Eucaristia, centro da vida da Igreja e da Família

O encerramento do Congresso das Famílias da Aliança de Misericórdia contou com momentos de Adoração Eucarística e Santa Missa, ambas clamando por Cura e Libertação para os presentes.

Adoração Eucarística

Antes do almoço, os missionários de Aliança Edson Silva e Cléo Flores, partilharam e conduziram momentos fortíssimos com o Cristo presente na Eucaristia.

Durante este momento, os presentes foram convidados a rezarem com intensidade e se aproximarem da Eucaristia, dizendo a Jesus que “vale mais um dia em Tua presença, que milhares longe de Ti”.

Testemunho de sacrifício

A Cléo Flores, até então missionária de Aliança, sofre com câncer e recentemente foi diagnosticada com câncer nos ossos, o que a tem feito sofrer muito. Ela, então, decidiu consagrar-se como “Vítima da Misericórdia”, que são aqueles irmãos que têm alguma grave enfermidade e oferecem seus sofrimentos pela salvação das almas e santificação da Obra Aliança de Misericórdia.

Assim, a missionária levou os presentes a apresentarem também suas lutas diárias para que o Senhor santificasse também suas famílias.


Benção de Deus

Edson Silva, rezando pelo povo, convidou-os à intensidade e ousadia na oração, pedindo para que o Senhor realmente entrasse no lar e na vida de cada família presente no Congresso.

Santa Missa

A Eucaristia de encerramento foi presidida pelo padre Custódio, presidente da Aliança de Misericórdia que, a partir da liturgia dominical, convidou os participantes à vivência da fé e confiança em Deus, tema trabalhado durante todo o encontro.

“Rezar sempre e nunca desistir” é uma das lições de Jesus no evangelho deste domingo presente em Lucas 18, 1-8. Este é o segredo da vida cristã. Se abraçássemos isso, seria uma mudança de vida. Seria uma verdadeira conversão.

O padre Custódio lembrou que, se não “rezarmos sempre e nunca desistirmos, tudo o que foi vivido no Congresso das Famílias vai por ralo abaixo”.

Confiar sempre!

A viúva do Evangelho é um grande exemplo para nós. “Ela é uma mulher que esvazia o seu coração para fazer a sua oração”, reforçou o padre ao lembrar da liturgia do dia.

Bastariam 5 minutos de uma verdadeira oração, para enchermos nosso coração de Deus.

“Como essa mulher reza? Ela reza de maneira insistente! (…) Assim como ela enche as paciências daquele juiz que não a atendia, também Jesus nos convida a sermos intensos diante de Deus”, disse o padre Custódio. “O casamento vai dar certo quando vocês rezarem um pouco mais. A nossa vida vai se transformar quando buscarmos o Senhor de maneira verdadeira e sincera”, completou.

Rezar com intensidade

“A quem essa mulher reza? Essa mulher reza a Deus, ela encontra Deus. Ela intercede como Moisés, mesmo com os braços cansados. Ela insiste!”, disse o sacerdote relembrando o salmo responsorial que teve por refrão “Do Senhor é que me vem o meu socorro, do Senhor, que fez o céu e fez a terra” (Sl 120).

“Quem tem fé, a vida é diferente. Quem reza vê a vida diferente! Rezar sempre e nunca desistir!”, concluiu o presidente da Aliança.

Testemunho

Senhor, como que eu rezo mais, foi o questionamento de uma das participantes que testemunhou a graça da vida de oração mesmo em meio às tormentas e rotina corrida do dia a dia.

Em um livro, então, ela encontrou a resposta, “reza antes da aurora”. Ela, então, começou a acordar mais cedo e rezar. Aí, então, ela viu a graça de Deus acontecer: por mais que os problemas não tenham se resolvido rapidamente, houve paz e tranquilidade diante das situações.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password