Um olhar que aquece – presença missionária nas ruas de São Paulo-SP

Nas últimas semanas com dias frios a capital paulista chegou a marcar temperaturas de 8°C, um frio ‘congelante’ para quem não está acostumado com temperaturas tão baixas. Com esse frio todo, as pessoas em situação de rua são atingidos com a falta de cobertores, agasalhos e alimentos quentes.

Ir ao encontro

Muitos grupos têm se mobilizado com ações para amenizar esse sofrimento. Inclusive nós, com membros da comunidade de vida e aliança, que tem feito missões noturnas na região da Cracolândia. Durante as abordagens, os missionários fazem as doações, conversam e rezam por eles.

Um dos atendidos na noite do dia 26 agosto, disse à missionária: “Irmã, obrigado. Vocês trouxeram cobertores, chocolate quente, lanche. Tudo isso é bom e tem muitos outros que fazem isso, até rezam também. Porém, quando vocês vêm aqui, parece que nós somos olhados por Deus individualmente, pois além de orar juntos, vocês oram individualmente por nós.

É como se Deus descesse aqui na Cracolândia e falasse pra mim: “filho, amo você exatamente como você é“. Após isso, disse que estava ali há três meses, mas que naquele momento iria voltar pra casa, pois foi visitado por Deus”.

Ser humano

Para Roberta, missionária consagrada da Aliança, a experiência de ir às ruas é uma oportunidade de se humanizar ainda mais, olhando para os outros com o mesmo olhar que sente-se vista por Deus: olhar de misericórdia.

Com essa experiência me torno mais humana, mais simples. Sinto que Deus coloca ainda mais em meu coração o dom da compaixão. Olho para eles, que estão em situações de trevas, de tantos vícios, e os vejo com um olhar de misericórdia e esperança.

Olho-os diferente porque antes Deus me olha diferente. Levamos cobertores, lanches, chocolate quente…. mas, sobretudo, nos disponibilizamos a ir e ficar com eles, ainda que um tempo. Ao mesmo tempo que eles são tocados eu também sou por esse amor de Deus, que me torna mais humana”, relatou a missionária.

Ajude, Doe!

Cobertores, roupas de frio e demais peças de vestuário.

Leve sua doação nos endereços:

Casa Restaura-me
Rua Monsenhor de Andrade, 746- Brás

Escritório Administrativo
Rua Avanhandava, 616 – Bela Vista

Igreja Nossa Senhora da Boa Morte
Rua do Carmo, 202 – Centro

Centro de Evangelização
Rua Nilo Bruzzi, 31 – Jd. Botuquara

Faça um Depósito de qualquer valor:

Associação Aliança de Misericórdia
04.186.468.0005-05
Banco Bradesco 237
Agência 3137-2
C/C 8637-1

Outras ações

O Vicariato do Povo de Rua tem feito atendimento diário à essa população, desde o início da pandemia. Como Aliança de Misericórdia, todas as sextas-feiras, junto com a Fraternidade O Caminho, entregamos 600 marmitex na região da Cracolândia.

Entrega de alimentos na região central de SP

Com o decreto da quarentena, em março, os comércios fecharam e, num primeiro momento, muitos grupos que iam às ruas para doar alimentos pararam de ir, por medidas de segurança.

Vendo essa situação, a missionária Kelly Ribeiro (missionária de aliança), junto com sua família, que participam do Movimento, sentiram um forte apelo a estarem ativos nesse tempo, tomando todos os cuidados, mas não deixando de atender os mais necessitados.

Partindo disso, começaram uma ação na região central de São Paulo, com a ajuda de outros membros, amigos e familiares.

Quando começou a quarentena, ficamos trancados em casa. Mas, nos incomodamos muito, porque eu tinha que sair pra trabalhar mas voltava pro conforto da minha casa.

Ao ver os comércios fechados, comecei a pensar nas pessoas que estavam nas ruas, que poderia estar bem mais difícil para elas conseguirem alimentos. Junto com a fraternidade que fazemos referência, nos organizamos para atender os irmãos. Com a ajuda de amigos e familiares, a providência começou a chegar e em março já fizemos a primeira ação, com entrega de chocolate quente e bolacha, no Pátio do Colégio”.

Indo ao encontro deles, com uma fila grande que se formava, os voluntários sentiram o drama que estavam vivendo, e que muitos ali estavam sem comer comida há dias.Viram aí a necessidade de oferecer mais um pouco. A providência começou a chegar e na semana seguinte conseguiram fazer 180 marmitex para doação.

Leia também: Missão de Rua – o tesouro escondido

“Uns se aproximavam da gente e dizia: ‘estou há dois dias sem comer’. Crianças com febre e fome, também dizendo ‘tia, quero comer’.

Tinha mais ou menos 200 pessoas na fila, e não conseguimos atender a todos. O que mais nos doía era ver o alimento acabando e pessoas na fila sem ter o que receber”, relatou Kelly, após a primeira evangelização no período da pandemia.

Parceria com o supermercado Hirota

Depois de uns dias com essas atividades, o supermercado Hirota fez uma campanha social  para distribuir 350 marmitex diariamente às pessoas em situação de rua, contando com a nossa ajuda para distribuição. Graças a isso, atendemos também as pessoas na região da praça da Sé.

Agora, outros grupos já voltaram a ajudar nessas regiões centrais, por isso, as atividades da Aliança têm se concentrado na região da Cracolândia, também com a ajuda de demais comunidades e grupos da Arquidiocese.

Saiba mais como ajudar. Entre em contato com nossa secretaria de Evangelização: (11) 93036-2174.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password