fbpx

Anvisa aprova vacina Coronavac contra a Covid-19:

Na tarde do último domingo, 17, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou o uso emergencial da vacina Anvisa aprova vacina Coronavac  contra a COVID-19 no Brasil.

A Coronavac, vacina desenvolvida pelo instituto Butantã em parceria com laboratório chinês, possui eficácia de 50,38% de acordo com os testes.

O anúncio da aprovação da vacina foi recebido com muita alegria em todo país, pois traz consigo a esperança de que em breve o país voltará à normalidade.

O arcebispo de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Scherer emitiu uma nota onde expressou sua satisfação com a aprovação da vacina e afirmou que “podemos, assim, começar a respirar mais aliviados, diante da possibilidade concreta da imunização da população brasileira contra a difusão da pandemia, que já causou tanto sofrimento, angústia e também perdas de vidas preciosas”.

 Leia a nota na íntegra!

O purpurado ainda citou o Papa Francisco dizendo que “a decisão de tomar a vacina é um ato de responsabilidade individual e social e também, um dever moral”.

A Coronavac será disponibilizada primeiramente aos grupos de maior risco: os indígenas, idosos e profissionais da saúde e, em seguida, para toda a população.

A expectativa é que com a vacinação de toda a população, os eventos possam ser retomados, as escolas e igrejas possam reabrir em suas capacidades totais.

É importante lembrar que os cuidados como o uso de máscaras, álcool em gel e o distanciamento social ainda permanecem para a segurança de todos.

Além da Coronavac, o Brasil negocia a compra da vacina de Oxford para imunizar a população.

No final do ano houve diversas polêmicas acerca das vacinas, dentre elas, a moralidade de se tomar a vacina quando se descobriu que algumas das pesquisas utilizaram linhas celulares originadas de fetos abortados.

O Vaticano se pronunciou afirmando: “Nós, cidadãos comuns, temos, então, a obrigação de dar preferência às vacinas que sejam moralmente irrepreensíveis, portanto, sem linhas de células originadas pelo aborto.

No entanto, se não for possível escolher a vacina, podemos tomá-la sem que isso implique em pecado, porque a simples recepção do imunizante não implica em nenhum tipo de colaboração com o aborto ou com aqueles que se aproveitaram dele”.

Veja a diretrizes do Vaticano em relação a vacina.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) também se pronunciou a favor da vacina através de Dom Walmor Oliveira de Azevedo, seu presidente, que disse: “A vacina é a esperança para livrar o mundo da covid-19” em evento de lançamento da campanha “Abrace a Vacina”, promovida pelo “Direitos Já! Fórum pela Democracia e pela a Frente pela Vida”, da qual a CNBB participa.

O objetivo da campanha é incentivar a população a se vacinar contra o novo coronavírus. O mestre de cerimônia, Fernando Guimarães, coordenador do “Direitos Já! Fórum pela Democracia”, falou que é importante que o país, por meio da vacinação, conquiste a imunidade de rebanho, única forma do país voltar à normalidade.

Especialistas afirmam que para a imunidade de rebanho, é necessário que cerca de 70 a 80% da população esteja vacinada, e quando isso acontecer o país poderá voltar à normalidade.

A crise do coronavírus está atingindo diversos setores da vida humana, além da pandemia em si, a miséria tem aumentado no mundo inteiro, com pessoas perdendo seus empregos e passando fome e necessidade.

Além disso, de acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria, no ano de 2020, o número de casos de depressão e tendências suicidas aumentou significativamente em relação aos anos anteriores e, por isso, é imprescindível um cuidado maior com a saúde mental das pessoas.

A aprovação da vacina Coronavac traz esperança de que em breve voltaremos ao normal, e logo poderemos novamente abraçar aqueles que amamos.

A Aliança na pandemia

Durante todo o período da pandemia, diversas ações têm acontecido na Aliança, para cuidar dos irmãos em situação de rua e de dezenas de família em situação de vulnerabilidade social: alimentação diária nas Casas Restaura-me, cestas básicas para as famílias, recepção de homens e mulheres nas casas de acolhida, dentre tantos outros trabalhos.

Quer nos ajudar? Faça um PIX de qualquer valor através da chave:
CNPJ.: 04.186.468/0001-73

Sua doação salva vidas!

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password