fbpx

Santidade – Um chamado para VOCÊ!

A santidade, o objetivo final de todo católico. Um chamado de Deus para mim e para você.

De tudo o que foi falado no Concílio Vaticano II, isso você precisa saber: a santidade é para todos!

Não importa o seu estado de vida, a santidade é para você!

Não importa sua ocupação, sua raça…, a santidade é para você.

 

Urgente: Precisamos de santos

A santidade é a vida daqueles que são conduzidos pelo Espírito Santo, é a verdadeira resposta de filiação a Deus Pai, uma resposta de obediência, amor e contemplação. É o chamado do Cristo Crucificado: “sejam Santos como o Vosso Pai é Santo” (Mt. 5,48).

A Constituição Dogmática Lumen Gentium afirma: “os cristãos, de qualquer estado ou ordem, são chamados à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade”.

 

Mas no que consiste a santidade?

O padre Royo Marín, autor da Teologia da Perfeição Cristã, define que o santo é:

  • quem alcançou a perfeita identificação com a vontade de Deus”;
  • “quem alcançou a perfeição da caridade”;
  • “quem alcançou a plena configuração a Jesus Cristo”.

Essas três afirmações nos mostram quem é o santo: aquele que alcançou e viveu a Vontade de Deus, aquele que viveu a Caridade e aquele que se configurou a Cristo.

Fazer a vontade de Deus é tornar-se Cristo, pois Cristo amou tanto os Seus que deu a vida. Esse é o maior grau do amor, ou da caridade, a perfeição da vida Cristã.

Mas a Igreja, sabiamente, nos ensina que são três as Vias da Caridade, como três degraus que devemos percorrer, sendo elas:

A Via Purgativa, onde buscamos “purgar” nossos pecados, eliminando os pecados e vícios, a fim de não mais ofendermos a Deus.

A Via Iluminativa, onde o Espírito Santo nos ilumina e nos impulsiona à escolhas maiores de radicalidade e oração. É nesse período onde começamos a nos aprofundar na vida de oração e na prática de caridade.

E a Via Unitiva, que consiste na união plena com Deus, a mística do encontro com o Rei, de nos tornarmos um com Cristo e nos transfigurarmos n’Ele.

A santidade é um chamado para todos, mas não é mérito nosso, é uma realidade profunda do amor de Deus, que derrama o Seu Espírito em nossos corações e nos dá a graça santificante. É Deus que opera em nós e nos faz santos através, dos sacramentos que transformam nossa alma e nos aproximam d’Ele.

É a graça santificante que transforma nosso coração de “pedra em um coração de carne”, é através dos sacramentos e da busca das virtudes que nos configuramos a Cristo.

 

O que cabe a nós?

A nós, cabe-nos a busca incessante dos sacramentos, do encontro com Deus, a luta contra o pecado. Cabe a vivência das virtudes, em especial da caridade, e, principalmente, cabe-nos uma confiança filial no amor e na misericórdia de Deus, que mesmo sem merecermos opera Sua obra em nós.

Aos pais, cabe o exercício de sua vocação da melhor forma possível, um amor fiel entre os esposos, a abertura para a vida e a educação dos filhos para o céu.

Aos profissionais e estudantes, cabe o cumprimento do trabalho da forma mais perfeita possível, colando sempre Deus no meio, oferecendo cada obra para Deus.

Aos religiosos, cabe o cumprimento dos votos feitos ao Senhor, a vivência da pobreza e a vida doada ao irmão.

A cada um de nós cabe o cumprimento de cada responsabilidade que temos, colando um olhar sobrenatural em tudo, para assim tudo entregarmos a Deus e tudo santificarmos.

Aos que sofrem, unir cada sofrimento aos sofrimentos de Cristo para a salvação do mundo.

São Josémaria Escrivá dizia: “Todos os fiéis se santificarão cada dia mais nas condições, tarefas e circunstâncias da própria vida e através de todas elas”.

 

Leia aqui: 7 atitudes para santificar o dia a dia – São Josémaria Escrivá

 

É na nossa realidade, com a nossa circunstância que devemos buscar e almejar a santidade, pois essa é a nossa meta!

Todos os cristãos são, pois, chamados à santidade e perfeição do próprio estado de vida.

Por isso, todos devemos procurar viver de acordo com esse chamado e essa vocação, ordenando nossa vida, nossos afetos a Deus, avançando na caridade e em todas as virtudes, e buscando sempre os sacramentos para alcançarmos a felicidade eterna, o Reino de Deus nos espera.

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password