fbpx

A pequena Via de Santa Teresinha

Santa Teresinha, doutora da Igreja e padroeira das missões, mesmo sendo uma jovem carmelita que nunca deixou o Carmelo e não escreveu grandes tratados teológicos. Mas, como isso é possível?

Através de uma espiritualidade simples, mas muito profunda, criada pela santa, chamada: a Pequena Via.

Esse foi o caminho que Santa Teresinha descobriu para chegar a Cristo e fazer parte da multidão de Santos Doutores, Ascetas, Mártires e Guerreiros do céu.

A Pequena Via

A Pequena Via consiste em Amar! Amar a Deus sobre todas as coisas e cada ser humano como se fosse Cristo.

E não é esse o mandamento que Deus nos deu? Não é esse o caminho de todos os Santos?

Sim, mas o que Santa Teresinha percebeu foi que ela sozinha não conseguiria, mas sim com uma confiança filial e se entregando ao Bom Deus. Ele mesmo a ajudaria a ser Santa, Ele mesmo a ajudaria a amar ao ponto de dar a vida!

Muito se engana quem pensa que a Pequena Via é um atalho à santidade, ou um caminho fácil. A Pequena Via exige de nós as virtudes heroicas assim como qualquer outro caminho de santificação.

Porém, ela conta com a humildade como companheira e o amor como meta. Para entrar na “Porta Estreita do Paraíso” (Mt 7,13) é necessário viver o amor de Cristo, aquele que entrega a própria vida.

 

Veja também: A alegria de Santa Teresinha do Menino Jesus

É necessário se abandonar

Teresinha sabia que sozinha não era capaz, ela estava perfeitamente ciente de suas fraquezas e dificuldades, e por isso entrega até isso nas mãos de Deus.

Reconhece Deus como um Pai amoroso, que deseja nossa santidade, e como uma pequena criança se coloca nos braços do Pai, e diz:

“Eu sou pequena demais para subir a rude escada da perfeição…Posso, apesar de minha pequenez, aspirar à santidade”

Nessa lógica de Santa Teresinha, qual seria o impulso do coração pequeno que deseja Deus, se não a plena confiança de que Ele me dará tudo o que eu preciso para me unir a Ele? De que Sua imensa misericórdia providenciará todas as coisas em minha vida?

Consciência da filiação Divina

Uma profunda humildade e completa confiança em Deus, assim como uma criança que pula sem medo sabendo que o Pai vai lhe pegar, e não a deixará cair. Esse é o caminho da Pequena Via.

Por isso, Santa Teresinha foi elevada ao título de Doutora da Igreja, pois resumiu de forma simples o segredo da santidade, o amor.

Veja também: 3 dicas de Santa Teresinha para acelerar no caminho de santidade

Padroeira das Missões

Por isso também ela é padroeira das missões, pois em seu desejo de amar a Deus, suportou humilhações e sofrimentos e quis sofrer até mais do que sofreu. Desejava ardentemente o martírio, dar a vida nas cruzadas, evangelizar todos os povos e, como não podia, rezava por cada um deles.

O Decreto Conciliar Ad Gentes, sobre a atividade missionária da Igreja, afirma: “A Igreja peregrina é, por sua natureza, missionária, visto que tem sua origem, segundo o desígnio de Deus Pai, na ‘missão’ do Filho e do Espírito Santo” (AG,6).

Santa Teresinha, mesmo vivendo no Carmelo, viveu sua identidade missionária, rezando pelas vocações e por todas as missões, não se cansando de viver o amor de forma radical nas pequenas coisas.

Coisas essas como, pequenas penitências do dia a dia, pequenos gestos de amor para as outras irmãs do Carmelo… e assim Santa Teresinha descobriu sua vocação missionária, como ela poderia ser mártir, evangelizadora, cruzada (quem participou das Cruzadas), freira e toda de Cristo, vivendo o amor:

“Ó Jesus, meu amor, minha vocação, encontrei-a afinal: Minha vocação é o amor!”.

Ela nos dá o exemplo através da Pequena Via, uma confiança infinita em Deus, humildade profunda e o amor manifesto nas pequenas coisas do dia a dia.

Santa Teresinha transformava o ordinário do dia a dia do Carmelo em extraordinário para Deus.

Peçamos a intercessão de Santa Teresinha para sermos fiéis a nossa vocação e ao chamado missionário que Deus nos faz.

Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, rogai por nós!

ADQUIRA EM NOSSA LOJA: O EVANGELHO DE SANTA TERESINHA: UM CAMINHO DE PREPARAÇÃO PARA O CENTENÁRIO DA SUA CANONIZAÇÃO

 

0 Comments

    Leave a Comment

    três × dois =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password