Papa Francisco dá resposta desconcertante sobre o aborto

O jornalista Jordi Évole, entrevistou o Papa Francisco a respeito de diversos posicionamentos, inclusive o aborto.

A entrevista foi divulgada no domingo, 31 de março, pelo canal de televisão ‘La Sexta’ na Espanha.

Évole insistiu sobre o aborto em caso de estupro, se o Papa achava legítimo ou não. Sua resposta foi enfática: “Eu a entenderia (a mulher) em seu desespero, mas também sei que não é lícito eliminar uma vida humana para resolver um problema”.

“É lícito eliminar uma vida para resolver um problema? É lícito pagar a alguém para que a elimine?”, questionou.

Papa Francisco devolveu o questionamento e Évole evitou responder: “não, eu não vim para responder, vou tentar tirar todas as respostas que possa do senhor”.

Ele continuou “graças a Deus, nos últimos anos, nos últimos 10 anos, 15 anos, tomou-se muita consciência desses casos. De moças solteiras que vão ser mães e se desenvolveu todo um trabalho de acompanhamento, de dignificação”.

E, apesar de ter explicado que não discute “a lei civil de cada país”, para o Papa “a pergunta é, antes da lei civil, antes da lei religiosa, ao humano: é justo eliminar uma vida humana para resolver um problema? É justo pagar um matador de aluguel para resolver um problema?.

“Depois disso, vem o restante, mas essa é a pergunta básica”, assinalou.

Com informações de ACI Digital

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password