fbpx

São José e a Pureza

Hoje, dia 8 de dezembro, dia da Imaculada Conceição, encerramos o Ano de São José. Foi um bonito caminho que pudemos fazer com o Pai da Igreja neste ano.

Fomos convidados a contemplar a paternidade de José, sua virilidade e exemplo de masculinidade. A virtude da Justiça que é tão reconhecida no Pai da Igreja.

Pudemos rezar com São José por toda a Igreja e pelas famílias, aprendemos de São José o valor do trabalho e sua importância na nossa vida.

Como Aliança de Misericórdia, trilhamos um caminho meditando sobre vários aspectos a partir da vida de São José. Veja essas meditações clicando aqui.

Mas hoje, para finalizar esse ano, gostaríamos de te convidar a meditar sobre a Pureza de São José e sua escolha pela Virgindade Perpétua.

A opção pela Virgindade Perpétua

A pureza é uma das virtudes mais marcantes de São José, pois diferente do que o mundo moderno afirma, a pureza e a masculinidade, a castidade e a virilidade caminham lado a lado nesse justo e santo homem.

Por ser uma virtude tão importante é também uma virtude muito atacada. Há quem diga que José teve outros filhos com Nossa Senhora, há também quem diga que São José já era muito idoso quando se casou com Maria e por isso foi “possível manter a virgindade da mãe de Deus”.

Mas, a Igreja nos ensina algo muito diferente, diversas fontes históricas negam a possibilidade de São José ser um idoso e incapaz quando se casou.

São Jerônimo foi um dos primeiros santos a lutar em defesa de São José quando demonstrou que os chamados “irmãos de Jesus”, na verdade, eram parentes consanguíneos de segundo ou terceiro grau.

São Pedro Damião afirma sobre São José: “É fé da Igreja que aquele que fez as vezes de pai foi virgem também”.

O grande Teólogo São Tomás de Aquino também segue a mesma linha em conformidade com a Tradição da Igreja e afirma: “Se o Senhor quis encomendar ao [discípulo] virgem o cuidado da Virgem, sua Mãe, como teria convivido com seu esposo, se ele não tivesse sido sempre virgem?”.

Por tudo isso, é possível afirmar sem dúvidas, e com convicção que sim, São José foi Virgem até a morte, por amor a Deus e por uma escolha de sacrifício pessoal.

São José exemplo de Pureza

Grande é o valor de São José, sabemos que o homem é naturalmente inclinado ao casamento e à fecundidade, pois Deus nos fez assim, e por isso é sempre uma grande luta a vida celibatária, a escolha de se manter casto por amor ao Cristo.

A grandeza da vocação de São José, assim chamado à maior intimidade com Jesus e Maria, exigia dele uma tal perfeição na virtude, que não se pode conceber nele o mínimo deslize em matéria de virtude.

São José foi de fato um Santo de sétima morada, como diz Santa Teresa, pois só assim seria digno de conviver como Pai do Salvador e Esposo da Virgem Maria. São José era de fato um homem muito virtuoso e santo, o termo “justo” era então usado para descrever homens santos.

São José foi humilde e casto até o fim.  Com o auxílio da graça de Deus, que nunca o abandonou, foi capaz das mais altas contemplações e a mais ardente caridade.

Ele é muitas vezes retratado com um lírio nas mãos, símbolo da sua pureza e virgindade perpétua, e é por isso também conhecido como protetor daqueles que lutam para manter a castidade.

Oração a São José pela pureza

“Ó glorioso São José, Pai e protetor das Virgens, a cuja fiel proteção foram confiados Jesus Cristo, a própria inocência, e Maria, Virgem das Virgens; em nome de Jesus e de Maria, desse duplo tesouro que Vos foi tão caro, Vos suplico que me (nos) conserveis isento(s) de toda impureza, para que, com espírito puro e corpo casto, sempre sirva fielmente a Jesus e a Maria”.

Amém.

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password