A mãe de Jesus peregrina pelo mundo

Ao dedicarmos um mês inteiro à Maria, somos levamos a meditar quem ela é para o mundo e para cada um de nós.

Mãe peregrina

“Na anunciação, Maria dá no seu seio a natureza humana ao filho de Deus; aos pés da Cruz, em João, recebe no seu coração toda a humanidade. Mãe de Deus desde o primeiro instante da encarnação, ela torna-se mãe dos homens nos últimos momentos da vida do Filho, Jesus” (São João Paulo II, discurso de abertura da Jornada Mundial da Juventude de 2003).

Podemos pensar, então, que aceitando Maria, a missão de ser mãe da humanidade, ela esteja presente em todas as realidades humanas, povos e culturas. Talvez seja por isso que há tantos relatos de aparições marianas.

Estão documentadas mais de duas mil aparições conforme aponta o site The Miracle Hunter (somente 16 reconhecidas pelo Vaticano). Este volume imenso de relatos só nos confirma uma coisa: Maria quer estar presente na vida de seus filhos.

Queremos relatar algumas dela, mais especificamente nos países onde a Aliança está presente.

Imagem da Czarna Madonna, a Senhora Negra.
Imagem da Czarna Madonna, a Senhora Negra.

Polônia

Os poloneses são devotos da Czarna Madonna (Senhora Negra), que é a imagem de Nossa Senhora de Czestochowa. Diz a tradição que a imagem foi pintada pelo evangelista São Lucas. O quadro foi dado de presente ao Imperador Constantino por sua mãe Santa Helena.

No ano de 1382, durante a invasão dos tártaros, a imagem foi atingida por uma flecha na região da garganta. Depois deste ataque, o príncipe Ladislau transferiu a pintura para a cidade de Czestochowa na Polônia.

Em 1430, um homem foi saquear a Igreja e num acesso de fúria desferiu dois golpes de espada no rosto da pintura. Quando ergueu a mão para dar outro golpe, caiu no chão em agonia e morreu. Até hoje as marcas são visíveis e nunca conseguiram reparar os danos.

Os relatos dos milagres alcançados pela presença do quadro são inúmeros.

Por que a imagem é negra? Estudos apontam que há na pintura resíduos de fuligem, que seria resultado das diversas velas acesas ao longo dos séculos.

Bélgica – 30 aparições da Virgem Imaculada

Nossa Senhora apareceu a cinco crianças no período de 1932 até 1933, no vilarejo Beauraing.

Relatos descrevem que, no momento da aparição, as crianças caiam de joelhos, que até percebia-se o chão estremecer sem nenhum dano corporal aos videntes.

Numa das aparições, um deles perguntou: “A Senhora é, realmente a Virgem Imaculada?”, ao que ela, com a cabeça, respondeu afirmativamente.

Voltou a perguntar – “O que deseja que façamos?”. Ela respondeu: “Quero que sejam muito bons!”.

Imagem de Nossa Senhora_Beauraing
Nossa Senhora_Beauraing

Milhares de pessoas compareceram ao local das aparições, muitos curiosos que quando os jovens estavam em êxtase, tentavam ferir-lhes com objetos pontiagudos, chamas de fósforos. Porém, nada lhes aconteceu.

Foi erguido um pequeno santuário em homenagem à Virgem Imaculada e depois de um tempo as aparições cessaram.

Maria mantém o apelo

No ano seguinte, um homem foi em romaria até a vila de Beauraing para pedir à Nossa Senhora a cura de uma grave lesão na coluna. No caminho de volta para casa, começou a contorcer-se de dor e logo depois entrou em êxtase.

Assim que voltou, estava completamente curado e disse que havia tido uma visão de Nossa Senhora dizendo: “O verei amanhã!”.

No dia seguinte, muita gente lá estava e Maria disse: “Vim aqui para a glória da Bélgica e para preservar esta terra do invasor. Você precisa se apressar!”.

Tempos depois, os fiéis entenderam que Maria se referia à invasão por parte das tropas de Hitler à Bélgica, fato que aconteceu em 1939, devastando aquele país.

Somente em 1954 uma Basílica foi erguida no local das aparições. Confira mais informações no site oficial.

Num próximo artigo falaremos de mais outros dois países

Com Informações de:

Derradeiras Graças
Mary Page

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password