A alegria de viver como um escolhido de Deus

criação Aliança de Misericódia.

Maria: simples serva e abandonada aos projetos de Deus

É um grande dom de Deus cada mês, respondermos ao Seu chamado  de entrarmos na Escola da Palavra, o lugar que nos forma na verdade, nos inspira e ilumina nossos passos como membros desta família Aliança de Misericórdia.

A alegria do nosso “sim” torna Jesus presente na vida de tantos homens e mulheres dos nossos tempos.

E, dessa forma, queria convidá-los a louvarmos a Deus pela Sua graça que nos sustenta e permite-nos dizer nosso “sim” todos os dias. Digamos como Maria:

 “O meu espírito exulta em Deus, meu Salvador” (Lc 1,47)

Se olharmos a história com o amor que experimentamos de Deus, veremos que para muitos de nós passaram-se muitos anos desde aquele dia em que escolhemos dizer um “sim” definitivo a Deus, abandonando tudo o que é do mundo e escolhendo uma vida nova em Seu amor.

Renovar a entrega a Deus

Tenho certeza de que durante todo este período, cada um de nós enfrentou muitas realidades e experimentamos nesta vida cotidiana muitas coisas “boas e difíceis”. Não nos esqueçamos que “tudo coopera para o bem dos que amam a Deus” (Rm, 8, 28), e acrescentaria: “para o bem dos que permanecem em Deus”.

Por isso, quero chamar nossa atenção para o “renovar cotidianamente o meu sim a Deus”, colhendo frutos de alegria que geram a presença de Jesus. Lembremo-nos que o nosso “sim” colabora com o projeto de Deus para a salvação dos homens, e Ele se faz presente deixando-nos extasiados e cheios de felicidade.

“O meu espírito exulta em Deus, meu Salvador” (Lc 1,47)

Maria é aquela que viveu todo o seu chamado em plenitude. O trecho do Evangelho de Lucas que acabamos de repetir poderia ser traduzido assim: “o meu coração exulta de alegria em Deus, o meu salvador”.

Esta expressão do Magnificat é encontrada no primeiro capítulo do Evangelho, logo depois que Maria escutou de Isabel esta declaração: “bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre” (Lc 1,42). Veja que o encontro entre Isabel e Maria gera alegria, felicidade não somente entre elas, como também nos filhos que elas geravam.

Alegrar-se com o próximo

Em Lucas 1,9 Maria levanta-se apressadamente, cheia de bênçãos, corre e vai visitar a sua prima Isabel e também escuta que é bem-aventurada, porque acreditou no chamado e nos propósitos de Deus para a sua vida.

Penso que este seja o primeiro passo que devemos aprender para encher de alegria a nossa vida e a vida dos nossos irmãos. Se somos escolhidos por Deus, somos abençoados, participamos desta vida bem-aventurada porque o Senhor alcançou com Sua mão misericordiosa a nossa vida.

Ele nos escolheu, como escolheu Maria entre tantas mulheres. Ela estava consciente disso, compreendia que sua fraqueza foi visitada pela grandeza de Deus e Sua infinita misericórdia para um projeto grandioso: ser a mãe de Jesus, o Salvador.

Escolhido pela Graça

Nós também devemos acreditar nesta eleição de Deus em nossa vida. Com fé, devemos ser conscientes que Ele nos escolheu; e assim também dizermos como Maria: “eis aqui a serva do Senhor, cumpre em mim a Tua vontade” (Lc 1,38). A bênção que carregamos não depende de nós, mas é puro dom da graça de Deus, por isso devemos nos sentir abençoados e escolhidos, como filhos prediletos.

“O meu espírito exulta em Deus, meu Salvador” (Lc 1,47)

Frente às dificuldades, dores, sofrimentos, solidão, que muitas vezes vivemos, não é fácil darmos este salto de fé e acreditarmos. Muitas vezes parece que nada dá certo. Olhando o passado, temos a tentação de dizermos que em quase nada, ou nunca, Deus nos escutou.

Além disso, esta deve ser a nossa escolha: acreditar que Deus misericordioso nos abençoou e nos escolheu, dando-nos como fruto uma alegria plena, como recebeu Maria.

Você lembra? Maria não teve medo de ser abandonada por José ou ser apedrejada pelos habitantes de Nazaré porque estava grávida antes do casamento, ao contrário, ela confiou plenamente. E Deus, pela humilde confiança desta “pobre serva”, realiza a Sua obra de amor.

Levar a alegria

Você quer fazer esta escolha com Ela? Se Sim, lembre-se que você é abençoado e escolhido. E tenho certeza que Ele quer isso para mim e para você. Por isso, convido você a viver esta alegria de ser um escolhido, que nasce de dentro e para fora, uma força sem limites que possui uma natureza comunicativa que nos move ao serviço do amor ao próximo.

Lembro-me que no início da nossa missão em Portugal fiquei profundamente emocionado quando os missionários foram dormir à noite com os irmãos em situação de rua em Lisboa.

No começo, estes não acreditaram na atitude dos missionários, mas após constatarem a decisão dos missionários, um deles, pobre, que vivia tantos anos na rua, ficou tão alegre que decidiu ficar a noite inteirinha acordado para protegê-los, e de manhã cedo foi em um bar pra comprar café e pão para os missionários.

Veja, se nós damos aos outros a alegria de sermos escolhidos e alcançados por Deus, ela transforma tudo. Transforma lugares e o coração de muitas pessoas.

Como vimos, não é um simples encontrar-se, não é puramente um gesto de Maria que sai apressadamente para ajudar sua prima Isabel que estava grávida. Seria somente pura ajuda humana. A realidade é está: quando nos encontramos com o outro e levamos a bênção de Deus, experimentamos a potência deste amor que une os nossos corações, como neste encontro de Maria com sua prima Isabel, onde o Espírito de Deus se faz presente.

Jesus no meio

No encontro nasce a presença, e temos como frutos: a alegria, a felicidade, o amor, a vida nova, e poderia dizer, que experimentamos o Paraíso: “onde estão reunidos dois ou três no meu nome, eu estarei no meio deles” (Mt 18,20). A promessa de Jesus se realiza.

Enfim, devemos ser conscientes de que a nossa vida não é simplesmente uma “coisa” ou uma “célula” perdida no universo. Cada um de nós é abençoado por Deus e convidado a abençoar, encontrando no outro um filho de Deus e, juntos, experimentarmos desta presença de Jesus. Assim, podemos cantar com Maria o Magnificat:

“O meu espírito exulta em Deus, meu Salvador” (Lc 1,47)

Te convido a viver constantemente desejoso de encontrar-se, de sairmos ao encontro do outro, para gerar a presença de Jesus, do Seu Espírito no meio de nós, e a celebrarmos com alegria a vida de verdadeiros escolhidos de Deus.

Coragem! Os abençoo!

Pe. Antonello Cadeddu

Fundador

Padre Evandro medita a Palavra do mês

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password