fbpx

Festa das Tendas | Sede misericordiosos como o Pai é misericordioso

A segunda pregação do domingo foi ministrada mais uma vez pelo Pe. João Henrique, um dos fundadores da Aliança de Misericórdia, e teve por tema: “Sede misericordiosos como o Pai é misericordioso”.

Confira como foi a primeira pregação do Pe. João Henrique na Festa das Tendas 2021

O Evangelho é simples!

Sede misericordiosos - Pe. João HenriqueFalando sobre os primeiros entendimentos da fundação do Movimento, Pe. Henrique se lembra de quando esteve em Guadalupe, no México, numa missão.

“Toda hora livre eu ia lá na Catedral, no Santuário de Guadalupe. Quando meditava sobre esse chamado que Maria fez para um pequenino que nem era batizado, Juan Diego, que a chamava de “filhinha minha”, eu senti que Deus estava chamando os pequenos. Para converter a Igreja, Deus precisa dos pequenos! Daqueles que muitas vezes na Igreja, nós descartamos. O Evangelho é simples, nós que complicamos muito as coisas”, recordou o sacerdote.

Relembrando do envio missionário feito por Jesus e o Seu “Ide”, Pe. João Henrique também recorda o chamado da Aliança que nasceu para os pequeninos, como o Ir. Nivaldo da Cruz, primeiro missionário da Aliança, que era assaltante, vivia na drogadição, mas que uma vez encontrado e ‘misericordiado’, se tornou agente de misericórdia para tantos.

Digo sim à vida!

No início da pregação, Pe. João Henrique pediu para que o ministério cantasse a música “Digo sim à vida”, oração musicada escrita pela Ir. Maria Paola do Cordeiro Imolado, que junto com ele e com o Pe. Antonello, deu início à Obra Aliança de Misericórdia.

O sacerdote contou que na noite de sábado, foi convidado por algumas missionária da Canção Nova para um jantar, e essas pediram que ele falasse sobre a Maria Paola. Pe. Henrique então diz que, nesta pregação, Maria Paola está com ele, pois ele crê firmemente na comunhão dos santos e que aqueles que já estão na glória de Deus, nos acordam, como irmãos nossos que são, para vivermos já aqui na terra, um “tira-gosto da eternidade, pois se temos a eternidade, significa que não começa depois, senão não é eternidade. Agora! Já! Já é hora de acordar!”, comentou.

“‘Digo sim à vida’ é o canto do sim de Maria Paola na hora do câncer, na hora que como jovem melhor, Deus a chamou para a vida que não passa”, explicou o fundador. “A enfermidade não é a desgraça, mas uma oportunidade de santificação”, reforçou relembrando do ‘sim’ que a Maria Paola deu à vida, mesmo em seu momento mais difícil.

Oportunidade de encontro

Sede misericordiosos - Pe. João Henrique Falando aos telespectadores, Pe. João Henrique disse que “toda dificuldade na vida é uma oportunidade de encontrar-te com a vontade de um Deus que é amor e que em todas as circunstâncias te acolhe com coração de Pai misericordioso!”.

“Neste tempo, nós estamos nos convidando, como Aliança, a um caminho de conversão, de arrependimento, de purificação, de entrega total a Deus. E o que é conversão? É a alegria de dizer sim para a vida!”, lembrando do Direcionamento que todo o Movimento está vivendo neste ano de 2021.

“Eu estou apaixonado por este Carisma, eu estou apaixonado pela misericórdia, pois vi mortos ressuscitando, vi pessoas que já não tinham mais nenhuma esperança, que reencontraram não só uma esperança, mas uma alegria transbordante de poder fazer da própria vida, um dom de amor para os outros”, confessou o fundador que cada vez mais se apaixona por aquele que foi o chamado de Deus para si, para os irmãos que com ele começaram este Movimento e para todos os que hoje também dizem sim para o Senhor, para a santidade.

“Qualquer que seja a sua situação neste momento, Deus quer te encher de misericórdia”, disse com esperança, Pe. João Henrique.

Maria Paola do Cordeiro Imolado

Ainda falando sobre a Maria Paola, recordando o modo como ela disse “sim à vida”, instante após instante, o sacerdote lembrou de uma experiência onde a Consagrada, já enferma, pegou o dinheiro de sua terapia, e deu para uma jovem traficante pagar o preço que a cobravam para que sobrevivesse e tivesse liberdade. Mesmo enferma, Maria Paola não deixou de ser uma apaixonada pela vida, não só pela sua vida, mas pela vida de todos os homens e mulheres.

“Maria Paola era apaixonada pela vida. Ela vivia intensamente cada momento. Era bióloga, amava a dança, apaixonada pela música. Ela desejava ardentemente poder levar a misericórdia de Deus para todos os pequeninos, que encontramos nas favelas, nas calçadas, em todos os lugares”, recordou com gratidão e emoção.

Não existem pessoas más!

Depois de contar algumas outras experiências de Maria Paola, em especial no leito de morte, onde ela fez questão de dizer: “Deus é bom, Deus é misericórdia”, Pe. João Henrique, emocionado, diz: “eu sempre digo e creio: não existem pessoas más, existem pessoas que não fizeram a experiência da misericórdia e por isso não sabem usar de misericórdia com os outros. Mas quem é misericordiado por Deus, não consegue não ser misericordioso com os outros”.

Sede misericordiosos

“Sede perfeitos como o Pai do céu é perfeito(…) Mas essa perfeição não é um perfeccionismo (…) É outra perfeição da qual fala o Senhor. É a perfeição do amor, do amor para os inimigos, de um amor que não faz distinção de pessoas, é um amor que não julga conforme as aparências, um amor que sabe como o Pai do Céu faz, olhando para o coração das pessoas”, lembrou Pe. João Henrique meditando a Palavra com o pedido feito pelo próprio Jesus.

“Acredite: sempre tem jeito! Deus nunca desiste de ti. Deus nunca desiste de amar-te, pois você é precioso para ele (…) não sei quanto tempo você tem de vida, mas diga ‘sim à vida. Não perca tempo. Lembre-se que você só leva para a eternidade aquilo que você soube partilhar com quem sofre”, concluiu, se dirigindo a todos os que assistem.

Conheça o testemunho da Ir. Maria Paola do Cordeiro Imolado, fundadora do Movimento Aliança de Misericórdia:

Continue acompanhando a Festa das Tendas e compartilhando em suas redes sociais com as hashtags #festadastendas2021 e #pentecostesdemisericordia

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password