Aniversário de Nossa Senhora

Por que a Bíblia não fala do aniversário de Nossa Senhora?

O episódio da Natividade de Nossa Senhora está presente na Tradição da Igreja e data do século III d.c. no evangelho apócrifo de Tiago.

Apócrifos são os livros que não entraram no cânon oficial da Bíblia, por que continham muitos elementos fantasiosos e de outras seitas, porém seu caráter histórico é inegável e os livros não eram proibidos. Eram usados como “livro de cabeceira”, que alimentavam a espiritualidade dos primeiros cristãos.

O Evangelho de Tiago, dá detalhes da vida de Joaquim e Ana, pais de Maria e que esta era já cheia de graça desde criança.

O início

Santa Ana ensina Maria as Escrituras
domínio público/Santa Ana e Maria menina.

Joaquim era um homem muito rico e famoso e quando chegou a hora de dar ao Senhor sua oferta, um dos sacerdotes disse-lhe que ele não tinha direito de oferecer pois não tinha descendentes. Joaquim ficou profundamente triste e resolveu clamar ao Senhor por um filho; foi para o deserto e ficou 40 dias e 40 noites em jejum e oração.

Ana achava que seu marido havia morrido e chorava todos os dias em luto. Uma serva chamada Judith obrigou-a, num dia de festa, a sair. Ela foi, sentou debaixo de uma árvore e em meio a lamentos pediu a Deus que lhe desse um filho. Neste momento apareceu-lhe um anjo dizendo: “Ana, Ana! O Senhor ouviu as tuas preces. Eis que conceberás e darás à luz. Da tua família se falará por todo o mundo”. Ana respondeu: “Glória ao Senhor, meu Deus! Se me for dado menino ou menina, fruto de Sua bênção, ofertá-lo-ei ao Senhor e a Seu serviço estará por todos os dias de sua vida”. (Proto-Evangelho de Tiago 4, 1)

Três anos depois do nascimento de Maria, ela foi apresentada para servir no Templo. O sacerdote a abençoou e a fez

São Joaquim anda com Maria menina
imagem: banrepcultural/ São Joaquim anda com Maria menina

sentar no terceiro degrau do altar, profetizando sobre ela: “O Senhor engrandeceu o teu nome diante de todas as gerações. No final dos tempos, manifestará em ti Sua redenção aos filhos de Israel”. Seus pais a deixaram lá e a menina cativava a todos.

O relato diz que Maria serviu no Templo até a idade de 12 anos, quando foi entregue à José (depois do teste da vara que floresceu) e à partir daí sabemos a história. O importante é entendermos que os primeiros cristãos já consideravam Maria uma mulher cheia de graça, escolhida por Deus desde seu nascimento.

Que possamos neste dia da Natividade de Nossa Senhora, darmos o lugar que ela merece no nosso coração e darmos o presente mais belo que ela poderia receber: amor pelo seu filho Jesus.

Segundo fonte de Universo Católico

 

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password