fbpx

Sagrado Coração de Jesus – Uma das devoções mais bonitas da Igreja

Neste ano, a Igreja celebrará a Festa do Sagrado Coração de Jesus no dia 24 de junho. Essa bonita devoção que é tão famosa em todo o Brasil.

 

Você já deve ter visto alguma imagem do Sagrado Coração de Jesus ou conhecido alguém que faz parte do Apostolado do Sagrado Coração, mas você conhece a história? É uma das histórias devocionais mais bonitas e profundas que você vai encontrar, conheça agora.

 

A origem da devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

 

12 promessas sagrado coração de JesusA imagem que conhecemos hoje foi difundida em 1673, quando Jesus apareceu à Santa Margarida Maria Alacoque, uma pequena freira da congregação da Ordem da Visitação. Mas, a devoção ao Sagrado Coração é bem mais antiga.

 

Quando o soldado perfurou o coração de Cristo com a lança, de lá saíram sangue e água, esse é o Sagrado Coração de Jesus: um coração chagado, perfurado pelos nossos pecados e que derrama sangue e água pela humanidade.

 

As primeiras indicações dessa devoção são encontradas nos séculos XI e XII, na atmosfera fervorosa dos mosteiros beneditinos ou cistercienses.

 

Nós séculos XII e XIII, dois grandes santos foram responsáveis por difundir a devoção ao Sagrado Coração, são eles: São Bernardo de Claraval (um dos maiores pregadores medievais) e São Francisco de Assis.

 

As devoções ao Sagrado Coração e as 5 chagas da Paixão do Senhor se difundiram muito na Europa, em especial no tempo das Cruzadas, onde se recorria sempre à proteção do Sagrado Coração transpassado de Cristo.

 

A respeito disso, São Bernardo de Claraval disse: “a penetração do lado de Cristo revelou Sua bondade e a caridade de seu coração por nós”.

 

Um pouco mais tarde, São Boaventura escreveu: “Quem existe que não amaria este coração ferido? Quem não amaria em troca Ele, que ama tanto?”

 

Porém, todas essas devoções eram de ordem particular, não sendo de caráter público ou uma imagem. Somente em 1673 a devoção ganhou a forma que conhecemos hoje.

 

 

Santa Margarida Maria Alacoque

 

Em 1673, Jesus apareceu pela primeira vez à Santa Margarida Maria Alacoque durante uma exposição do Santíssimo Sacramento pedindo que ela espalhasse a devoção ao Sagrado Coração, como sinal de amor e unidade.

 

Depois de 18 meses, apareceu novamente e dessa vez revelou a forma da devoção, como a comunhão eucarística na primeira sexta-feira de cada mês, a Adoração Eucarística às quintas-feiras e a Festa do Sagrado Coração de Jesus.

 

Durante a oitava de Corpus Christi, em 1675, provavelmente em 16 de junho, ocorreu a visão conhecida como“a grande aparição”. Nela, Jesus disse à Santa Margarida:

 

“Eis o coração que amou os homens. … Em vez de gratidão, recebo, da maior parte (da humanidade), apenas ingratidão”.

 

Santa Margarida Maria teve extraordinárias revelações por parte de Jesus Cristo, que a incumbiu pessoalmente de divulgar e propagar no mundo esta piedosa devoção.

 

Mais tarde, outra religiosa, a Beata Maria do Divino Coração Droste Zu Vischering, religiosa da Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, a partir de Portugal estendeu esta devoção a todo o mundo por meio de um ato de consagração solene, pedido ao Papa Leão XIII.

 

Os Papas e santos recomendaram esta devoção

 

São dezenas de Papas e Santos que recomendam a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, veja alguns deles:

 

Papa Pio XII – “Todas as Bênçãos que, do Céu, a Devoção ao Sagrado Coração de Jesus derrama sobre as almas dos Fiéis, purificando-os, trazendo-lhes uma grata consolação celeste e exortando-os a alcançar todas as virtudes, são verdadeiramente inumeráveis”.

 

“A Igreja teve sempre em tal estima à Devoção ao Sagrado Coração de Jesus, e de tal modo continua a considerá-la, que se empenha totalmente no sentido de a manter florescente em todo o mundo, e de a promover por todos os meios possíveis”.

 

 “O Seu Coração é o sinal natural e o símbolo do Seu Amor sem limites para com a humanidade”.

 

Papa Leão XIII – disse que a Devoção ao Sagrado Coração de Jesus era “uma forma por excelência de religiosidade (…) Esta devoção, que recomendamos a todos, será para todos proveitosa.” – “No Sagrado Coração está o símbolo e a imagem expressa do Amor Infinito de Jesus Cristo, que nos leva a retribuir-Lhe esse Amor”.

 

O Papa São Gregório Magno († 604 d.C) – disse: “Aprendei do Coração de Deus e nas próprias palavras de Deus, para poderdes aspirar ardentemente às coisas eternas”.

 

Santa Gertrudes, a Grande (1256-1302), compôs esta Oração expressando o seu Amor:

 

“Eu Vos saúdo, ó Sagrado Coração de Jesus, Fonte viva e vivificante de Vida Eterna, Tesouro infinito da Divindade, Fornalha Ardente do Amor de Deus…”.

 

Santa Catarina de Siena elevou até um grau extraordinário o Amor que dedicou a esta Devoção (ao Sagrado Coração de Jesus): ofereceu o coração todo inteiro ao seu Divino Esposo, tendo obtido em troca o próprio Coração de Jesus.

 

 

Os símbolos do Sagrado Coração

 

A imagem do Sagrado Coração de Jesus é muito profunda e vale a pena conhecer melhor seu significado.

 

A primeira coisa que chama atenção é o coração de Jesus para fora do peito, um coração que expande de amor e sai do peito, ardendo em chamas de amor, transpassado por nossos pecados.

 

Cercado pela coroa de espinhos, sinal da nossa indiferença ao seu amor, sinal da sua realeza que desce a nossa miséria. O coração de um Deus que deu a vida por nós.

 

O fogo do sagrado coração também representa o Espírito Santo que nos é dado por Cristo.

 

O manto vermelho da imagem nos revela a natureza sacerdotal e real de Cristo.

 

A cruz simboliza a vitória sobre a morte, pois foi no madeiro que Ele alcançou a vitória para todos nós.

 

E, por fim, a chaga, um sinal visível do sofrimento vivido por Cristo, bem como a prova de seu amor por seus filhos.

 

As 12 promessas do Sagrado coração

 

Jesus deixou doze grandes promessas às pessoas que participassem das comunhões reparadoras das primeiras sextas-feiras. Disse Ele, numa dessas ocasiões à Santa Margarida Maria de Alacoque:

 

Prometo-te, pela Minha excessiva misericórdia e pelo amor todo-poderoso do Meu Coração, conceder a todos os que comungarem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, a graça da penitência final; não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os sacramentos, e Meu Divino Coração lhes será seguro refúgio nessa última hora”.

 

As 12 promessas são:

  • Dar-lhes-ei todas as graças necessárias ao seu estado de vida.
  • Estabelecerei a paz nas famílias.

3- Abençoarei os lares onde for exposta e honrada a imagem do meu Sagrado Coração.

4- Hei de consolá-los em todas as dificuldades.

5- Serei o seu refúgio durante a vida, e em especial durante a morte.

6- Derramarei bênçãos abundantes sobre seus empreendimentos.

7- Os pecadores encontrarão no meu Sagrado Coração, uma fonte e um oceano sem fim de misericórdia.

8- As almas tíbias (tímidas e vacilantes na fé) tornar-se-ão fervorosas.

9- As almas fervorosas ascenderão rapidamente a um estado de grande perfeição.

10- Darei aos sacerdotes o poder de tocar nos corações mais empedernidos.

11- Aqueles que propagarem esta devoção terão os seus nomes escritos no meu Sagrado Coração, e dele nunca serão apagados.

12- Prometo-vos, no excesso da misericórdia do meu Coração, que o meu Amor Todo Poderoso, concederá, a todos aqueles que comungarem na primeira sexta-feira de nove meses seguidos, a graça da penitência final; não morrerão no meu desagrado, nem sem receberem os Sacramentos. O Meu divino Coração será o seu refúgio de salvação nesse derradeiro momento.

 

 

Oração ao Sagrado Coração de Jesus

 

“Divino Salvador que, perseguido pelos inimigos e ferido no Coração, pela tibieza de Seus amigos, Vos queixastes à Santa Margarida: ‘Tenho procurado consoladores e não os tenho encontrado.’

 

Aqui estou, Senhor, para vos consolar. Quero adorar Vossa Majestade escondida, quero reparar as ofensas minhas e as dos outros. Quero amar o Vosso amor desprezado e abandonado.

 

Consagro-me inteiramente ao Vosso Coração.

Sede Vós somente o meu Rei. Ajudai-me Senhor, a difundir nas almas o Reino do Vosso Coração. Acendei a chama do Vosso amor no coração dos Vossos sacerdotes, para que se tornem apóstolos infatigáveis e portadores das bênçãos do Vosso divino Coração.

 

Fazei que compreendam, finalmente, a honra e a obrigação que tem de Vos amar, para que unidos entre si com os laços de Vossa caridade, glorifiquem todos o Vosso Divino Coração, que é para nós fonte de vida e salvação.

 

Divino Coração de Jesus, reinai em meu coração.

Jesus, manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao vosso!”

0 Comments

    Leave a Comment

    quatro × quatro =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password