fbpx

Muitos nomes, uma só mãe – Nossa Senhora de Schoenstatt

Muitos nomes, uma só mãe. Esse é o tema da série que preparamos para celebrar o mês de maio dedicado à Maria. Neste segundo episódio, vamos falar sobre Nossa Senhora de Schoenstatt. Acompanhe conosco.

O primeiro texto desta série você pode ler aqui: Muitos nomes, uma só mãe; Imaculada do Espírito Santo

Nossa Senhora de Schoenstatt

No dia 18 de outubro de 1914, o Padre José Kentenich fez uma conferência à Congregação Mariana do Seminário de Schoenstatt, na Alemanha, em que revelou uma ‘moção’ que Deus colocava em seu coração, de fazer um movimento Mariano, e levar Nossa Senhora a todo o mundo.

O Padre Kentenich afirmava que “Maria é companheira e colaboradora permanente de Cristo em toda a Obra da Redenção”.

A Congregação Mariana do Seminário de Schoenstatt viu no desejo do padre uma bonita iniciativa da própria Mãe de Deus.

Em 1915, adotaram o título de “Mãe Três Vezes Admirável”, que deram à imagem de Maria. Ela foi colocada na Capelinha de São Miguel e então começou um grande movimento devocional, acompanhado de milagres e curas.

Nossa Senhora de Schoenstatt
Nossa Senhora de Schoenstatt – Santuário de Nossa Senhora de Schoenstatt

Diz a tradição que, quem ia a Schoenstatt experimentava três graças: a graça do acolhimento, a graça da transformação interior e a graça de fecundidade e missão apostólicas.

Alguns dos congregados schoenstattianos entregaram-se de tal modo à devoção, que, nos campos de batalha da Primeira Guerra Mundial, chegaram a oferecer a sua vida como vítimas à Mãe Três Vezes Admirável.

Com o tempo, a devoção foi crescendo em campos de batalha, hospitais militares e eu toda a Alemanha.

A devoção chegou ao Brasil através dos imigrantes, e aqui se espalha de modo muito simples e bonito.

Hoje, é uma das devoções a Maria mais difundidas no país, com as famosas capelinhas que vão de casa em casa, de cidade em cidade mostrando o amor materno de Maria que vem nos visitar em nossa realidade.

Conheça a história

Padre Gustavo Hanna Crespo, ISch, reitor do Santuário Sião Jaraguá, em São Paulo, nos ajuda a meditar e refletir sobre o título e devoção à Mãe Rainha e vencedora três vezes admirável de Schoenstatt, também conhecida como “Mãe e Rainha” ou “Mãe Peregrina”.

 

 

Oração à Mãe e Rainha

“Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável. Mostra-Te Mãe na minha vida. Toma-me nos Teus braços, toda vez que sou frágil. Mostra-Te Rainha e faz do meu coração o Teu trono. Reina em tudo o que eu fizer. Eu Te coroo como Rainha dos meus empreendimentos, dos meus sonhos e dos meus esforços. Mostra-Te vencedora no meu dia a dia, esmagando a cabeça da serpente do mau, nas tentações que me afligem. Vence em mim o egoísmo, a falta de perdão, a impaciência, a falta de fé, de esperança e de amor. Tu és Três Vezes Admirável. Eu sou mil vezes miserável. Converte-me Mãe, para a glória de Teu Filho Jesus”.

Amém.

0 Comments

    Leave a Comment

    quatro × 3 =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password