fbpx

Jubileu da Misericórdia: 25 anos de graça derramada

Após 25 anos da consagração do milênio à Divina Misericórdia, pelo Papa João Paulo II, o Papa Francisco anunciou o Jubileu de 25 anos da Misericórdia, que acontecerá no ano de 2025, através de uma carta ao presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, Dom Rino Fisichella. O Papa Francisco reforçou a importância de vivermos bem esse tempo, colhendo os frutos espirituais, de conversão e de unidade.

Veja também: Onde a misericórdia de Deus te alcançou?

Na carta, o Santo Padre fez algumas bonitas observações que merecem destaque:

Agora, aproxima-se a meta dos primeiros vinte e cinco anos do século XXI, e somos chamados a realizar uma preparação que permita ao povo cristão viver o Ano Santo em todo o seu significado pastoral. Neste sentido, constituiu uma etapa significativa o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, que nos permitiu redescobrir toda a força e ternura do amor misericordioso do Pai a fim de, por nossa vez, sermos testemunhas do mesmo”.

Disse ainda: “Devemos manter acesa a chama da esperança que nos foi dada e fazer todo o possível para que cada um recupere a força e a certeza de olhar para o futuro com espírito aberto, coração confiante e mente clarividente”.

Peregrinos de Esperança

Nosso querido Papa escolheu o lema: Peregrinos de Esperança, para que possamos retomar a confiança e a esperança após esses tempos difíceis da pandemia, num sinal de renascimento de que tanto precisamos nesse momento.

2024 será um ano de preparação para o Jubileu

Em sua carta, o Papa afirmou se alegrar com o pensamento de poder dedicar o ano de 2024 à preparação do Jubileu, em uma grande “sinfonia de oração”. Ele disse:

“Um ano intenso de oração, em que os corações se abram para receber a abundância da graça, fazendo do «Pai Nosso» – a oração que Jesus nos ensinou – o programa de vida de todos os seus discípulos”.

Veja também: A Misericórdia no Antigo Testamento:

Nós, como Aliança de Misericórdia, que buscamos diariamente viver esse rico carisma da Misericórdia Divina, nos alegramos muito com a notícia do Jubileu. Desde já, nos preparamos, pois entendemos que a misericórdia do Pai nos alcança diariamente.

Somos chamados a, desde já, sermos testemunhas dessa misericórdia para todo o mundo, pois temos por carisma e missão testemunhar o amor misericordioso do Pai que transforma os pecadores em santos e testemunhas da sua misericórdia, resgatando a dignidade humana, moral e cultural de todos os que estão às margens da sociedade, em situação de exclusão social.

 

Fonte: Vatican News

 

Veja também: Santa Faustina e a Divina Misericórdia

Veja também: Misericórdia e Justiça: as duas faces do Cristo

0 Comments

    Leave a Comment

    vinte − dezenove =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password