O tesouro escondido nas ruas de SP – experiências da Missão de Rua

De 04 a 08 de setembro, aconteceu no centro de São Paulo, a ‘Missão de Rua’, realizada anualmente pelos jovens do discipulado – 1º ano de formação missionária da Aliança.

O nosso carisma nasceu, sobretudo, em favor dos mais necessitados, dos pobres e excluídos. Como dizem os nossos fundadores: “os pobres são os nossos mestres”.

Essa experiência missionária é de muita valia, para que, já no início da formação, os jovens missionários façam a experiência de uma pobreza radical e de uma total dependência dos cuidados de Deus, que jamais nos abandona.

À exemplo do Mestre

Nesses dias em que passamos nas ruas e praças do centro da cidade, saímos de casa apenas com a roupa que tínhamos no corpo, sem qualquer quantia de dinheiro e nenhuma provisão de alimento.

Pobres na forma externa, mas, acima de tudo, em busca da pobreza interior, a fim de revivermos de forma profunda a experiência do Cristo que fazia exatamente isso.

Jesus saia peregrinando pelas ruas, curando a uns, libertando a outros, sem qualquer preocupação externa, totalmente dependente da providência do Pai, desejoso apenas de levar o Seu amor aos filhos perdidos e abandonados.

Experiência de abandono em Deus

Deste modo, nos dividimos em três grupos na região central de São Paulo e saímos para evangelizar. Comemos daquilo que nos chegava ou daquilo que pedíamos em estabelecimentos, e que muitas vezes não era fácil conseguir.

Dormimos em diferentes pontos, com alguns papelões que dividíamos pelo grupo. Foram dias com bastante chuva e frio, bem desafiadores, mas suportamos tudo para sentirmos ‘na pele’ aquilo que os moradores de rua sentem constantemente.

Experiências que contagiam

Além da presença integral dos jovens da formação, alguns missionários com mais tempo dentro do Movimento também passaram por lá, experimentando desse tempo conosco, bem como missionários e religiosos de outras comunidades e congregações, que partilharam suas próprias experiências, despertando em nós um desejo ainda maior pela missão.

Cada pessoa é um tesouro para Jesus

Uma experiência muito interessante que fizemos foi a do ‘caça ao tesouro’, uma dinâmica de evangelização ainda nova na Aliança, mas que deu muitos frutos, mesmo na simplicidade de cada missionário. Assim, pudemos encontrar muitos tesouros andando pelas ruas do centro, pessoas que através de nossa aproximação, se sentiram muito amadas por Jesus.

O mais bonito da missão, foi o fato de não termos alcançado somente os pobres à nível material. Apesar deles serem nosso maior objetivo, acabamos também por evangelizar muitas outras pessoas que passavam pelo centro da cidade e que, de modo imprevisto, eram abordadas pelos missionários, que lhes ofereciam uma oração e uma palavra sobre Deus.

Testemunho

Terminamos com uma experiência feita na conhecida região da ‘Cracolância’, um lugar sempre mais difícil de se evangelizar, devido a organização cada vez mais estruturada do tráfico de drogas.

Numa das visitas, um dos grupos conseguiu falar com um rapaz, que de maneira muito simples permitiu que rezassem por ele. Então, durante a oração carismática, o jovem caiu no repouso e depois de alguns minutos levantou muito apavorado pensando ter ‘apagado’ pela droga ou por ter apanhado da polícia.

De fato, ele não tinha compreensão do que tinha acontecido e chorava muito, arrependido dos seus erros, do seu vício e querendo recomeçar uma nova vida. Ele dizia: “Eu vi meu pai, mas não era meu pai biológico, era sim aquele Senhor de barba e cabelos brancos que sempre anda com vocês missionários”.

A semente do Reino

Após a oração, saiu correndo, muito tocado por aquilo que tinha visto e sentido. Entendemos que ele viu a Deus Pai e embora não saibamos o que aconteceu com ele depois, voltamos com a certeza de que uma semente de vida foi plantada no seu coração, não por nós, mais pela presença viva de Jesus que nos acompanhou em cada momento.

Louvamos muito a Deus por essa experiência e dizemos com toda alegria: “Eis-nos aqui, Senhor, envia-nos”.

Missionários Danilo Rasera e Lisandra Moreira
Coordenadores da Missão de Rua

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password