fbpx

Santo Afonso e a Teologia Moral

Hoje se celebra o dia de Santo Afonso Maria de Ligório, um grande santo, pregador e confessor da história da Igreja, Doutor da Igreja e Patrono dos confessores.

Nascido numa família nobre de Nápoles, Santo Afonso teve uma carreira no direito antes de ser ordenado padre. Em 1762, foi nomeado bispo de Santa Agata de Godos. Foi canonizado em 1839 pelo Papa Gregório XVI. Em 1871, Pio IX proclamou-o Doutor da Igreja

Santo Afonso foi o fundador da Congregação dos Missionários Redentoristas, dedicada a trabalhar com os pobres, congregação que no Brasil é responsável pelos Santuários de Nossa Senhora Aparecida, no Vale do Paraíba e do Divino Pai Eterno, em Trindade, Goiás.

O santo do dia deixou uma grande herança espiritual em seus livros, como “As práticas de amor a Jesus Cristo”, “Glórias de Maria”, “O Caminho da Cruz”, além de diversos sermões, retiros etc.

Também foi o criador do livro intitulado “Introdução aos Católicos”, que serve como uma catequese para os recém-convertidos ao Catolicismo de sua época e essencial para qualquer católico nos dias de hoje.

E é claro, sua obra mais famosa, seu “Tratado de Teologia Moral”, que até hoje é uma grande referência para os Confessores da Igreja.

A Teologia Moral

Em seu “Tratado sobre a Teologia Moral”, Santo Afonso procura unificar os diversos pensamentos dos Doutores da Igreja, do Magistério, Tradição e da Palavra de Deus.

Na época em que foi escrita a Teologia Moral, os confessores encontravam uma grande dificuldade no sacramento da confissão, pois não existia nenhum tratado ou documento sobre o assunto e por vezes as opiniões eram muito divergentes.

Santo Afonso reuniu os ensinamentos dos santos, avaliou o comportamento humano e com a graça do Espírito Santo desenvolveu o tratado, que é uma grande referência até hoje.

Um aspecto importante da Teologia Moral de Santo Afonso é a misericórdia, apesar de tratar com muita seriedade sobre as questões morais, o certo e o errado e o pecado. O santo não cansava de falar da misericórdia de Deus.

Em sua época, vigoravam duas correntes de pensamento em relação à moral: a primeira extremamente restrita e rigorosa, que fechava as portas do céu para o coração humano, e a segunda, que ia pelo caminho oposto e relativizava o peso dos pecados e da culpa.

Santo Afonso, então, propõe um terceiro caminho, um equilíbrio entre as duas visões, um caminho que leve a sério essas questões importantes da moral, mas que abra as portas do céu que derramam a misericórdia divina no coração humano.

Todo o esforço de Santo Afonso Maria de Ligório foi para formar bons missionários, com uma base moral sólida, prontos para acolher o coração dos fiéis e conduzi-los para o céu.

 

Oração a Santo Afonso Maria de Ligório:

Privai-me de tudo, mas não me priveis de vós,
só abrigo em meu interior, o desejo de vosso amor.
Fostes vós primeiro que sem reservas me amastes
hoje eu quero responder, dando tudo o que sou.
Tudo vos deixo e renuncio a tudo por vós,
só vosso quero ser, entregar-me sem me arrepender.
Dai-me entender o que Vós de mim desejais,
só quero viver cumprindo vossa vontade.

Amém.

Santo Afonso de Ligório, rogai por nós.

 

0 Comments

    Leave a Comment

    12 + 11 =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password