Festa das Tendas | O Evangelho é anunciado aos pobres

Show Danúbia MJO sábado da Festa das Tendas foi cheio de momentos de oração, pregação, adoração: um verdadeiro Pentecostes de Misericórdia! Mas claro, não faltaria um bonito show musical para completar a programação. Dessa vez, o show ficou por conta da consagrada Danúbia do Menino Jesus, que recentemente lançou o EP “Saudade”. E sobre esse momento, ela nos conta:

Chegar a esse evento, que diz tanto a nossa Comunidade, com esse tema de um Pentecostes de Misericórdia, que é uma promessa que a gente aguarda de Deus já há tanto tempo, é um presente muito grande poder compor todo esse movimentos com o show que fizemos ontem O que pulsava no meu coração era de fato poder contribuir, fazer parte desse clamor de misericórdia. Através da arte, do dom que Deus deu a mim e dos que estavam no show comigo, poder pedir a Deus que esse pentecostes de perdão, de graça, de misericórdia pudesse acontecer através das canções. Canções que foram trabalhadas, pedidas em oração, canções que o próprio ES fez brotar no meu coração e no coração de outros irmãos. E foi assim que aconteceu. Foi uma graça muito grande, apesar de todo o nervosismo que dá, um pouco de medo. Mas eu sinto que o Senhor estava presente, que a Virgem Maria estava presente à frente de tudo, do começo ao fim.

Anúncio aos pobres

O evangelho é anunciado aos pobresA primeira pregação do domingo, foi ministrada pelo Pe. Rodrigo Elias e pelo prof. Rafael Brito, com o tema “O Evangelho é anunciado aos pobres”.

Com a palavra fundante da Aliança de Misericórdia (cf Lucas 4, 18-20), Pe. Rodrigo deu início à pregação. “Que com essa Palavra, você peça a Deus para alargar a Tenda do teu coração”, convidou o sacerdote.

Já com um instante de clamor, o padre ministrou a graça do Espírito sobre os que acompanhavam a pregação, pedindo um renovo “sobre os ossos secos da nossa Igreja”.

“Hoje eu vim apenas para agradecer, porque em meio à pandemia, as pessoas sumiram. Se não fossem vocês, eu morreria. Obrigado pelo café com pão…”, lembrou o Pe. Rodrigo do testemunho de um irmão em situação de rua. “É sensacional quando os pobres nos abençoem”, concluiu.

Sejamos esperança!

“O Senhor está nos levantando como anjos, para a pobreza do mundo de hoje, para sermos esperança!”, disse Padre Rodrigo, ao lembrar da missão que Deus tem para cada um de nós neste tempo que tantos têm vivido o luto. “Mas o avivamento iniciará no Brasil”, bradou com sua alegria tão característica.

“É tempo de lágrimas nos olhos, fogo nas mãos e quebrantamento de coração”, concluiu o sacerdote.

O Espírito está sobre mim!

Voltando à passagem base da pregação, o Prof. Rafael Brito contextualiza o momento em que Jesus proclama “o Espírito do Senhor está sobre mim”, lembrando que foi logo após o tempo no deserto, indo também para um tempo de consolação em sua terra, no carinho de Sua Santíssima Mãe.

“O Evangelho é anunciado aos pobres, mas só tem efeito na vida daqueles que têm a capacidade de se curvarem pelo ‘vento’, perante ‘Deus’, como os pobres; como Jesus diz a Nicodemos: ‘o vento sopra onde quer!’“. lembrou o professor fazendo um paralelo entre João Batista e os pobres material e espiritualmente que são o foco principal da missão da Aliança de Misericórdia.

A pobreza

O evangelho é anunciado aos pobres“Ser pobre é a essência da nossa vida, é o que aconteceu quando nós nascemos: não tínhamos roupa, não tínhamos dinheiro, não tínhamos nada!”, recordou.

“O verdadeiro pobre não é ninguém que está na rua, nas casas de acolhida ou em nossas casas. O maior pobre é o Nosso Senhor que, não olhando a sua condição divina, se esvaziou de si mesmo, para se entregar por cada um de nós”, lembrou, mencionando Jesus como aquele que se esvaziou de si mesmo (cf. Filipenses 2), mesmo sendo Deus, para nos dar a salvação, pra nos dar a nossa herança.

“Só quem é pobre volta pra casa, só quem tem necessidade e saudade do Pai (…) portanto, Jesus está nos dizendo, que o anúncio do Evangelho é para aqueles que querem voltar pra casa”, exortou Rafael.

“Nunca foi sobre aparência, nunca foi sobre posses. Sempre foi sobre você!”, lembrando de São João Batista que não tinha aparência, não se vestia com panos finos, mas tinha Deus, era o “maior dos nascidos de mulher”.

Mensagem de esperança

“E nós temos uma mensagem de esperança pra você: Jesus desceu dos mais altos Céus, deixou tudo o que tinha, deixou sua condição de Deus, para encontrar você e quando já não tinha mais jeito, Ele se entregou, Ele buscou a nossa morte e a Sua morte foi sinal de vida para nós“, bradou com esperança, o professor.

“Todos os dias, no seio da Trindade, onde Deus é em si mesmo e em si mesmo se basta, você que tem sofrido por tribulações, Esse Pai das Misericórdias diz: eu te esperei, eu queria te dar um abraço. Eu não estou nem aí para a Sua condição, eu só quero um abraço”, ministrou.

O Pai te espera!

“O Evangelho é esse anúncio de Jesus que desce à Terra e diz: volta pra casa!”, concluiu Rafael de Brito.

“Você pode até ter fugido por suas fragilidades, mas hoje a misericórdia alcança nossa pobreza pra nos sustentar, porque o coração desse ‘Bom Samaritano’ é movido por compaixão, pois sofre com aqueles que sofrem”, disse o Pe. Rodrigo, fazendo menção ao evangelho desse domingo, convidando os espectadores pra mais um momento de forte oração de encontro com o Senhor.

Conheça os “Adoradores da Divina Misericórdia”, homens e mulheres que se colocam em adoração pela Igreja, pela Aliança e pelos pecadores:

Continue acompanhando e postando suas fotos e vídeos com as hashtags #festadastendas2021 e #pentecostesdemisericordia

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password