fbpx

O que São Padre Pio tem a ver com os fundadores da Aliança?

Sabemos que São Padre Pio é um dos santos “mais próximos” da Aliança de Misericórdia. Veja aqui algumas curiosidades a respeito dessa ligação entre o santo e nossos fundadores e, consequentemente, com o Movimento.

São Padre Pio e a Aliança de Misericórdia

São diversas experiências que os membros da Aliança viveram, ou vivem, com a intercessão de São Padre Pio. Mas, além disso, nossos fundadores têm algumas ligações com o santo e ele, por sua vez, influência no início da Aliança.

Algumas delas:

  • eles são conterrâneos (Padre Pio e nossos fundadores são italianos), e próximos também em época: São Padre Pio faleceu em 1968, tendo conhecido o Papa João Paulo II, antes do Papado.
  • Além da proximidade geográfica e temporal, Padre Pio foi diretor espiritual da avó do nosso fundador padre João Henrique e, por isso, o padre sempre teve uma profunda devoção pelo santo.
  • Mas não é só isso. Padre Pio assumiu a Aliança de Misericórdia como filha e intercede pelo Movimento.

 

Padre Pio assume a Aliança de Misericórdia

Desde o início da Aliança de Misericórdia, a figura de Pe. Pio foi sempre presente com sua intercessão.

Uma amiga da Itália, quando ficou sabendo dos trabalhos de evangelização e encontros de cura e libertação, em uma das idas dos padres Henrique e Antonello ao país, doou a eles algumas relíquias, pois sua família era muita íntima à família de Pe. Pio.

Quando as relíquias chegaram à casa de missão da Aliança, no Brasil, e Pe. Antonello abriu a caixa, todos que ali estavam foram surpreendidos pelo cheiro de um perfume.

Todos os que estavam na casa sentiram este cheiro forte e foram ao escritório para ver o que estava acontecendo; foi uma grande emoção sentir a confirmação que São Pio tinha assumido a Aliança de Misericórdia”, testemunhou a missionária Eveline Pio, que carrega em seu nome de consagração o nome e espiritualidade do santo.


Compre agora o Terço de Madeira Preto São Padre Pio

 

Pequena Biografia de São Padre Pio

Padre Pio de Pietrelcina (1887-1968) foi um sacerdote católico italiano, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos.

Ficou famoso ainda em vida pelos inúmeros milagres que realizava, milagres que até então eram considerados como “lendas da Igreja”, como estar em dois lugares ao mesmo tempo (bilocação), ciência dos pecados alheios na confissão, entre outros.

Padre Pio foi um grande confessor e viveu em santidade. Passava cerca de 14 horas diárias no confessionário. Além disso, dedicava-se à caridade e a aliviar o sofrimento dos fiéis.

Fundou a Casa Sollievo della Sofferenza (Casa Alívio do Sofrimento), que foi inaugurada no dia 5 de maio, de 1956, que cuidava dos doentes e moribundos.

Em 2002, foi canonizado pelo Papa João Paulo II, como São Pio de Pietrelcina.

 

Veja também:

 

Oração de São Padre Pio

Fica Senhor comigo, pois preciso da tua presença para não te esquecer.

Sabes quão facilmente posso te abandonar.

Fica Senhor comigo, porque sou fraco e preciso da tua força para não cair.

Fica Senhor comigo, porque és minha vida, e sem ti perco o fervor.

Fica Senhor comigo, porque és minha luz, e sem ti reina a escuridão.

Fica Senhor comigo, para me mostrar tua vontade.

Fica Senhor comigo, para que ouça tua voz e te siga.

Fica Senhor comigo, pois desejo amar-te e permanecer sempre em tua companhia.

Fica Senhor comigo, se queres que te seja fiel.

Fica Senhor comigo, porque, por mais pobre que seja minha alma, quero que se transforme num lugar de consolação para ti, um ninho de amor.

Fica comigo, Jesus, pois se faz tarde e o dia chega ao fim; a vida passa, e a morte, o julgamento e a eternidade se aproximam. Preciso de ti para renovar minhas energias e não parar no caminho. Está ficando tarde, a morte avança e eu tenho medo da escuridão, das tentações, da falta de fé, da cruz, das tristezas. Oh, quanto preciso de ti, meu Jesus, nesta noite de exílio.

Fica comigo nesta noite, Jesus, pois ao longo da vida, com todos os seus perigos, eu preciso de ti. Faze, Senhor, que te reconheça como te reconheceram teus discípulos ao partir do pão, a fim de que a Comunhão Eucarística seja a luz a dissipar a escuridão, a força a me sustentar, a única alegria do meu coração.

Fica comigo, Senhor, porque na hora da morte quero estar unido a ti, se não pela Comunhão, ao menos pela graça e pelo amor.

Fica comigo, Jesus. Não peço consolações divinas, porque não as mereço, mas apenas o presente da tua presença, ah, isso sim te suplico!

Fica Senhor comigo, pois é só a ti que procuro, teu amor, tua graça, tua vontade, teu coração, teu Espírito, porque te amo, e a única recompensa que te peço é poder amar-te sempre mais. Com este amor resoluto desejo amar-te de todo o coração enquanto estiver na terra, para continuar a te amar perfeitamente por toda a eternidade.

Amém.

São Padre Pio, rogai por nós!

 

Veja também: São Pio e a ajuda divina durante a vida

 

 

0 Comments

    Leave a Comment

    18 − catorze =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password