A oração de abandono de Charles de Foucauld

Charles de Foucauld enquanto estava no mosteiro trapista de Akbes (Síria) (1890-1896), fez de sua oração pessoal uma série de meditações sobre os Evangelhos, como uma conversa da alma com Deus.

Comentando sobre Lucas 23, 46 “Pai, em tuas mãos entrego meu espírito”, Charles de Foucauld escreveu:

“Esta é a última oração de nosso Mestre, Nosso Amado…ela poderia ser a nossa, não apenas no último momento, mas a oração de todos os nossos momentos”.

Pai, eu me abandono em Ti,
faça de mim o que quiseres.
Seja o que for, Te agradeço.

Estou pronto para tudo, aceito tudo.
Desde que Sua Vontade seja feita em mim,
em todas as Suas criaturas,
eu nada mais desejo, meu Deus.

Eu coloco minha alma em Tuas mãos.
Eu a dou a Ti, meu Deus, com todo o amor do meu coração,
porque eu Te amo,
e isso é uma necessidade de amor, me dar a Ti,
para me colocar em Suas mãos, sem medida,
com uma confiança infinita
porque Tu és meu Pai.

Esta oração simplificada é o que os discípulos do irmão Charles de Foucauld dizem todos os dias.

Com Informações de Aleteia/França

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password