O Sacramento da Reconciliação

O sacramento da reconciliação, é o nome que a Igreja dá à confissão. O sacramento da cura de nossas almas, onde nos encontramos com o Pai das misericórdias que nos eleva à dignidade de filhos.

O pecado tem consequências muito graves em nossa vida, ele nos machuca, causa feridas profundas que mancham nossa alma e podem nos acompanhar por toda a vida, felizmente, a Igreja nos oferece um remédio muito poderoso para esse mal: a confissão.

No vídeo recente do Papa Francisco com sua intenção de oração para o mês de março, o Papa afirmou que quando vai se confessar, vai para se curar, curar sua alma e sair com mais saúde espiritual.

Esse remédio para nossas almas e nossa caminhada é a Sagrada Confissão, nela acusamos os nossos pecados como quem está num julgamento, mas Deus, em Sua Infinita Misericórdia, mesmo recebendo a nossa confissão de culpa, nos perdoa e nos restaura a inocência, através da absolvição dada pelo padre.

Como viver bem o sacramento da reconciliação?

Para viver bem o sacramento da Reconciliação, é necessário cumprir alguns passos importantes.

  • Rezar a Deus e pedir o verdadeiro arrependido de nossas faltas e pecados.
  • Fazer um bom exame de consciência para confessarmos todos os nossos pecados, mortais e veniais (CLIQUE AQUI E FAÇA SEU EXAME DE CONSCIÊNCIA) 
  • Procurar um bom padre católico para a confissão, pois a confissão só é válida se o sacerdote te absolve dos pecados.

Não se preocupe, o Padre nunca falará dos seus pecados para ninguém, pois fez um voto para isso e não lhe julgará, pelo contrário, ele está ali para te ajudar. Neste momento ele é o próprio Cristo que vem em resgate da ovelha perdida.

  • Após a confissão, se o padre lhe deu alguma penitência, cumpra-a!
  • Ter o firme propósito de não mais pecar.

A confissão é um sacramento muito profundo, mas para que ele seja válido, precisamos nos comprometer a não mais pecar. Se cairmos, podemos voltar quantas vezes for necessário, mas é essencial buscar não pecar, ter o firme propósito, pois de outra forma, banalizamos a confissão e fazemos Deus de bobo, abusando de Sua Misericórdia.

 

Com esses 5 passos, a confissão estará completa e o pecado confessado com o verdadeiro arrependimento será perdoado!

No vídeo do Santo Padre, ele lembrou aos fiéis que o centro da confissão não são nossos pecados, mas o amor de Deus que recebemos com o perdão. É Jesus que nos espera, nos escuta e nos perdoa! A confissão é o momento em que passamos da miséria para a misericórdia.

É um verdadeiro encontro com Deus e uma graça muito grande que a Igreja Católica oferece aos seus fiéis. Vale lembrar que a Igreja recomenda a confissão pelo menos 1 vez ao ano, e que grandes santos da história se confessavam com frequência, pois sabiam que sempre precisamos da misericórdia de Deus.

Os benefícios da confissão são inúmeros! Através desse sacramento, somos reconciliados com Deus, a quem ofendemos; à Igreja, a quem ferimos como corpo místico e conosco mesmo, que somos chamados à santidade, mas com o pecado nos afastamos de nossa essência e nos ferimos.

A confissão nos leva ao Senhor: ao bem confessarmos, não somos “apenas” perdoados, mas é infundida na nossa alma a graça santificante, que nos permite aspirar à santidade.

O Santo Padre, no final do vídeo, faz um apelo:

“Rezemos para que vivamos o sacramento da reconciliação com uma profundidade renovada, para saborearmos o perdão e a infinita misericórdia de Deus. E rezemos para que Deus dê à Sua Igreja, padres misericordiosos e não torturadores”.

 

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password