fbpx

Semana Missionária no Rio de Janeiro, Fartura e São José dos Campos

“É missão de todo batizado ser evangelizador”

Mês das Missões

Na Igreja, em outubro celebramos o mês missionário, marcando a festa litúrgica de Santa Teresinha, padroeira das missões, e de alguns títulos de Nossa Senhora, nosso exemplo de mansidão que nos ensina a dizer “SIM” ao chamado de Deus.

Também, como diz o professor Felipe Aquino, “o Mês das Missões deve lembrar a cada um de nós, que é missão de todo batizado ser evangelizador. Não é cristão de verdade quem não fala de Cristo e da Igreja. O Batismo nos faz ‘membros do Corpo de Cristo”, a Igreja, e assim, participantes de Sua Missão de salvar o mundo, levando-o para Deus, por meio da vivência dos ensinamentos de Jesus”.

Semana Missionária

Diante desse chamado cristão e da natureza da Aliança, anualmente, nesse mês é organizada em algumas cidades uma semana missionária. Apoiados por uma paróquia local, nesses dias, membros da comunidade de vida e leigos voluntários, sejam esses ligados ao Movimento ou não, se dedicam a dias intensos de anúncio do Evangelho.

As evangelizações acontecem por meio de visitas nas casas, Santa Missa, momentos de oração, encontros de espiritualidade para jovens e adultos, tenda com Adoração Eucarística e através de expressões artísticas.

Neste ano, a semana missionária aconteceu em São José dos Campos/SP, Fartura/SP e no Rio de Janeiro/RJ, dos dias 19 a 24/10.

Rio de Janeiro/RJ

No Rio de Janeiro, participaram os missionários e membros da missão local, contando ainda com os jovens da Escola de Evangelização, de Belo Horizonte.

A missão foi desenvolvida na região central do Rio, em bairros da capital e na baixada fluminense. No final de semana foi realizado um encontro Thalita Kum, em Belford Roxo, com a participação de 46 jovens. E, um destaque foi o luau que aconteceu na Gardênia, contando com a presença de missionários da Comunidade Colo de Deus. Veja o relato de um dos missionários que esteve presente, e testemunhou esse momento de graça.

Fartura/SP

Já em Fartura/SP, missionários da Casa de Formação, dentre eles, o padre Danilo Rasera, foram os enviados a esta terra.

Além das evangelizações já citadas, os missionários foram além. Visitaram supermercados, bancos, restaurantes, lojas, creches e até a sede da Prefeitura, no desejo de proclamar bênçãos, rezar pelos funcionários e pela autoridade maior do município.

No final de semana, realizaram o encontro Thalita Kum com 60 jovens do Crisma. No desejo de alcançar os pais e padrinhos destes, também aconteceu o encontro querigmático Ruah, que contou com cerca de 150 adultos.

A missionária celibatária Tatiele, testemunhou sobre alguns dos frutos dessa missão:

Alguns missionários visitaram uma mulher que estava prestes a cometer suicídio, no mesmo momento em que os missionários bateram em sua casa. A escutaram, rezaram por ela e essa mulher viveu uma experiência profunda de libertação.

Outro grupo visitou um senhor que estava com catarata, já quase sem enxergar nada. Ele precisava passar por uma cirurgia, mas, por sua condição financeira não conseguiria fazer. Rezaram por ele e terminando a oração ele abriu os olhos e começou a chorar pois naquele momento tinha recuperado a visão e estava enxergando normalmente”.

São José dos Campos/SP

Já na região do Vale do Paraíba, a missão contou com a presença de 21 missionários da Comunidade de Vida e dos membros da Comunidade de Aliança. Também, alguns voluntários participaram da ação.

Durante todos os dias, uma tenda foi montada em frente à igreja Matriz de São José, com apresentações artísticas e evangelização “tu a tu”. Missionários também fizeram plantão de oração com Adoração Eucarística durante todo o dia, dentro da Matriz.

No final de semana, aconteceu o Fanuel, a Cristoteca e a “Festa para os Pobres”. O Fanuel contou com a presença de 50 crianças, sendo uma experiência muito bonita ao ver os pequenos vivenciarem momentos tão significativos e profundos na presença de Deus.

A Festa para os Pobres contou com uma parceria com a ONG “Banho e Vida”. Juntos, disponibilizaram para as pessoas em situação de rua: banho, troca de roupa, alimento e oração.

Frutos da missão

Um dos testemunhos marcantes destes dias de missão em São José dos Campos, foi o que viveu um homem que passava pela praça durante as apresentações artísticas, como nos contou a missionária Vivian:

“Um casal parou na praça e uma irmã se aproximou perguntando o que eles queriam pedir a Deus. O esposo disse que já não sabia nem se Deus existia em sua vida, porque tinha recebido uma sentença de 15 anos de cadeia, mas que era inocente. Tinha entrado com um recurso contra isso, mas estava com muito medo.

Ele entrou na igreja para receber oração e caiu de joelhos ao ver Jesus Eucarístico. Chorava compulsivamente, falando que tinha muito medo e que não conseguia se imaginar dentro de uma cadeia.

Ali, ele teve uma experiência particular com Jesus Eucarístico, muito forte. Depois da oração, se sentia acolhido, amado… disse que aquele medo todo era porque já estava vivendo uma situação de morte e disse-nos que, com todo o medo que estava, chegou até atentar contra a própria vida.

A partir daquele momento, falou que tinha recebido a verdadeira liberdade. Que mesmo que fosse preso inocentemente ele aceitaria isso, porque agora sabia que Deus estava com ele, e assim poderia enfrentar qualquer dificuldade”.

Além disso, três homens que viviam em situação de rua também pediram ajuda e foram encaminhados para a Casa de Triagem, em Rio das Pedras.

Louvamos a Deus por todas as maravilhas alcançadas nesses dias de missão.

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password