Testemunho de jovem sentiu a presença de Deus no TK Venezuela

Comecei a sentir um grande vazio dentro de mim, nada me alegrava, negava ter depressão, mas sempre estava chorando porque me vinha a cabeça o pensamento de suicídio, nada mais fazia sentido. Conheça este belo testemunho.

A Providência mudou os rumos

A Missão “Duc In Altum”, que tinha como destino a Venezuela, foi realizada na cidade de Boa Vista, por causa do fechamento das fronteiras. Providencialmente a capital de Roraima possui uma grande concentração de refugiados venezuelanos e pessoas da região da fronteira.

Dentre as várias atividades realizadas durante aquela semana, aconteceu nos dias 2 e 3 de março, o Encontro “Thalita Kum”, com aproximadamente 50 jovens com o desejo de despertar aqueles jovens ao amor de Deus. E como sempre o retiro foi marcado com experiências fortíssimas.

Segue aqui o testemunho de uma jovem chamada Carine, de 19 anos.

Longe da Palavra de Deus

“Na minha infância, todos os domingos eu estava na igreja, mas infelizmente fui parando de ir, criando dúvidas, e procurando respostas em outros lugares.

Passei minha adolescência longe da Palavra de Deus, achando que era mera bobagem, e que era apenas mais um livro em que o personagem ficou muito famoso, cheguei a dizer que era atéia.

Comecei a sentir um grande vazio dentro de mim, nada me alegrava, negava ter depressão, mas sempre estava chorando porque me vinha a cabeça o pensamento de suicídio, nada mais fazia sentido. Por que continuar?

Pensava muito em voltar para a Igreja, mas me sentia suja ao pensar em tudo que fiz e pior quando eu pensava que estava voltando só pra ver se a minha tristeza passava.

O momento decisivo

Deus colocou uma pessoa muito abencoada na minha vida, minha irmã. Ela sempre esteve ali . A mesma me convidou a ir para o Encontro Thalita Kum, e aceitei. Nossa!

Foi a experiência mais incrível que vivi, nunca chorei tanto na minha vida!

Antes do Thalita Kum eu já não tinha mais fé, foi difícil me entregar por inteiro, eu ainda tinha medo, dúvidas, mas foi no Thalita Kum que eu vi aquela luzinha, me fez abrir os olhos para a minha vida que passava.

[Esta luz] me fez reconhecer tudo que eu tenho hoje, parei de ver e comecei a sentir e já não eram só palavras; eu chorei, cantei, louvei, chorei, me confessei, orei, repousei, chorei novamente, porque a cada vez que caía uma lágrima [percebia que] era Espírito de Deus tocando no meu coração.

É maravilhoso sentir! E se um dia eu definir minha experiência em uma palavra é: SENTIR. 
Logo nesse retiro “A alegria brotou,e a tristeza se foi”.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password