Santa Bakhita, uma mulher empoderada pelo Espírito Santo

Santa Bakhita, mulher que é ‘afortunada’ em seu nome, trilhou um longo caminho de humilhação e sofrimento sendo vendida como escrava diversas vezes, até ser comprada por uma família que lhe “proporcionou” o batismo e o encontro com o Evangelho.

Se eu ficar de joelhos toda a vida, não expressarei jamais toda a minha gratidão ao bom Deus

Santa Bakhita, cheia do Espírito

Bakhita, uma mulher forte pelas circunstancias da vida, empodera-se do Espirito Santo ao responder seu chamado à vida religiosa. Com sua alegria, bondade e humildade, contagiava a todos que a rodeava e dizia sempre:

Sedes bons, amem a Deus, rezai por aqueles que não O conhecem. Se soubésseis que grande graça é conhecer a Deus!

Uma mulher que perdeu sua identidade devido o sofrimento, se encontra em Jesus e se reconhece dependente desse ‘seu Patrão’ que roubou seu humilde coração e a escravizou no amor!

Durante a doença lenta e dolorosa que a acometeu na velhice, dizia: “Vou devagar, passo a passo, porque levo duas grandes malas: numa vão os meus pecados, e na outra, muito mais pesada, os méritos infinitos de Jesus. Quando chegar ao céu abrirei as malas e direi a Deus: ‘Pai eterno, agora podes julgar’. E a São Pedro: ‘fecha a porta, porque fico’”.

Santa Bakhita

Bakhita, filha de Maria

Já na agonia de sua morte, revivia as dores do tempo de escravidão e teve ao seu lado Aquela que é Consoladora dos que amam a Deus. Partiu para o Céu dizendo: “Nossa Senhora! Nossa Senhora!”.

Desejo que, nos espelhando nessa mulher exemplar e destemida, repletas de fé, amor e esperança, possamos testemunhar e ajudar as mulheres escravizadas do nosso tempo a enxergarem que o verdadeiro empoderamento está em dar a Deus todo o poder sobre nós!

Quem confia em Deus, trata Deus como Deus!

Santa Bakhita, rogai por nós!

Agnes Cristina
Casada e Missionária da Comunidade de Vida

 

Eloiza Madureira e Iara de Amaral são mulheres que viram a morte muito de perto, mas que foram encontradas pela misericórdia de Deus, que lhes devolveu vida e vida em abundância, dando-lhes uma nova chance para sorrir.

A história das duas, revela não somente a fé de ambas, mas a fé das famílias que não vacilaram diante da dor, que não se desesperaram diante do sofrimento.

Assista esses bonitos testemunhos no programa “Parte de Nós”.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password