Padre Robert Simon-o padre voador-min

Conheça história do padre voador da França

Um padre fora do comum que para ajudar os mais necessitados da sua paróquia não exitou em colocar suas habilidades à serviço.

O “Padre Voador”

Apelidado de “o padre voador Saône”, Padre Robert Simon tinha encontrado uma forma original, mas arriscada, para coletar subsídios para a reconstrução de sua igreja e ajudar os pobres: mergulhos de altas rochas para atrair as multidões.

O padre mergulhador
Foto de um de seus muitos mergulhos.

Entre os anos de 1947-1963, muitas pessoas puderam vê-lo saltar de trampolins ou de altas rochas. Ao pular de uma altura de 35 m, um mergulhador atinge a velocidade de 100 km/h; qualquer erro pode ser fatal. Na época, Padre Robert se saía muito bem, ao colocar seu talento à serviço da Igreja.

Surpreendentemente ele aprendeu sozinho. Ao longo de sua vida realizou mais de 110 mergulhos, enfrentando até mesmo as críticas dos seus colegas de sacerdócio.

O primeiro mergulho

Seu primeiro mergulho foi no dia 15 de agosto de 1947. Com o intuito de reformar a igreja da aldeia de Saône, ele pulou de 35 m, do topo de uma torre de madeira montada sobre uma rocha, o equivalente a um edifício de 13 andares.

A multidão acorreu para ver aquele feito; todos estavam apreensivos. Ele revelou que estava impressionado com a altura, mas não com medo; pediu a ajuda de Santa Terezinha e pulou. Um mergulho foi perfeito!

Graças aos mergulhos, ele pode, além de reformar a capela, construir um abrigo para os pobres e para crianças. Verdadeiramente um talento colocado à serviço do Reino de Deus.

Dar a vida por amor

Em cada mergulho, ele arriscava a vida. Por vezes os tempo estava chuvoso, com vento, ele levava seu equipamento e com a ajuda dos jovens, erguia a torre e pulava.

Cada vez arrisca sua vida, mas adora mergulhar e, convencido de que o faz para Deus e para beneficiar quem precisa, e “graças ao apoio de Santa Teresa”, ele conserva energia e coragem. “Os mergulhadores estão sozinhos consigo mesmos, eu não estou sozinho, todo mergulho é um ato de amor”.

Pe. Simon fez o seu último salto em 22 de agosto de 1988, ele saltou 15 m, aos 75 anos! Ao longo de sua trajetória conheceu diversos mergulhadores famosos e fez escola por onde passava. Faleceu no dia 14 agosto de 2000.

Em 2013, o mergulho em penhasco virou modalidade esportiva pela Federação Internacional de Natação, com um série de restrições e regras de segurança. Na época, Padre Simon correu grande risco, porém, nada sofreu: “Isto não é prova de que Deus me apoia?”

Segundo fonte de Aleteia/França

<

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password