fbpx

Proclamação da República – O amor à Pátria segundo à Igreja

Bandeira do Brasil ao fundo o Corcovado

“Que Deus possa sempre proteger nossa nação”

 

No dia da Proclamação da República, onde tanto se fala sobre o patriotismo e amor ao Brasil, vale a pena entendermos um pouco mais o que a Igreja nos diz sobre o amor à pátria.

Para nós católicos, o amor à pátria está intrinsecamente relacionado ao 4º Mandamento – “Honrar Pai e Mãe”. Mas, como este mandamento e a pátria estão relacionados?

 

Caridade e Gratidão

O Catecismo da Igreja Católica, no parágrafo 2239, nos diz:

“A submissão às autoridades legítimas e o serviço do bem comum exigem que os cidadãos cumpram seu papel na vida da comunidade política”. Ou seja, nosso amor e serviço à pátria existem por um dever de CARIDADE e GRATIDÃO.

Gratidão à terra que nos gerou, a cultura que nos criou e aos antepassados que a construíram para nós. Caridade aos irmãos que aqui vivem conosco, e aos que habitarão essa terra no futuro.

Se entendemos que todos os cristãos são nossos irmãos, aqueles que são nossos conterrâneos nos são ainda mais próximos. Compartilhamos com eles, além da fé, a cultura, a língua, as tradições locais, a comida, entre outras coisas.

 

Uma grande família

São muito maiores os laços que nos unem, e por isso o sentimento de pertença também é maior. Por isso é necessária uma livre cooperação, que sejamos um, uma família.

A nação é um direito e uma necessidade. A Doutrina Social da Igreja nos ensina que “a nação tem um fundamental direito à existência; à própria língua e cultura” (CDS 157).

 

Patriotismo é uma virtude

O patriotismo para o CIC é uma virtude, que faz com que cada cidadão colabore com os poderes civis para o bem da sociedade, num espírito de verdade, de justiça, de solidariedade e de liberdade. A necessidade de pátria está inscrita no homem, e o homem deve amar e zelar por ela.

Santo Tomás de Aquino, na sua Suma Teológica (STh. II-II q.101), nos fala que nosso dever em relação a pátria vem da virtude da piedade filial. Somos filhos dessa pátria e por isso a honramos.

Devemos, de acordo com o 4º mandamento, prestar reverência àqueles que nos antecedem; nossos pais, por terem nos dado a vida; e à nossa pátria, por ser o lugar onde vivemos, nos desenvolvemos e onde encontramos espaço para a cidadania e a vivência em comunidade.

São João Paulo II, que viveu numa Polônia invadida por regimes estrangeiros, sempre defendeu a necessidade e importância da pátria. Ele disse que o próprio Deus, ao se fazer homem, quis fazer parte de um povo, e por isso era o Nazareno.

 

A nossa Pátria

O Brasil é uma pátria católica desde seu nascimento, por isso foi chamada de Terra de Santa Cruz. Como bons patriotas, devemos rezar pelo nosso país, consagrar o Brasil ao Cristo Redentor, ao Seu coração misericordioso de onde sai sangue e água.

 

Veja aqui: O Brasil é a Terra de Santa Cruz

O Cristo Redentor é para nós, brasileiros, um sinal de orgulho e amor. Um sinal de que não importa o que aconteça, o Cristo está lá, de pé, de braços abertos para nos salvar.

 

Que Deus possa sempre proteger nossa nação.

0 Comments

    Leave a Comment

    4 × 4 =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password