Suas amizades passam pelo controle de qualidade?

Um dos mais preciosos frutos da caridade, a amizade figura entre os tesouros mais preciosos do ser humano. Por ser tão valiosa ela deve passar um rigoroso teste de qualidade. Descubra como fazer isso e fuja dos falsos amigos.

Qual o segredo da amizade?

Mãos unidas pelo dedo mínimo.

Não tem jeito, quem não tem amigos pode até viver, mas não terá tanta história para contar, momentos para recordar e dizer “valeu a pena”. O amigo perfeito existe! Sabe qual é? É aquele, cheio de defeitos e que mesmo assim você dedica um tempão para estar ao seu lado, só pelo fato de ele ser quem é.

A fórmula mágica está numa passagem bíblica bem conhecida por todos nós, I Cor 13. Nesta passagem estão contidos os ingredientes:

“A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante. Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor”. 

“Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” (I Cor 13, 4-7).

Este versículo é o controle de qualidade de qualquer relacionamento humano. Da amizade, então, nem se fala, pois ela pressupõe uma virtude preciosíssima que nos fala diretamente do Céu: a castidade.

Pode interessar: Jovem homossexual escreve para bispos 

Castidade, o guardião da amizade

No Catecismo da Igreja Católica há um parágrafo muito lindo que fala sobre as duas:

A virtude da castidade expande-se na amizade. Indica ao discípulo o modo de seguir e imitar Aquele que nos escolheu como seus próprios amigos (97), que Se deu totalmente a nós e nos faz participar da sua condição divina. A castidade é promessa de imortalidade” (CIC 2347).

A amizade verdadeira nos traz os sentimentos mais elevados que um ser humano pode ter, nos aproximando assim, daquilo que Cristo foi na terra.

Somos capazes de dedicar horas à escuta, a fazer sacrifícios da vontade, a sermos gratuitos em dar atenção, presentear… em suma, nos tornamos sem perceber, um dom total.

É uma doação constante sem esperar nada em troca! Quantos amigos se unem só por interesses financeiros, por conveniência ou por causa de uma visão utilitaristas do outro.

Quando conseguem aquilo que almejavam, abandonam a pessoa deixando uma ferida aberta e mais um coração desconfiado do amor do próximo.

Com base nesta breve reflexão você pode dizer que tem amizades verdadeiras?

Faça o exercício de avaliar pela Palavra e veja se ela vai receber o selo “Coríntios 13 de Qualidade”.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password