fbpx

55 frases do Diário de Santa Faustina para meditação

O Diário de Santa Faustina é uma das leituras espirituais mais bonitas e fecundas que existem. Nesse livro, encontramos os relatos das aparições de Jesus para Santa Faustina, Seus ensinamentos e Seu pedido para a propagação da devoção à Divina Misericórdia.

Adquira agora o Diário de Santa Faustina, clicando aqui.

Separamos 55 frases extraídas do Diário de Santa Faustina, para que você possa meditar e mergulhar no mistério da misericórdia de Deus:

  1. “Abri o Meu Coração como fonte viva de misericórdia; que dela tirem vida todas as almas, que se aproximam desse mar de misericórdia, com grande confiança. Os pecadores alcançarão justificação e os justos serão confirmados no bem”. (Diário, 1520);
  2. “Hoje estou enviando-te a toda a humanidade com a Minha misericórdia. Não quero castigar a sofrida humanidade, mas desejo curá-la, estreitando-a ao Meu misericordioso Coração”. (Diário, 1588);
  3. “Deus exalta uma alma humilde até o Seu Trono e, quanto mais ela se rebaixa, tanto mais Deus se inclina para ela, persegue-a com Suas graças”. (Diário, 1306);
  4. “Minha filha, medita sobre a vida Divina que está contida na Igreja, para a salvação e a santificação da tua alma. Reflete sobre como estás aproveitando estes tesouros de graças, estes esforços do Meu amor”. (Diário, 1758);
  5. “Para a alma humilde estão abertas as comportas do Céu, e cai sobre ela um mar de graças”. (Diário, 1306).
  6. “Deus nunca força a nossa livre vontade. De nós, depende se queremos aceitar a graça de Deus, ou não, se queremos colaborar com ela, ou desperdiçá-la”. (Diário, 1107);
  7. “Oxalá, possam compreender que Eu sou para eles o melhor Pai, que por eles jorrou do Meu Coração o Sangue e a Água como de uma fonte transbordante de misericórdia”. (Diário, 367);
  8. “Secretária do Meu mais profundo mistério, deves saber que estás em exclusiva intimidade Comigo”. (Diário, 1693);
  9. “Um grande amor consegue transformar coisas pequenas em coisas grandes e só ele dá valor as nossas ações; quanto mais puro se tornar o nosso amor, tanto menos o fogo dos sofrimentos terá de purificar em nós”. (Diário, 303);
  10. “Quando recebo a Jesus na Santa Comunhão, peço-Lhe com fervor que se digne curar a minha língua, para que não ofenda com ela a Deus, nem ao próximo”. (Diário, 92);
  11. “Ó Jesus estendido na cruz, suplico-Vos, concedei-me a graça de sempre, em toda a parte e em tudo cumprir fielmente a Santíssima vontade de Vosso Pai”. (Diário, 1265);
  12. “Meu Coração está repleto de grande misericórdia para com as almas, e especialmente para com os pobres pecadores”. (Diário, 367);
  13. “Deus nada nega a uma alma humilde. Uma alma assim é onipotente, ela influi no destino do Mundo inteiro”. (Diário, 1306);
  14. “OH! Como é doce fatigar-se por Deus e pelas almas. Não quero descanso na luta, mas lutarei até o último suspiro da vida pela glória do meu Rei e Senhor”. (Diário, 450);
  15. “A tua tarefa é escrever tudo que te dou a conhecer sobre a Minha misericórdia para o proveito das almas, que lendo estes escritos experimentarão consolo na alma e terão coragem de se aproximar de Mim”. (Diário, 1693);
  16. “Oh! Se a alma sofredora soubesse quanto Deus a ama, morreria de alegria e de excesso de felicidade”. (Diário, 963);
  17. “Para eles resido no Sacrário e como Rei de Misericórdia desejo conceder graças às almas”. (Diário, 367);
  18. “Deus nos fez participantes da Sua misericórdia e, mais ainda, Suas dispensadoras; por isso o nosso amor por cada alma deve ser grande, a começar pela eleitas e terminando pela alma que ainda não conhece a Deus”. (Diário, 539);
  19. “As almas se perdem, apesar da Minha amarga Paixão. Estou lhe dando a última tábua de salvação, isto é, a Festa da Minha Misericórdia. Se não venerarem a Minha misericórdia, perecerão por toda a eternidade”. (Diário, 965);
  20. “A misericórdia é a flor do amor. Deus é amor e a Misericórdia, a Sua obra; No amor se concebe, na misericórdia se manifesta”. (Diário, 651);
  21. “Diz-lhe que mais fere o Meu Coração a incredulidade do que os pecados que cometeu”. (Diário, 628);
  22. “Jesus, Verdade eterna, fortificai as minhas tênues forças. Vós, Senhor, tudo podeis. Sei que nada valem os meus esforços sem vós. Ó Jesus, não vos escondais de mim, porque sem Vós não posso viver”.(Diário, 69);
  23. “Ó meu Deus, quanta pena tenho das pessoas que não crêem na Vida Eterna, como rezo por elas para que também elas sejam envolvidas pelo raio da misericórdia e mereçam o abraço paterno de Deus”. (Diário, 780);
  24. “Meu Coração está repleto de grande misericórdia para com as almas, e especialmente para com os pobres pecadores”. (Diário, 367);
  25. O momento mais solene na minha vida é aquele em que recebo a Santa Comunhão. Anseio por cada Santa Comunhão e por elas dou graças à Santíssima Trindade”. (Diário, 1804);

Adquira agora o Diário de Santa Faustina

  1. “Receberás maior recompensa pela tua obediência e subordinação ao confessor, do que pelas próprias práticas em que te exercitares”. (Diário, 933);
  2. “Minha hóstia amada, reza pelos sacerdotes, especialmente neste tempo da messe”. (Diário, 980);
  3. “O silêncio é como a espada na luta espiritual; a alma tagarela nunca atingirá a santidade”. (Diário, 477);
  4. “Agradam-Me os teus esforços, alma que buscas a perfeição, mas por que te vejo com tanta frequência triste e oprimida? Diz-Me, Minha filha, o que significa essa tristeza e qual a sua causa?”. (Diário, 1488);
  5. “Fica tranquila, Minha filha. Estou vendo os teus esforços, que Me são muito agradáveis”. (Diário, 757);
  6. “Como desejei a morte! Não sei se alguma vez na vida ainda terei tamanha saudade de Deus”. (Diário, 899);
  7. “Desejo, Minha filha caríssima, que te exercites em três virtudes, que Me são as mais caras e as mais agradáveis a Deus: a primeira é a humildade; segunda, a pureza; a terceira, o amor a Deus“. (Diário, 1415);
  8. “Oh! Como é doce ter no fundo da alma aquilo em que a Igreja nos diz que devemos acreditar!”. (Diário, 1123);
  9. “Não vives para ti mesma, mas para as almas. Dos teus sofrimentos terão proveito outras almas…”. (Diário, 67);
  10. “O sofrimento é uma grande graça. Pelo sofrimento, a alma assemelha-se ao Salvador; no sofrimento, cristaliza-se o amor. Quanto maior o sofrimento, tanto mais puro torna-se o amor”. (Diário, 57);
  11. “Permita que Deus conduza o barco da tua vida, para a profundidade insondável da vida interior”. (Diário, 55);
  12. “A falta de confiança das almas dilacera-Me as entranhas. Dói-Me ainda mais a desconfiança da alma escolhida…”. (Diário, 50);
  13. “A irmã deve ter sempre uma grande confiança; Deus é sempre Pai, mesmo na provação”. (Diário, 24);
  14. “A pura oblação da minha vontade se consumirá no altar do amor. E, para que o meu sacrifício seja perfeito, uno-me estreitamente com o sacrifício de Cristo na Cruz”. (Diário 957);
  15. Maria, Virgem Imaculada, colocai-me sob a Vossa especial proteção, cuidai da pureza da minha alma, coração e corpo. Vós sois o modelo e a estrela da minha vida”. (Diário 874);
  16. “Minha filha, desejo descansar no teu coração, pois muitas almas expulsaram-Me hoje de seus corações, e senti uma tristeza mortal”. (Diário 866);
  17. “Fica tranquila Minha filha; estás vendo que não estás sozinha. O Meu coração vela por ti”. (Diário 799);
  18. “Estou exigindo de ti um sacrifício perfeito de oblação – o sacrifício da vontade. Nenhum outro sacrifício pode-se comparar com ele. Sou Eu mesmo que dirijo a tua vida e faço tudo de tal forma que sejas para Mim contínuo sacrifício”. (Diário 923);
  19. “Reza por essas almas, para que não temam aproximar-se do tribunal da Minha misericórdia. Não te canses de rezar pelos pecadores. Tu sabes quanto suas almas pesam em Meu Coração. Alivia a Minha tristeza mortal, distribui a Minha Misericórdia”. (Diário 975);
  20. “O sacerdote, quando Me substitui não é ele que age, mas Eu através dele, e os seus desejos são Meus desejos”.(Diário, 331);
  21. “Minha filha, és mais agradável a Mim se, por obediência e por amor para Comigo, comes laranjas, do que se, por vontade própria, jejuares e te mortificares. A alma que muito Me ama, deve viver segundo a Minha vontade. Eu conheço o teu coração e sei que nada o satisfará, a não ser o Meu amor”. (Diário, 1023);
  22. “Desejo doar-Me às almas e enchê-las do Meu amor, mas são poucas as almas que querem aceitar as graças que o Meu amor lhes destinou. Porém, a Minha graça não se perde; se a alma para a qual é destinada não a aceita, outra a recebe”. (Diário, 1017);
  23. “Hoje, durante a Santa Missa, estive particularmente unida com Deus e com sua Mãe Imaculada. A humildade e o amor da Virgem Imaculada penetravam a minha alma. Quanto mais imito Nossa Senhora, tanto mais profundamente conheço a Deus”. (Diário, 843);
  24. “Minha filha, por que choras, se tu mesma te ofereceste para esse sofrimento? Deves saber que o que tu assumiste por essa alma é apenas uma pequena parcela. Ele está sofrendo ainda mais”. (Diário, 596);
  25. A alma nobre e delicada, ainda que a mais simples, desde que possua uma fina sensibilidade, vê Deus em tudo, encontra-O em toda parte, sabe encontrar a Deus até debaixo das coisas mais obscuras”. (Diário, 148);
  26. Oh! Quão agradáveis são os hinos entoados por uma alma sofredora! Todo o Céu se encanta com uma alma assim – especialmente quando provada por Deus, entoa-Lhe seus saudosos lamentos”. (Diário, 114);
  27. Do meu ponto de vista e experiência, a regra do silêncio deveria estar em primeiro lugar. Deus não se comunica à alma tagarela que, como o zangão na colmeia, zumbe muito, mas não fabrica mel. A alma tagarela é vazia interiormente. Não há nela nem virtudes sólidas, nem familiaridade com Deus”. (Diário, 119);
  28. “A virtude da pobreza é uma virtude evangélica que obriga o coração a se desprender-se dos apegos às coisas temporais”. (Diário, 93).
  29. “Meu Jesus, guiai a minha mente, tomai plena posse de todo o meu ser, encerrai-me no fundo do Vosso Coração e defendei-me dos ataques do inimigo. Em Vós está a minha única esperança”. (Diário, 76);
  30. “Lembro-Te, Minha filha, que todas as vezes que ouvires o bater do relógio, ás três horas da tarde, deves mergulhar toda na Minha misericórdia, adorando-A e glorificando-A”. (Diário, 1572);

Adquira agora o Diário de Santa Faustina

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password