fbpx
  • Cristiano Ronaldo, o filho que foi indesejado

    Cristiano Ronaldo, o filho que foi indesejado

Dá para imaginar como seria o futebol sem Cristiano Ronaldo? Seria bem diferente se sua mãe, Dolores Aveiro, tivesse levado até o fim o desejo de abortar a criança. Graças a um médico, sua decisão mudou o rumo da história.

“Ele será a alegria da casa”

Em livro autobiográfico lançado em maio deste ano, Dolores Aveiro revela como foi difícil sustentar a família numa realidade de grande pobreza.

Em 1985, aos 30 anos ela descobriu que estava grávida do terceiro filho. Angustiou-se pois, além da pobreza, Dolores sofria muito com o alcoolismo do marido.

Foi ao médico solicitar o aborto mas, de forma iluminada, ele lhe disse: “Nem pensar! A senhora tem apenas 30 anos de idade e não há qualquer motivo físico para que não possa ter este bebê! Vai ver que ele será a alegria da casa”.

Ainda assim Dolores tentou o aborto através de um chá, que não fez nenhum efeito. Convenceu-se então de que aquele filho deveria nascer. “É o filho que Deus me obrigou a ter”, disse ela.

Em entrevista ao site gospel prime, ela diz que escreveu o livro para que as mães não desistam de seus filhos.

“Por isso, quero aconselhar as mulheres a não fazerem isso, porque nunca se sabe o filho que vai ter. Acho que sou a ‘mulher coragem’, e quero dizer a todas as mulheres que lutem. As coisas mais valiosas que temos na vida são nossos filhos”.

Curiosidades sobre Cristiano Ronaldo

Quando uma criança vem ao mundo, se diz que com ela nasce também a esperança, pois ela carrega expectativas e sonhos, e suas escolhas podem trazer o bem.

Cristiano Ronaldo, hoje com 33 anos, alçou voôs incríveis e chegou onde muitos sonham chegar; cinco vezes eleito o melhor jogador do mundo, o maior artilheiro da Champions League e o maior artilheiro do Real Madrid, seu atual clube.

Os médicos do seu clube dizem que ele é uma raridade biológica, pois seu fisíco vai melhorando com o passar do tempo.

Além disso, tem o aspecto do seu modo de ser. Numa pesquisa feita por um jornal italiano ele foi considerado o jogador mais caridoso do mundo. Entre suas ações está a doação das premiações dos torneios dos quais participa para associações que cuidam de crianças.

Outra coisa que pouca gente sabe é que Cristiano Ronaldo não tem tatuagens porque tem o hábito de doar sangue.

Uma vida que pode mudar a história do mundo. Certamente Cristiano Ronaldo inspira milhares de crianças, mas isso não seria possível se lá atrás sua mãe não tivesse dito sim ao dom de mais um filho.

 Fontes:

Noticias Gospel Prime

Leia mais:

Motivos para você dizer não ao aborto

0 Comments

    Leave a Comment

    dezenove − um =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password

    %d blogueiros gostam disto: