Pentecostes – Vigília com presença de Dom Odilo, na Aliança de Misericórdia

Em São Paulo, no ano passado, pela primeira vez, tivemos a graça de nos unirmos a vários membros, artistas e outras Comunidade presentes na Arquidiocese para celebrarmos a Solenidade de Pentecostes em muita comunhão, clamando a força do Espírito Santo. Isso aconteceu no Vale do Anhangabaú, no centro da cidade.

Então, já fazendo parte do calendário litúrgico e do de eventos da cidade, este ano, devido ao isolamento social, toda a programação foi transmitida pelas mídias sociais do “Pentecostes SP”, da Arquidiocese e pela rádio 9 de Julho.

Programação

Em preparação à Solenidade, a programação oficial teve início no dia 22 de maio, onde nos dias em sequência, aconteceram a novena, Santa Missa e apresentações artísticas de diversos cantores católicos.

No sábado e domingo, concluindo as preparações e encerrando assim o tempo pascal, celebramos a Santa Missa, a Vigília de Pentecostes e propriamente o dia da Solenidade, contando com a presença do Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, Pe. Christopher Velasco (Arquidiocese e Comunidade Anjos da Vida), membros da Aliança de Misericórdia, Colo de Deus, Missão Eleitos, Comunidade Mariana Resgate, Jovens Sarados (Canção Nova), Projeto Kharis e RCC.

O local escolhido para que a programação dos dois dias finais acontecesse, e pudesse então ser transmitida aos fiéis, foi o centro de Evangelização da Aliança, situado no Sítio Botuquara.

 

Momentos da Homilia

Na homilia da vigília, Dom Odilo agradeceu as diversas iniciativas que foram realizadas para a ocasião, mesmo diante da situação que enfrentamos, ressaltando que o dia do Pentecostes, no cenáculo, é para a Igreja um momento fundamental, pois marca o início da Sua missão pública. “E não foi só lá não, ao longo do tempo, o Espírito Santo é Aquele que anima a Igreja, orienta, conduz. O Espírito Santo de fato, como se diz, é a alma da Igreja. Alma no sentido dAquele que dá a vida, o animador. Aquele que dinamiza. Aquele que de fato dá eficácia à ação da Igreja, em todos os sentidos. Por isso mesmo, celebrar Pentecostes para nós é muito importante”, nas palavras do cardeal.

Em continuidade, comentando as leituras do dia e trazendo à Luz do Espírito, Dom Odilo também falou da Sua força em nossa vida de fé: “Sem o Espírito Santo não teríamos fé. É Ele que nos dá a capacidade de crer, que move o nosso coração a dizer: ‘eu creio, eu aceito’, dizer ‘sim a Deus”.

Nas práticas das virtudes diárias, nos torna capaz de realizá-las: “O Espírito Santo nos capacita para viver a vida cristã no dia a dia, na prática das virtudes cotidianas, que nos fazem humanamente melhores, pois essas virtudes são a forma de melhor expressar a vida nova recebida no Batismo, vida segundo o Evangelho, as bem-aventuranças, na imitação de Cristo. Ele nos capacita a sermos testemunhas do evangelho na vida cristã”.

Renovar a nossa fidelidade ao Espírito Santo

Já na missa celebrada no domingo, entre outros pontos destacados, o cardeal reforçou suas palavras quanto a ação do Espírito, exortando também a nós, fiéis, a renovarmos nossa fidelidade ao Espírito Santo, e consequentemente a nossa presença evangelizadora e missionária em São Paulo, apelo que vem de encontro ao pedido que é feito pelo Sínodo Arquidiocesano que estamos vivendo.

“Devemos pedir ao Espírito Santo que mais e mais nos converta a Cristo, e é o que estamos buscando: uma conversão maior ao Evangelho, uma conversão a uma vida cristã autêntica. Também há um apelo para uma conversão missionária. Pelo sínodo, vamos percebendo que nossas comunidades, paróquias e organizações eclesiais não podem ser simplesmente organizações que alimentam a si mesmas, que não mais se expandem, que não mais irradiam e que simplesmente cuidam de si. Nossas organizações eclesiais precisam de uma nova vitalidade missionária, por isso, seguindo a palavra do Papa Francisco, precisamos ser ‘Igreja em saída’”.

Presença da Aliança

A Aliança traz como característica do Carisma a capacidade de ser ponte. E neste evento teve a oportunidade de viver isso fortemente, sendo essa ponte que liga diversos outros carismas, atraindo a força do Espírito Santo.

“Esse caminho de comunhão e unidade que estamos trilhando junto a diversas comunidades, é um presente de Deus para a Arquidiocese. E para nós enquanto Aliança de Misericórdia é muito significativo, porque brota do coração do fundador do nosso Carisma (Pe. João Henrique)”, nas palavras do missionário Júlio Neto, membro da organização do Pentecostes SP.

Júlio Neto – Missionário Aliança de Misericórdia

Sobre ter o Centro de Evangelização como ‘sede’ do evento deste ano, e nele receber a presença de Dom Odilo, Júlio disse: “Receber a presença do Cardeal em nossa casa para a celebração do Pentecostes é muito significativo”. E usando as palavras de Santo Inácio de Antioquia, ressaltou: “Onde está o bispo, aí está a comunidade, assim como onde está Cristo Jesus aí está a Igreja católica”, dizendo assim que foi muito gratificante receber esse evento no Centro de Evangelização.

O missionário também parabenizou toda a equipe envolvida “equipe maravilhosa que se dedicou muito ao longo de toda a organização para esse evento. E, apesar de toda gratidão por ter tido o solo do Botuquara como sede do encerramento das atividades de Pentecostes 2020, o desejo é que “no próximo ano possamos celebrar no centro da capital paulista, testemunhando a todos que somos uma ‘Igreja em saída’, que vai ao encontro daqueles que mais necessitam”, encerrou ele.

Dentro da programação organizada para os dias de encerramento, a Aliança conduziu um momento de adoração Eucarística, pregação com o missionário Rafael Brito e show com o ministério Acordi.

Assista na íntegra

Você pode rever os momentos da Vigília e celebração da Solenidade através dos links:

Sábado – Missa de encerramento da Novena e Vigília de Pentecostes

Dominigo – Programação e missa da Solenidade de Pentecostes

Com informações de O São Paulo

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password