fbpx

Papa Francisco faz apelo pela paz

Na quarta-feira, 23, todos recebemos pelos meios de comunicação a notícia de que a Rússia tinha acabado de invadir a Ucrânia. Muitas famílias, desesperadas, começaram a fazer de tudo para fugirem de sua própria pátria para se salvarem dos ataques vindos pela terra e pelo ar.

Como cristãos, nos solidarizamos, mas também dobramos os nossos joelhos e nos ‘sacrificamos’, clamando a Deus para que intervenha em favor do povo.

Kiev, capital da Ucrânia e um dos lugares mais atingidos pelos ataques russos, tem por padroeiro principal, o arcanjo São Miguel, príncipe da milícia celeste. A ele também recorremos, como principal patrono da Aliança de Misericórdia, para que seja guia e protetor do povo que tanto tem sofrido.

Papa Francisco faz apelo

O Papa Francisco, logicamente, não ficaria alheio à situação e fez um apelo ao povo, para que juntos clamemos a Deus por misericórdia para o povo. Nessa quinta-feira, o Sumo Pontífice se manifestou:

“Tenho uma grande tristeza em meu coração com o agravamento da situação na Ucrânia. Apesar dos esforços diplomáticos das últimas semanas, cenários cada vez mais alarmantes estão se abrindo. Como eu, muitas pessoas ao redor do mundo estão experimentando angústia e preocupação. Mais uma vez, a paz de todos está ameaçada por interesses de parte. Gostaria de apelar aos responsáveis políticos para que façam um sério exame de consciência diante de Deus, que é o Deus da paz e não da guerra, o Pai de todos, não apenas de alguns, que quer que sejamos irmãos e não inimigos. Peço a todas as partes envolvidas que se abstenham de qualquer ação que possa causar ainda mais sofrimento às populações, desestabilizando a convivência entre as nações e desacreditando o direito internacional”.

Francisco continuou, então, com um apelo aos crentes e não crentes:

“Eu quero fazer um apelo a todos, crentes e não crentes. Jesus nos ensinou que à insistência diabólica, à diabólica insensatez da violência se responde com as armas de Deus: com a oração e o jejum. Convido a todos a fazerem no próximo 2 de março, Quarta-feira de Cinzas, um dia de jejum pela paz. Encorajo, de modo especial os crentes a se dedicarem intensamente à oração e ao jejum naquele dia. Que a Rainha da Paz preserve o mundo da loucura da guerra”.

Apelo pela paz

Unamo-nos, então, na Quarta-feira de Cinzas, início do tempo da Quaresma, na entrega de nosso jejum e da nossa oração pela paz no mundo.

E seguimos rezando à Santíssima Virgem Maria, Rainha da Paz, que também interceda pelo povo, em especial pelos ucranianos, neste tempo tão difícil.

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password