Bioconstrução – Aliança em Moçambique inaugura cozinha comunitária

Partilhamos juntos este momento de celebração da inauguração da Cozinha São Filipe Neri, como fruto de anos de sonhos, de batalhas e de fé, pois, acreditar no que não se vê, acaba-se correndo o risco de realizá-lo”.

Bioconstrução – Cozinha Comunitária São Felipe Neri

Com essas palavras, Rosana Fernandes iniciou seu discurso por ocasião da inauguração da cozinha comunitária (26/05), construída com tecnologia de bioconstrução, na Aldeia da Massaca (distrito de Boane – Moçambique), onde a Aliança de Misericórdia também mantém uma unidade de atendimento com o projeto “Eu Prefiro o Paraíso”.

A cozinha será utilizada para a preparação das refeições das crianças da Escolinha Comunitária dos Pequenos Libombos, e faz parte de um projeto maior, que compreenderá ainda outros espaços, como uma loja comunitária e uma sala polivalente.

Parcerias

Na ocasião da inauguração, estiveram presentes os responsáveis pelo projeto e pela missão local da Aliança, Rosana Fernandes e Jean Tiago, respectivamente, além de algumas autoridades locais e representantes de empresas que estão contribuindo na realização desta iniciativa. Sendo eles:

O secretário do Bairro de Hulene B, Alfredo Matsinhe; o secretário da Massaca, Américo Vilanculos; o diretor Distrital de Educação, Sr Castigo Daniel; o responsável da Plataforma Makobo, Ruy Santos; o engenheiro civil e representante da Edimade Construtora, Sr. Joaquim; e a engenheira ambiental e representante da Coca-Cola, Jennifer Jamal.

Primeiros passos em Moçambique

Foi justamente nessa região, que os primeiros missionários da Aliança se estabeleceram em 2017. Ali, foram acolhidos pela comunidade local e, diante da realidade visível, com inúmeras dificuldades, iniciaram algumas ações junto à Escolinha dos Pequenos Libombos, sendo, a princípio, o apoio alimentar e nutricional às crianças.

Saiba mais sobre a atuação da Aliança em Moçambique: Expressão de Misericórdia em Moçambique

Logo depois, a fraternidade dos missionários se mudou para Maputo, capital do país. Mas, o comprometimento com as pessoas da região continuou, na certeza de ser um povo confiado ao carisma da Misericórdia. Por isso, a inauguração da cozinha representa mais que uma obra concluída, e sim um sinal da presença de Deus e de Suas promessas sendo cumpridas.

“Desde 2017 que a Aliança de Misericórdia já havia feito um pedido e colocado no coração de Jesus: o desejo de perseverar junto ao povo que o Senhor nos confiou no preparo da terra, no semear e, se possível, poder ver as primeiras colheitas do suor deitado. Esta bioconstrução, hoje é fruto visível desse sonho. (…) Caminhamos juntos para a construção de um futuro próximo diferente, com melhores oportunidades para os pequeninos”.

Construção

Na bioconstrução, foram utilizadas pedras recolhidas na comunidade da Massaca e garrafas PET retiradas na lixeira de Hulene B (Maputo), local fonte de sustento para inúmeras famílias em Moçambique, e também provenientes da Coca-Cola, que aceitou o desafio e se comprometeu com o projeto de sustentabilidade, através da reciclagem.

Mulheres da Aldeia da Massaca enchendo as garrafas para a construção da cozinha
Obra da cozinha comunitária pouco antes da inauguração

Geração de oportunidades

Todos trabalharam comunitariamente para que a cozinha chegasse à conclusão. Foram 8 meses de construção, que gerou inclusão econômica e social, aprendizado e formação profissional dos beneficiários.

“As comunidades dos Pequenos Libombos e de Hulene B se uniram para a realização deste sonho. E mais, se apropriaram da iniciativa, fato que nos leva a concluir com êxito o intuito de tudo isso”, ressaltou Rosana, durante inauguração.

A obra foi liderada pela construtora Edimade, onde três jovens de Hulene B, que trabalhavam na lixeira, tiveram a oportunidade de se integraram à equipe de construção, aceitando o desafio como “Jovens Aprendizes”.

Jovem aprendiz durante a construção da cozinha comunitária

Plataforma Makobo

A Plataforma Makobo tem sido um “braço forte” para a Aliança, nos apoiando nas ações na Aldeia da Massaca e Hulene B. O responsável pela plataforma, Ruy Santos, testemunhou em suas redes, após o evento:

“Hoje é o dia em que inauguramos a Cozinha Comunitária São Filipe Neri, na comunidade dos Pequenos Libombos, Distrito de Boane, Província de Maputo. Uma pretensão antiga da Comunidade, que a Aliança de Misericórdia Moçambique – MZ, através do Projecto “EU PREFIRO O PARAÍSO”, dedicação e compromisso da Irmã Rosana Miranda Fernandes, e enorme apoio e generosidade da EDIMADE, e da Coca-Cola Beverages África – Moçambique, tornaram possível.

Mas, esta não é uma cozinha qualquer. É uma obra construída com participação de duas comunidades distintas e distantes uma da outra. A comunidade de Hulene B, na Cidade de Maputo, participou com as Garrafas PET, recolhidas na Lixeira de Hulene, e a Comunidade da Massaca, participou com as pedras que caracterizam a paisagem local. Não é só incrível, é também possível construirmos sonhos em conjunto”.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password