Você é grato?

Diante das adversidades e problemas do cotidiano corremos um risco de perdemos a capacidade de sermos gratos. Todos nós possuímos uma vasta lista de motivos para agradecer, diante dos bens emocionais e materiais, mas será que estamos concretizando esta prática? De que forma podemos nos tornar pessoas mais gratas?

Gratidão segundo Padre Lionel Dalle

Existem três etapas recomentadas pelo padre Lionel Dalle, sacerdote da diocese de Toulon, na França, e autor de um livro sobre gratidão. Ele sugere práticas concretas através das quais, gradualmente, podemos adquirir o hábito da gratidão e, assim, entrar em uma nova vida com Jesus.

A gratidão é poderosa por causa de todos os atos, é a que mais transforma as profundezas de nossos corações. Se a psicologia prova que a gratidão está na raiz do nosso bem-estar, a teologia e a filosofia a explicam, mostrando que ela nos toca e nos transforma na parte mais íntima do nosso ser”.

Praticar gratidão requer um pouco de trabalho. “Se você deseja adquirir a virtude da gratidão, é necessário repetir uma infinidade de pequenos exercícios, para que ela esteja entranhada em você, um pouco como o treinamento com pesos”, diz o padre.

Leia mais: Frutos da Missão Thalita Kum 2019

Aqui está um dos exercícios propostos pelo padre Dalle: é uma questão de sentir gratidão revivendo frequentemente belos momentos de nossa vida de acordo com os três passos da gratidão.

Então, quais são esses três passos?

Os 3 passos

  1. 1.Reconheça as coisas boas que recebemos. Torne-se consciente da beleza de uma paisagem, de um evento que correu bem, de uma graça que Deus lhe deu. Visualize, com a maior precisão possível, todos os detalhes dessa coisa boa: o que foi/é? Do que você gostou? Sob que circunstâncias? Quem esteve presente? Esse estágio do processo de gratidão envolve o uso de nossa mente para refletir e valorizar os benefícios que recebemos.
  2. Reviva os bons sentimentos que esse benefício despertou em você, como admiração, gratidão, alegria, orgulho. Aqui, é uma questão do coração, não da cabeça.
  3. Agradeça por esta bênção, tomando uma atitude: agradecendo ao povo na origem da bênção, doando-se aos outros, louvando ao Senhor. O ato de agradecer está relacionado à vontade (que podemos imaginar como nossas mãos).

Faça sua oração de gratidão com a canção: Bem-aventurado

Gratidão é prática e construção

Assim, a gratidão envolve nossa cabeça, nosso coração e nossas mãos, abrindo-nos para reconhecer o bem que recebemos e nos voltando para os outros para agradecê-los e fazer o bem em troca. Tornar esse método de três etapas um hábito nos tornará pessoas mais positivas, altruístas e construtivas.

São práticas que requer tempo, atenção e vontade. Somos chamados a alcançar o mais profundo do nosso coração, a fim de conhecê-lo e louvarmos a Deus pela dádiva ofertada, que é a vida.

Saiba também: Tudo Pelo Reino | Retrospectiva Acordi 2019

“Se você agradece a Deus por todas as alegrias que ele lhe dá, não terá tempo para reclamar”. Meister Eckhart

 

Fonte: Aleteia 

 

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password