Três atitudes que se deve ter antes de ler a Bíblia

A meditação diária da Bíblia vai aos poucos te preparando para uma transformação completa da vida.

O início de tudo

Quando nos colocamos no caminho do Senhor, a primeira coisa que devemos saber é o que Deus quer, depois ouvir o que Ele disse e, compreendendo esta Palavra, a transmitir aos outros.

Aqui, entra o importante papel das Sagradas Escrituras; sem ela não conseguiremos ir muito longe; logo o caminho se tornará escuro e confuso com tantas vozes que tentam mostrar que a verdade está aqui ou ali.

Desde o Concílio Vaticano II (1962-1965), as Sagradas Escrituras estão ao alcance de cada fiel e hoje há muitos canais pelos quais podemos nos aprofundar para não ficarmos às escuras.

FIQUE POR DENTRO: Inicie HOJE o nosso curso completo sobre o Livro dos Atos dos Apóstolos

Portanto, se você quer sair da ignorância com relação à Bíblia, terá de ter algumas atitudes fundamentais para dar início a esta jornada: Fé, Humildade e Humildade 2.0.

1 – Ter fé

Parece óbvio, mas aproximar-se da Palavra de Deus sem ter pelo menos o desejo de crer, é como entrar no mar dentro de uma bolha. 

A fé é um dom de Deus, mas não é por isso que devemos ficar esperando que ela brote do nada, sem que antes tenhamos cultivado o nosso solo, deixando assim o nosso coração preparado para receber a semente da Palavra. 

Vamos dar um exemplo:

É o depoimento de um ex-travesti que viveu um processo interessante de conversão. 

Durante uma briga, ele teve seu rosto gravemente ferido. No hospital, percebeu que um casal de idosos o observava com compaixão. A mulher lhe disse: “Você conhece Jesus?”. Ele para disfarçar, disse que sim.

Uma semana depois, conta, que a voz daquela mulher não parava de ressoar na sua mente, atormentando-o dia e noite. Foi então, que resolveu responder gritando: “O que você quer eu faça?”. Tomou a resolução de assistir programas de TV que falassem de Jesus e, por fim, a voz parou de o atormentar.

Um dia, levantando-se pela manhã, Ele sentiu que Deus havia tocado em seu ombro e neste exato momento, sua vida inteira passou diante dos seus olhos. Então, Deus lhe disse: “Esse não é você. Isso é o que o diabo fez com você”. 

Suas lutas interiores, todavia, eram muito intensas; sua mente aos poucos ia conhecendo a verdade, mas sua confusão interior sobre sua sexualidade e seus vícios não o deixavam. 

Veja mais sobre a conversão de santo Agostinho

Tempos depois, em meio à sua angústia, ele desafiou Jesus a mudá-lo por dentro para que pudesse abandonar o pecado. Mais uma vez ele ouviu a “voz doce” de Jesus que dizia: “Eis que as coisas antigas já passaram. Você é uma nova criatura para mim”. E a partir daquele dia, ele mudou complemente.

A meditação diária da Palavra vai aos poucos te preparando para uma transformação completa da vida.

2 – Humildade

A humildade é a rainha das virtudes. Esta atitude vai nos ajudar a não subestimar o que vamos encontrar. Esqueça o que já te disseram sobre a Palavra de Deus. Principalmente as coisas que, de uma certa forma, esvaziaram o seu aspecto salvífico.

Ele é um livro Sagrado, portanto, não é:

  • Um livro de oráculos; 
  • Um amuleto (aberta na estante no salmo 91); 
  • Livro de coaching;
  • Um livro de história; 
  • Livro ideológico-político.

E tantas outras funções que não deveriam caber à Palavra de Deus. Um conselho: abaixe-se e escute o que ela tem a dizer por si só.

3 Humildade 2.0

Deus quis falar através de homens, sim, homens falhos e limitados como nós. Cada um no seu tempo foi conduzido pelo Espírito Santo a registrar a mensagem que hoje está ao alcance de nossas mãos.

Portanto, aceite! 

Depois, a Igreja sabendo disso, guardou no tesouro da Tradição as chaves de leitura e interpretação das Sagradas Escrituras.

“Tudo quanto diz respeito à interpretação da Escritura, está sujeito ao juízo último da Igreja, que tem o divino mandato e o ministério de guardar e interpreta a Palavra de Deus (10)”.

Então, nada de sair por aí falando e dando interpretações “sem noção” da bíblia, confundindo a cabeça das pessoas. Por isso, a humildade aqui é nível 2.0 (só para descontrair).

Teólogos e exegetas se debruçaram sobre a Bíblia por séculos procurando entender seu sentido literário e o contexto em que foi escrita.

Não saia do centro

O centro está aqui: “Mas, como a Sagrada Escritura deve ser lida e interpretada com o mesmo espírito com que foi escrita, não menos atenção se deve dar, na investigação do reto sentido dos textos sagrados, ao contexto e à unidade de toda a Escritura, tendo em conta a Tradição viva de toda a Igreja e a analogia da fé”.

Aqui temos a nossa disposição os textos dos Padres da Igreja, dos Padres do Deserto, dos santos e tudo o que a Tradição pode nos oferecer, basta mergulhar fora da bolha!

Com estas três atitudes, sim porque primeiro você se abaixa perante Deus que fala e depois perante os homens que nos antecederam, você está pronto para ler a Bíblia e inserir a Palavra de Deus no seu dia a dia.

“Portanto, na Sagrada Escritura, salvas sempre a verdade e a santidade de Deus, manifesta-se a admirável «condescendência» da eterna sabedoria, «para conhecermos a inefável benignidade de Deus e com quanta acomodação Ele falou, tomando providência e cuidado da nossa natureza». As palavras de Deus com efeito, expressas por línguas humanas, tornaram-se intimamente semelhantes à linguagem humana, como outrora o Verbo do eterno Pai se assemelhou aos homens tomando a carne da fraqueza humana”.

Trecho retirados do  Documento Conciliar Dei Verbum

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password