fbpx

Dois anos de vida nova: o feliz testemunho de quem foi resgatado pela misericórdia!

Estamos nos preparando para a Festa da Misericórdia e celebrar esse dia é celebrar a vida nova, como aconteceu com o senhor Justino, que há dois anos foi resgatado da Lixeira de Maputo (MZ), junto com o senhor Manuel, ganhando uma nova vida, cheia de alegria e dignidade.

A missionária e enfermeira Rosana, que viveu a experiência de acompanhar esse “nascimento” deles, é responsável pelo projeto social da Aliança de Misericórdia em Moçambique e relatou essa linda transformação. Cheia de emoção, ela testemunhou a infinita misericórdia de Deus.

“Eu nasci pra Deus no dia que Ele me tirou do lixo. Ele veio no lixo, me encontrou no lixo e me tirou”

 

“Em 9 de abril de 2019 conseguimos tirar da lixeira aqui de Maputo dois vovôs: ‘papá’ Manuel, que viveu 17 anos no local e ‘papá’ Justino, que viveu por 10 anos lá.

Os dois não andavam e não têm família. Viviam numa situação muito difícil. Cuidamos deles por dois meses lá dentro. Levamos refeições, roupas, eu fazia curativos neles… Momentos fortes que tocaram meu coração.

Eles foram alimentados pelos catadores de lixo por muito tempo, porque não conseguiam procurar o próprio alimento.

Então, no dia 9 de abril de 2019, conseguimos tirar eles de lá. Nesse dia, os jovens do TK fizeram bolo, biscoito, levaram refresco, e fizemos uma despedida deles da lixeira. Esse foi o único pedido do ‘papá’ Manuel, para que ele pudesse oferecer aos catadores de lixo algum alimento, porque por muito tempo foram eles que os alimentaram.

E foi uma grande festa.

Nós conseguimos na época uma vaga para eles na Casa da Alegria, que é a casa das Irmãs da Caridade, aqui perto. Foram duas irmãs conosco para poderem buscá-los, inclusive a Ir. Joselinda, a superiora local, e foi um Pentecostes.

“chegou o dia que os dois anjos brancos vieram me tirar daqui”

O Pe. Henrique estava aqui nesse dia e ele foi comigo, junto com alguns jovens do TK também. O padre orou com todo o povo, os catadores de lixo cantaram e glorificaram a Deus. Os vovôs nasceram naquele dia.

‘Papá’ Justino dizia que sonhava muito que dois anjos brancos iriam buscar ele daquele lugar, e achava que era no dia da sua morte. Mas, nesse dia que as duas Irmãs da Caridade estiveram na Lixeira conosco, e a roupinha (hábito) delas é branca, ele disse: “chegou o dia que os dois anjos brancos vieram me tirar daqui”. Foi muito forte. Todo mundo chorou!

Rezamos bastante e fomos com eles até à Casa da Alegria. Tomaram banho, fizeram a barba, cortaram o cabelo. Se sentaram à mesa. Na Lixeira, eles estavam sempre no chão, olhando para cima, pra quem dava as coisas pra eles. Nesse dia, puderam sentar-se à mesa, olhando à frente, pra nós e tomaram uma sopa quente. Foi o dia da dignidade, do nascimento deles, no dia 9 de abril.

O ‘papa’ Manuel faleceu no mesmo ano, dia 1 de junho. 

O ‘papá’ Justino está bem e com muita saúde. Ele fala que o Centro Paraiso é a casa dele. Me chama de mãe. Ontem estive na Casa da Alegria pra visitar ele e me disse: ‘Mamá, amanhã é o dia que o seu bebê completa 2 anos’. Ele tem seus mais de 60 anos, mas se considera um bebê de 2 anos.

Uma experiência muito bonita de misericórdia e amor”.

Hoje, dia 9, o senhor Justino foi ao Centro Paraíso, onde fizeram uma homenagem pra ele.

“Eu pedi à Irmã para poder levá-lo no Centro Paraíso, e a gente fez uma homenagem pra ele. Rezamos, passamos umas fotografias do dia que ele saiu da Lixeira.

Ele deu o testemunho pra todas as ‘mamás’ e aos outros missionários que não o conheciam. Em suas palavras me emocionei muito, porque disse assim:

‘Hoje é o dia do meu nascimento, porque eu nasci pra Deus no dia que Ele me tirou do lixo. Ele veio no lixo, me encontrou no lixo e me tirou’”.

Acesse nosso Instagram para ver as fotos

Saiba mais da missão da Aliança em Moçambique:

Jovens do Thalita Kum

TK em Moçambique, experiência de vida nova

Projetos de Bioconstrução em Moçambique

Experiência com os pobres em Moçambique

A luta para tirar as “mães do lixo”, em Moçambique

 

Você pode ajudar a missão em Moçambique, pelo Pix: 31.873.566/0001-51.
Ao fazer a sua contribuição, pedimos que envie o comprovante para o número de WhatsApp: +258 87 714 7938 – Missionária Aline Emanuela.

0 Comments

    Leave a Comment

    4 × dois =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password