fbpx

Aliança recebe Selo de Direitos Humanos e Diversidade

A Aliança de Misericórdia recebeu o Selo de Direitos Humanos e Diversidade, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo (SMDHC), em reconhecimento às ações realizadas com a população em situação de rua e/ou grande vulnerabilidade social, em especial pela importante campanha que buscou minimizar os impactos causados pela pandemia da Covid-19. Campanha essa que ainda continua e tem extensão às famílias carentes, atendidas pelos projetos da Aliança na capital paulista, e em outros estados do país.

Período de extrema necessidade

Em São Paulo, durante o período mais crítico da pandemia, somente os serviços essenciais funcionaram, e os nossos projetos foram categorizados dessa maneira, atendendo à população mais vulnerável, que aumentou nesse período.

Lara Nascimento, Analista de Captação de Recursos da Associação Aliança de Misericórdia, comentou sobre este momento de ação emergencial e as medidas tomadas:

“A preocupação maior era com a mortalidade da população em situação de rua, na cidade de São Paulo, que atualmente, segundo o Mapa da Desigualdade (2019), atinge o número de mais de 24 mil pessoas. Sem as atividades econômicas em normalidade, a capital paulista, após decretar quarentena, muitas pessoas em situação de rua estavam passando fome. Relatos informaram a profissionais e voluntários da Aliança que existiam homens, mulheres e crianças há mais de três dias sem alimentação”.

Este cenário de calamidade se estendeu a bairros carentes, como o Parque de Taipas, Jd. Rincão, Jd. Botuquara e favela do Moinho (Campos Elíseos), onde a Aliança também mantém atividades. Agimos prontamente para auxiliar essas famílias.

“Devido a essa realidade, demos início à campanha de ação emergencial Covid-19”. O objetivo era arrecadar o maior número de doações de alimentos, itens de higiene, cestas básicas, cobertores, itens pessoais, para amenizar a fome, o frio, e demais necessidades da população em situação de rua, bem como as famílias atendidas. Ante a duração contínua dessa situação pandêmica, a ação emergencial tornou-se uma campanha anual, tendo continuidade no ano de 2021 com a arrecadação de alimentos, máscaras, cestas básicas, fornecimento de gás, entre outras doações”, concluiu a analista.

Veja aqui também: Desafios para ajudar os que mais precisam durante a pandemia

Os números dessa campanha (desde março de 2020), você confere a seguir:

  • + de 50 toneladas de alimentos;
  • 12.000 mil cestas básicas;
  • 6.300 mil máscaras;
  • 10.890 mil cobertores;
  • 9.500 mil kits de higiene;
  • 256.790 mil refeições;
  • Mais de 485 pessoas saíram das ruas;
  • Mais de 3.000 famílias beneficiadas.

Ponte de Misericórdia e fonte de esperança

A Coordenadora de Captação de Recursos, Cristiane Araújo, que gerencia a campanha, avaliou as ações como sendo uma expressão de “ponte de misericórdia”, tornando-se fonte de esperança para muitos:

“Essa campanha tem ajudado muitas famílias em situação de vulnerabilidade social. Famílias que não tinham nada para comer. Famílias com pessoas doentes, desempregadas…

Além da ajuda material, auxiliamos dentro dos nossos projetos e com os missionários da Aliança de Misericórdia. É realmente uma ajuda com importância extrema. Tantos foram os agradecimentos que recebemos por isso, porque essas famílias não viam como resolver essa situação sozinhos.

Me tocou muito quando um pai de família recebeu uma cesta e, ao abrir, viu que tinha até proteína. Esse pai chorou e disse: ‘Nossa! Até mistura eu vou poder dar agora par minha família’.

Sinto que estamos sendo mesmo uma expressão de amor e caridade. Aqueles que conseguem, nos auxiliam a ajudar os que estão passando por necessidades, como uma verdadeira ponte de misericórdia. Vamos continuar, porque precisamos prestar esse auxílio a quem tanto precisa!”.

O Selo de Direitos Humanos para a Aliança

Esse selo reconhece a séria e importante atuação da Aliança durante esse período, deixando ainda mais em evidência, o trabalho diário e incansável que, há mais de 20 anos, realiza para a restauração integral do homem, perpassando pelo resgate da dignidade e acesso aos direitos básicos de todo ser humano.

Esse impactante trabalho, e o reconhecimento pelo Selo de Direitos Humanos e Diversidade, só é possível porque, junto a nós, inúmeras outras pessoas e empresas somam forças e meios para que as oportunidades cheguem aos atendidos.

Veja também: Aliança é certificada com Selo A pelo Instituo Doar

Agradecimentos

Um dos atendidos com a campanha foi o João, que teve a oportunidade de sair das ruas durante esse tempo. Veja o testemunho dele: “Na minha vida ninguém teve esperança e confiança em mim a este ponto, e ver que há pessoas que, mesmo em meio a pandemia nos ajudam, que têm esperança em cada um de nós, me dá força de ser uma pessoa melhor. E o meu desejo de ser transformado se renova e a esperança em mim brota com mais força, pois existem pessoas que acreditam em mim e na minha mudança de vida!”.

Por isso, agradecemos a todos que acreditam em nossa missão e na capacidade de realizá-la com profissionalismo, dedicação e honestidade. Bem maior, agradecemos aos que promovem boas práticas, sonhando conosco, um mundo melhor.

Leia também sobre a atuação da Aliança, que contribui com a meta mundial de erradicação da Pobreza

0 Comments

    Leave a Comment

    cinco × cinco =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password