“Então, Tobias levantou-se do leito e disse a Sara: “Levanta-te, minha irmã”! Oremos a nosso Senhor para que tenha compaixão de nós e nos salve”. (Tobias 8,4 ss)

Quando um casal de noivos marca a data do seu casamento a primeira coisa que deveriam pensar, além da Igreja, padrinhos é reservar um dia ou final de semana para rezarem e fazer um retiro espiritual.

Momento especial, preparação especial

O período de preparação para o casamento exige muito dos noivos, mas, muitos se perdem na busca pela perfeição da festa e da cerimônia, tantos detalhes e coisas para fazer que não dedicam tempo para rezarem juntos.

Como seria lindo se os casais de noivos se retirassem alguns dias antes do matrimônio para rezarem e ouvir Deus. Esse é um gesto de abandono, no outro e em Deus, confiar que Ele cuida de tudo.

Uma semana antes do meu casamento, o Ricardo e eu tivemos a coragem de deixar tudo e irmos para um retiro com a nossa comunidade de vida.

Mas exatamente no sábado que antecedia a data, mais uma vez paramos para fazer um retiro espiritual, conduzido por outro casal da Aliança.

Era de manhã e passamos meio dia dentro de uma capela num eremitério. Rezamos, partilhamos e fizemos a celebração da Palavra.

O momento mais especial para nós foi o ato penitencial, nos foi pedido para escrever numa folha individualmente os atos que tivemos no passado e no namoro, que pudessem prejudicar nosso matrimônio no futuro.

A hora da verdade

Então, escrevi todas as lembranças que vinham na minha mente, coloquei ali tudo o que poderia causar danos ao meu casamento e assim meu noivo também o fez.

Quando terminamos, nos foi pedido para trocar os papéis, confesso que tremi, porque tinha algumas coisas das quais ainda sentia vergonha.

Assim fizemos e lemos a folha um do outro.

Após esse momento ficamos a sós na presença de Jesus, não houve críticas e nem remorsos, perdoamo-nos, confirmamos nosso amor e decidimos seguir em frente no chamado de ser família.

Essa dinâmica era para que pudéssemos chegar ao altar sem nenhum segredo com o outro e deixar ali diante do sacrário todo o passado para iniciar uma nova vida juntos.

Quando terminamos, a sensação foi de liberdade e de experimentar a Misericórdia de Deus em nossas vidas! Esse momento fez a diferença no dia do nosso casamento, estávamos leves, puros e prontos para assumir o matrimônio.

Outra coisa especial foi à oportunidade de nos confessarmos antes da cerimônia, eu ali dentro do carro vestida de noiva me confessando, realmente estávamos fazendo a experiência da Misericórdia de Deus em nossas vidas!

Patrícia Elias Viola
Jornalista e Missionária da Comunidade de Vida

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password