Milhares de pessoas marcharam pela vida na Argentina

No sábado dia 23 de março aconteceu na Argentina a Marcha pela Vida que reuniu nas ruas mais de 2 milhões de pessoas.

Unidos pela Vida

Pessoas erguem bandeiras da Argentina e da Marcha
Pessoas erguem bandeiras da Argentina e da Marcha em Buenos Aires.

Segundo os organizadores estimam que só em Buenos Aires haviam cerca de 300 mil pessoas que  se concentraram nas ruas para defender a vida do nascituro e da mãe. Ao todo 210 cidades participaram do evento.

O evento ocorreu às vésperas do Dia do Nascituro (Anunciação do Senhor), comemorado no país desde 25 de março de 1998. Durante o evento na capital, que se concentrou em frente à Faculdade de Direito, várias personalidades pró-vida, médicos e educadores se apresentaram e expuseram seus pedidos às autoridades daquele país.Pode interessar: Veja como foi a Marcha pela Vida no Brasil

Direito de Nascer

O organizador da Marcha, Alejandro Geyer, disse à multidão: “O direito de todos a nascer, o direito das famílias de educar seus filhos sem ideologia gênero e a necessidade de tomar consciência de que em nosso país, especialmente neste ano eleitoral, nós definimos o futuro da pátria, da família e de milhões de nasciturosÉ por isso que dizemos: Não ao Aborto!”, exclamou.

Outros pedidos foram para respeitar o direito à vida no próximo debate sobre a reforma do Código Penal, gerar políticas públicas que impeçam o aborto clandestino e legal, promover uma Educação Sexual Integral (ESI) livre da ideologia de gênero, um melhor sistema de adoção e de cuidado da maternidade vulnerável e uma luta contra o abuso sexual.

A Marcha pela vida acontece nos EUA desde 1974 e se espalhou pelo mundo quando houve o julgamento que liberou o aborto naquele país.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password