Hoje se cumpriu essa passagem da Escritura – MTK 2019

Quem já teve a oportunidade de acompanhar ou participar de alguma edição da Missão Thalita Kum em São Paulo, que acontece sempre às vésperas do Natal, pôde experimentar a força da Palavra que se faz Carne através de cada expressão de evangelização. E, sobretudo, a alegria de semear na vida do outro a esperança que vem do anúncio do nascimento de Jesus.

Tantos desconhecidos, pessoas que provavelmente nunca mais se verão, mas que por essa audácia em “ir ao encontro” podem ter suas vidas transformadas.

Saiba como foi o primeiro dia de Missão Thalita Kum

E de onde vem o ímpeto, a coragem e disposição de tantas pessoas para passar uma semana por ruas, cortiços, favelas, ônibus, asilos, hospitais, unidades de Fundação Casa…, encontrando pessoas que nunca viram, com o intuito de proclamar: “Anima-te, Jesus vai nascer”?

Vem da força do Carisma, da própria vida transformada pela Misericórdia Divina e da Promessa de Deus que nos lembra que: O Espírito do Senhor está sobre mim, porque Ele me consagrou pela unção para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista, para restituir a liberdade aos oprimidos e para proclamar um  ano de graça do Senhor…”(Lc 4,18-19)

Tudo Pelo Reino l O Espírito Santo te envia a fazer a diferença

Missão TK 2019

Essa é a 18ª edição da Missão TK em SP, que a cada ano ganha mais forças junto a irmãos de outras Comunidades, Movimentos, voluntários, dioceses e órgãos públicos. Ações que mostram seus frutos imediatos e outros que com o tempo aparecem amadurecidos.

Em 2019 mais de 400 pessoas estiveram envolvidas nas diversas equipes da Missão. Sendo essa expressão de misericórdia, participaram pessoas do Amazonas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e de várias cidades do estado de São Paulo. Além de uma jovem da Polônia.

Acompanhe no vlog, alguns dias da Missão Thalita Kum 2019

Ações realizadas

Durante os dias de missão, os participantes realizaram ações em:

  • 14 pavilhões da penitenciária feminina, com aproximadamente 2000 mulheres alcançadas;
  • 4 cortiços visitados, e duas comunidades (Moinho e Heliópolis), com aproximadamente 700 pessoas alcançadas (com realização de Encontro TK e Encontro Ruah);
  • 5 unidades da Fundação CASA visitadas, com aproximadamente 290 jovens alcançados;
  • 200 famílias visitadas no porta-a-porta ao redor da Paróquia Nossa Senhora Achiropita;
  • Universidade, sendo abordados 80 universitários na USP;
  • 6 asilos visitados, com aproximadamente 180 idosos alcançados;
  • 2 hospitais, com aproximadamente 500 pessoas alcançadas, entre pacientes, acompanhantes e funcionários;
  • Praças João Mendes, Liberdade, Vale do Anhangabaú, Viaduto Santa Efigênia, Rua 25 de março e Barão de Itapetininga, com milhares de pessoas alcançadas.

Após isso, e diante da escolha pessoal de saírem das ruas, como frutos desses dias que tivemos a graças de contemplar, 17 moradores de rua foram encaminhados para casas de acolhida e 1 adolescente encaminhado para o abrigo.

Durante a semana também aconteceu o batismo de uma jovem, que foi evangelizada pelos participantes da Missão em 2018. Após esse encontro e passando por todo um processo de transformação e acompanhamento, ela expressou o desejo de receber Jesus na Eucaristia. Os missionários começaram então um caminho de catequese com ela e, um ano depois, pôde ser batizada e receber a “Primeira Comunhão”.

Atrações artísticas

No sábado a noite, o palco montado na região da praça da Sé recebeu algumas atrações artísticas, sendo elas: Acordi, anunciando com suas canções o Reino de Deus, Banda Dóminus que animou a galera com seu ritmo alegre, Banda Arkanjos e Adriana Arydes, que levaram o público à viverem momentos de oração.

 

Natal dos pobres

No domingo, o evento marcante foi o “Natal dos Pobres” que na estrutura atual, sendo organizado por várias Comunidades e voluntários, acontece desde 2016.
Em busca de oferecer uma ceia no mesmo clima natalino que vivemos em nossas casas e com nossas famílias, o Natal dos Pobres é dividido em três momentos.

O primeiro começa logo cedo, com a ação do “Bom Samaritano”. A Fraternidade O Caminho, Missão Belém, Toca de Assis, voluntários de outras paróquias e dioceses atenderam as pessoas em situação de rua, oferecendo corte de cabelo, oportunidade de fazer a barba, as unhas e até as sobrancelhas. Fora esse trato com a beleza, que esse ano contou com um banheiro para os irmãos tomarem banho, também foi possível aferir pressão e fazer pequenos curativos.

O segundo momento aconteceu com a decoração do espaço. Pela região da praça da Sé, mesas e cadeiras foram harmonicamente dispostas, com todo o toque da decoração que faz toda a diferença para uma boa acolhida.

Comunhão da Palavra e do alimento

E por último, o grande momento da ceia, que teve seu início na Santa Missa, presidida pelo Cardeal Dom Odilo e concelebrada também por padres da Aliança, na Catedral da Sé.

Na ocasião, que também marcou o encerramento da Missão TK, apresentando os frutos da semana de evangelização, foram recíprocos os agradecimentos. Pe. Custódio, presidente do Movimento, falou sobre as ações realizadas e agradeceu o apoio dos envolvidos, principalmente da Arquidiocese que sempre nos apoia.

Dom Odilo, por sua vez, usando os ensinamentos da Palavra, falando da encarnação de Jesus, agradeceu também a todos os envolvidos nas ações durante a semana e pelo “Natal do Pobres”, dizendo que cada participante foi nesses dias a própria expressão de Jesus no meio do povo, anunciando a Sua presença viva.

Por fim, posterior à Santa Missa, junto com Pe. João Henrique, fundador da Aliança, e o Pe. Custódio, Dom Odilo abençoou os participantes e a ceia, que foi preparada para 1500 irmãos em situação de rua. Ainda ali, o Pe. João Henrique pediu que todos os presentes estendessem as mãos e rezassem pelo arcebispo. Um momento muito bonito de fraternidade e unidade.

 

Agradecimentos

Após dias de missão, não se pode deixar de agradecer a colaboração da Arquidiocese de São Paulo, Arquidiocese de Santos (Paróquia Santo Antônio -que disponibilizou o banheiro itinerante para o “Natal do Pobres”), dos bispos auxiliares, padres e de todos os leigos que contribuíram nas atividades

Agradecemos também o apoio do vereador Caio Miranda, da Subprefeitura de São Paulo, da CET, da Fino Tom produções e também à SABESP pelo apoio e suporte técnico oferecido.

E de forma especial, aos missionários e leigos participantes, que doaram seu tempo e seus dons a esse serviço, anunciando a alegria do Natal, porque, de fato, nesses dias “se cumpriu a Passagem da Escritura”. (Cf. Lc 4, 21)

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password