fbpx

Só amamos aquilo que conhecemos | O estudo das Sagradas Escrituras

Foto: @gift_habeshaw-unplash.

‘’Só amamos aquilo que conhecemos’’ (Santo Agostinho).

A Revelação

A palavra de Deus é fundamental para a nossa vida como cristão, pois todos os dias as dias ela vem falar ao nosso coração e transformar a vida daqueles que se abrem o coração para escutar aquele que sempre vem ao nosso encontro. Somos então convidados a uma transformação de vida com aquele que fala a nós como um amigo.

“Aprouve a Deus, na sua bondade e sabedoria, revelar-se a si mesmo e dar a conhecer o mistério da sua vontade (cf. Ef 1,9), mediante o qual os homens, por meio de Cristo, Verbo encarnado, têm acesso ao Espírito Santo no Pai e se tornam participantes da natureza divina” (Dei Verbum – DV. 2).

Deus é amor

O ato de amar constitui a própria essência divina. E é justamente por “amor” que Deus cria, se revela e salva. Portanto, em virtude desta revelação, Deus fala aos homens como “amigos”, conversa com eles e os convida a participarem de sua comunhão.

Ao revelar-se, Deus quer tornar os homens capazes de conhecê-lo e de amá-lo. A finalidade e o fundamento da revelação é que o homem possa participar da “vida divina”, estar na mais profunda comunhão com Deus.

“O que os olhos não viram, os ouvidos não ouviram e o coração do homem não percebeu, tudo o que Deus preparou para os que o amam” (1Cor 2, 9).

Para a Igreja, a revelação divina atinge sua plenitude na pessoa de Jesus de Nazaré. Assim como nos testemunham os escritos neotestamentários, e a própria Igreja ao longo da história, em Jesus se cumpre as promessas messiânicas.

Saiba mais: Você conhece A Escola da Palavra, um dos pilares do carisma da Aliança?

A Verdade se revela

Ele é o Messias predito pelas Escrituras hebraicas. Sobre isso nos afirma o autor da Epístola aos Hebreus: “Muitas vezes e de modos diversos falou Deus, outrora, aos Pais pelos profetas; agora, nestes dias que são os últimos, falou-nos por meio do Filho” (Hb 1, 1-2). A Palavra anunciada por Jesus deveria agora ser transmitida pelos apóstolos

Nas Sagradas Escrituras, deve-se buscar a Verdade, não belas palavras. Toda Escritura Sagrada deve ser lida no espírito segundo qual foi escrita.

Nela devemos buscar mais a utilidade do que sutilezas linguísticas. Devemos ler os livros simples e piedosos com a mesma disposição com que lemos livros profundos e sublimes. O amor a verdade que faz o teólogo buscar respostas na Sagrada Escritura.

Pode interessar: Padre João Henrique indica 5 passos para viver a Palavra de Deus

Quem é o escritor da Bíblia

A Sagrada Escritura é, portanto, Palavra de Deus redigida sob a inspiração do Espírito de Deus. É neste sentido que dirá a Dei Verbum: “as coisas reveladas por Deus, que se encontram inscritas na Sagrada Escritura, foram inspiradas pelo Espírito Santo” (DV 11).

A Igreja professa que todos os livros contidos na Escritura foram redigidos sob a inspiração divina. Sejam eles pertencentes aos Antigo Testamento (Escrituras hebraicas), sejam do Novo Testamento. Em outras palavras, os livros bíblicos são considerados sagrados e canônicos, por terem Deus por autor.

Diz da Dei Verbum: “A Igreja teve sempre em grande veneração as divinas Escrituras, como fez como o próprio corpo do Senhor, não deixando jamais, sobretudo na Sagrada Liturgia, de se alimentar do pão da vida à mesa, quer da Palavra de Deus, quer do corpo de Cristo, e de distribuir aos fiéis” (DV 21).

Como diz o texto, as Escrituras têm um lugar de destaque na vida eclesial. É a escritura que alimenta a liturgia da Igreja, que alimenta a oração dos fiéis e que alimenta a pesquisa teológica.

Dicas

Sendo assim Deus sempre vem ao nosso encontro para revelar-se a nós e o que ele é amor sempre , pois quanto mais leio a palavra de Deus, mas nasce dentro de mim o desejo de amar a Deus e mais vou compreendendo aquilo que Ele vem falar para mim.

Lembrando porém que que a oração deve acompanhar a leitura das sagradas Escrituras, para que haja um diálogo entre Deus e o homem”(DV 25)

Dicas  para se aprofundar na Sagrada Escrituras.

  • sim todos os dias buscar ver se tenho dedicado um tempo para meditar a bíblia e dialogar com Deus naquilo que ele deseja falar para mim.
  • para leitura é importante escolher um lugar que me ajude a entrar e entender aquilo que eu estou lendo.

Para aqueles que querem fazer uma boa meditação da palavra diariamente entrando em dialogo com esse Amigo que todos os dias vem ao nosso encontro, sugerimos alguns livros que podem te ajudar.

“A Bíblia no meu dia a dia – Monsenhor Jonas Abib vai nos indicar um itinerário de leituras para aqueles que desejam começar a se aprofundar em um caminho com Deus; qual a ordem melhor para aqueles que são leigos no assunto.

“A Palavra de Vida” – aqui iremos ver como aconteceu a divisão dos livros da biblia, a linha do tempo em que foram escritos. Tratará também de explicar como aplicar os métodos de leitura (lectio divina e scruptatio).

Então, gostou do conteúdo? Então compartilhe em suas redes sociais e com seus amigos. Vamos semear a boa semente da Palavra!

Jaqueline Nunes, missionária de vida, formada em teologia pela Faculdade São Bento.

Bibliografia:

A Bíblia no meu dia-a-dia, Editora Canção nova;

A Palavra do dia , Cultor de livros;

A Palavra de vida, Ddm editora;

Dei Verbum – constituição dogmática sobre a revelação divina.

0 Comments

    Leave a Comment

    17 + 12 =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password