fbpx

Santo Antônio – O Santo Milagreiro

Santo Antônio com o Menino JesusSanto Antônio de Pádua ou de Lisboa é um santo português conhecido por ser um dos santos que mais fez milagres ainda em vida, além de ser um dos maiores pregadores da Igreja.

Conhecido pela pregação e defesa da fé, Santo Antônio é chamado de “martelo de hereges”, pois combateu as heresias através do anúncio da verdade do Evangelho e nos inúmeros milagres que realizava por onde passava. Conheça um pouco mais da vida deste grande santo e Doutor da Igreja.

A Vida de Santo Antônio

Santo Antônio nasceu em Lisboa, no ano de 1195, pertencia a uma família nobre de Portugal.

Com 19 anos, Santo Antônio entrou para o mosteiro de São Vicente dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho, contrariando a vontade de seu pai que deseja um casamento para o filho.

Durante os 2 anos que esteve no mosteiro, o Santo se dedicou à oração e aos estudos. Tendo se destacado, foi transferido para Coimbra onde ficou por 10 anos e onde foi ordenado sacerdote.

Santo Antônio sempre possuiu o dom da palavra, e arrastava multidões com sua pregação, sendo reconhecido por esse dom.

Em certo momento de sua vida, o santo conheceu os freis franciscanos, e se encantou com a radicalidade com que eles viviam a Palavra de Deus. Decidiu-se tornar franciscano e passou a ser conhecido como Frei Antônio.

O desejo do Frei Antônio era pregar na África. Ele sabia que diversos freis que iam para lá pregar acabavam sendo martirizados.

Santo Antônio pediu então para ir ao Marrocos para anunciar o Evangelho. Ele foi liberado, porém, no meio do caminho ficou muito doente e foi forçado a voltar para Portugal.

Neste retorno, o seu barco foi desviado para a Itália, parando na Sicília, onde estava acontecendo o Capítulo das Esteiras, um encontro de mais de 5 mil frades e onde Santo Antônio conheceu São Francisco de Assis.

Depois de conhecer São Francisco, o Frei Antônio se retirou para uma vida eremita. Mas, em 15 meses foi chamado de volta por São Francisco que o encarregou da formação teológica dos freis.

A confiança no santo só aumentou. Ele foi enviado à Roma para falar com o Papa Gregório IX, que ficou impressionado com sua inteligência e eloquência e o chamou de Arca do Testamento.

Conta-se que muitas pessoas se reuniam para ouvi-lo pregar e sempre muitos milagres aconteciam.

Falecimento e canonização

Santo Antônio morreu em Pádua, em 13 de junho de 1231, com 36 anos. Conta-se que antes de morrer o santo pronunciou: “Ó Virgem gloriosa que estais acima das estrelas”. E completou: “Estou vendo o meu Senhor”.

Conta-se também que em Lisboa os sinos das igrejas começaram a tocar sozinhos. Após sua morte aconteceram tantos milagres que rapidamente ele ganhou fama de santidade.

Sua canonização foi a mais rápida da história da Igreja, apenas 11 meses após seu falecimento. O Papa Gregório IX proclamou a santidade do Frei em 30 de maio de 1232.

Em 1934 foi declarado Padroeiro de Portugal. Em 1946 foi proclamado Doutor da Igreja, pelo Papa Pio XII.

Quando seu corpo foi exumado, sua língua estava intacta. São Boaventura estava presente e disse que esse milagre era a prova de que sua pregação era inspirada por Deus. Está exposta até hoje na Basílica de Santo Antônio na cidade de Pádua.

Milagres e obras Santo Antônio

São tantos milagres feitos em vida e após a morte que seria impossível narrar aqui.

Mas, Santo Antônio é um dos maiores milagreiros da história da Igreja, seus milagres sempre eram realizados para a conversão do povo, sempre aconteciam para fazer o povo voltar à fé católica.

Em suas pregações e pela sua intercessão, Deus restaurava a vista a cegos, curava doentes…

Ele é conhecido como protetor dos casamentos, dos pobres, das coisas perdidas. Ele também redigiu tratados sobre os Evangelhos, sobre a quaresma e tem uma extensa obra.

A história de Santo Antônio é uma das histórias mais impressionantes de santidade que se tem relato, vale a pena aprofundar um pouco e conhecer mais desse grande santo através das biografias que se tem. Uma das mais bonitas é a: História de Santo Antônio de Pádua, do Pe. Antônio.

Oração a Santo Antônio

“Meu querido Santo Antônio dos mais carinhosos, o vosso ardente amor a Deus, as vossas sublimes virtudes e grande caridade para o próximo, vos mereceram durante a vida o poder de fazer milagres espantosos.

Nada vos era impossível senão deixar de sentir compaixão pelos que necessitavam da vossa eficaz intercessão. A vós recorremos e vos imploramos que nos obtenhais a graça especial que nesse momento pedimos.

Ó bondoso, e santo taumaturgo, cujo coração estava sempre cheio de simpatia pelos homens, segredai as nossas preces ao Menino Jesus, que tanto gostava de repousar nos vossos braços. Uma palavra vossa nos obterá as mercês que pedimos”.

Santo Antônio, rogai por nós!

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password