos. Nos referimos às revelações particulares dos santos e de Nossa Senhora.

A Igreja definiu, no Concílio de Trento (1545-1563), que o bispo local poderia julgar a autenticidade de uma aparição mariana. Ele deverá reconhecer se o teor da mensagem está de acordo com a fé e moral da doutrina católica.

Ele também pode incentivar a devoção dos fiéis no local sem precisar de uma aprovação da Santa Sé. O que não impede de o bispo solicitar o reconhecimento do Vaticano para que o local se torne digno de peregrinações e concedendo a coroação da imagem ou presenteando com a rosa de ouro.

Estão documentadas mais de 2 mil aparições marianas e a primeira data do ano 40 em Saragoza na Espanha, ao Apóstolo Tiago Maior. Naquela ocasião Maria ganhou o título de Nossa Senhora do Pilar, padroeira da Espanha.

Por que Maria aparece?

Todas as mensagens das aparições marianas, em sua maioria, giram em torno dos mesmo assuntos: a Virgem pede a conversão dos costumes e a reparação das ofensas cometidas contra o Seu Filho Jesus. Não é uma revelação!

Saiba mais: Conheça alguns locais santos e faça uma experiência inesquecível. Faça a sua Peregrinação conosco!

A Revelação já aconteceu com Jesus. Quando Maria aparece aos videntes ela quer enriquecer e incentivar a prática do Evangelho para a maior glória de Deus. Mas, e quando há segredos? Estes casos não são referentes a algo que não foi mostrado por Jesus como se aquilo fosse completar algo inacabado.

Os segredos geralmente dizem sobre fatos da história que são mostrados somente aos videntes e que devem ser comunicados num tempo determinado para a maior edificação da Igreja.

Há diferença entre as revelações; existem as visões que são ordem mais interior e espiritual e as aparições que incluem experiência sensoriais e físicas.

As aparições reconhecidas pela Santa Sé estão:

·  Virgem de Guadalupe, no México (fato ocorrido em 1531);

·  Lezajsk, Polônia (1578);

·  Nossa Senhora de Siluva, na Lituânia (1608);

·  Virgem da Medalha Milagrosa na França (1830);

·  Nossa Senhora de Sión em Roma, Itália (1842);

·  Virgem de La Salette, França (1846);

·  Lourdes, França (1858);

·  Nossa Senhora de Gietzwald na Polônia (1877);

·  Virgem de Fátima, Portugal (1917);

·  Mãe do Mundo de Kibeho, Rwanda (1981)

·  Le Laus, França (1664);

·  Rue du Bac, França (1830);

·  Banneaux, Bélgica (1933);

·  Beauraing, Bélgica (1932);

·  Filippsdorf, República Tcheca (1866);

·  Pointman, França (1871).

Para conferir mais profundamente a história de cada uma acesse o site Miracle Hunter que compilou todas a aparições e mensagens de Maria ao longo destes séculos.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password