fbpx

Encerramento Missão TK 2016

Após sete dias de evangelização, chegou ao fim o Thalita Kum Missão 2016. A região central de São Paulo ficou tomada por jovens, que, com muita alegria, criatividade e ímpeto missionário, não pouparam esforços para anunciar a Boa Nova do Natal: nasceu-vos um Salvador! Sob sol ou chuva eles não pararam de evangelizar e essa persistência admirava os aqueles que passavam pelas ruas e praças.

Dona Maria Rosângela, foi uma das muitas pessoas abordadas e contou o que a atraiu ali: “Eu saí do serviço e minha intenção era ir para casa, de repente me veio à cabeça de vir aqui no centro, vinha passando quando vi um movimento aqui e escrito Aliança de Misericórdia. Daí eu parei e pensei: ‘se é Aliança de Misericórdia Jesus está com certeza aqui’. Então, eu conversei com um irmão ele me acolheu, me abraçou e fui receber oração. Aí foi maravilhoso e fiquei cheia da graça de Deus. Estava indo embora quando me deparei com Santíssimo Sacramento que estava caminhando no meio de nós, e experimentei de novo a graça de Deus e estou aqui transbordante e agradeço muito a Ele por este momento.

Nos pontos montados nas praças (Sé e Patriarca), os missionários dançavam, cantavam, pregavam e encenavam pequenas peças de teatro. Durante todo o dia, quem era atraído por essas artes era acolhido pelos jovens do Tu a tu, que, após apresentar o trabalho e ouvir mais sobre a pessoa, a convidava a viver um momento de oração nas capelas com o Sacramento da Eucaristia. Aqueles que desejavam se confessar também tinha a oportunidade, pois no local padres ficaram a disposição para, através desse Sacramento, aproximar tantos filhos do amor de Deus novamente e possibilitar-lhe um natal diferente.

Foram inúmeras as histórias escutadas, seja nas partilhas, nos momentos de oração e nas confissões. Pessoas que tiveram rumos novos, luz em seus caminhos a partir de 15 minutos dados a Deus. O Pe. Rodrigo Custódio, que esteve durante alguns dias nas praças, contou uma das experiências que o marcou, onde uma senhora que chegou para se confessar sentia-se indigna de receber o perdão de Deus, pois ela mesma não perdoava aqueles que a tinha feito algum mal. Perguntando então se naquele dia ela estava disposta a fazer isso, respondeu que vendo aqueles jovens evangelizando na rua, algo a fazia desejar pedir a Deus a graça de perdoar. Então, após conversarem mais um pouco e dar-lhe a absolvição, o padre a indicou passar na capela, onde chorou muito, passando um longo tempo diante da Eucaristia. Ao sair, procurou novamente o padre, o abraçou e disse: “diga estes jovens que hoje eu estou saindo daqui uma pessoa renovada. O Natal já aconteceu na minha vida, foi uma experiência muito bonita e tocou muito meu coração ver que como Deus misericordioso toca o coração das pessoas que estão ali pelas praças.

Os missionários que fizeram a pastoral de rua também foram surpreendidos por Deus. Levando uma mensagem de esperança e amor aos prediletos do Pai, não esperavam que seriam eles mesmos a serem tocados. Daniel, um jovem participante do Movimento em Alfenas (MG), disse: “eu vivi uma experiência de evangelização na rua, um irmão olhou pra mim e disse que via Jesus na minha face, que nunca ele tinha visto uma pessoa que os olhos brilhassem tanto e que eu não precisava falar nada, que a minha face falava tudo e foi uma experiência tremenda. Daniel contou-nos o porquê isso foi tão marcante: “todos os dias minha oração a Deus é: Senhor, que eu diminua para que as pessoas possam ver Você em mim. Essa experiência foi uma resposta de Deus.”

Com os missionários da Itinerante não foi diferente. Sem vergonha em pedir carona nos ônibus, pintar a cara e cantar pelas ruas, eles foram a hospitais, presídios e favelas. A cada dia era uma experiência nova e um testemunho que revigorava, dando-lhes a certeza que era o próprio Deus que passava por onde eles iam.

A missão termina nas ruas de São Paulo mas se contagia pelo mundo afora. Ao todo, cerca de 400 jovens, vindos de 6 estados do Brasil e mais 4 países, participaram do Thalita Kum Missão. Esses, levam para suas cidades de origem a uma bagagem de compaixão, partilha, unidade, alegria, comunhão e um novo olhar diante do sofrimento alheio.

 

Thalita Kum Missão 2016: Acordar pra viver!

 

 

Saiba como foi o final de semana no TK Missão 2016

 

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password